terça-feira, 19 de junho de 2018

Os 8 Pontos de Paulo Guedes: A Linha Mestra do Programa Econômico de Bolsonaro

1) Recuperação do Equilíbrio Fiscal
2) Aceleração do Crescimento e Geração de Empregos
3) Novo pacto federativo, com descentralização de recursos para estados e municípios
4) Redução da Dívida pública, com privatizações, concessões e desimobilizações, para viabilizar o corte de juros e de gastos com a rolagem da dívida, e promoção do investimento privado em infraestrutura
5) Redução e simplificação de impostos
6) Adoção de Regime de capitalização na Previdência
7) Desregulamentação da economia
8) Abertura da economia
a) Marcos Cintra
b) Roberto Castelo Branco
c) Rubem Novaes
d) Carlos Costa
e) Abraham Weintraub
f) Arthur Weintraub
g) Adolfo Sachsida
h) Paulo Coutinho
i) Luciano Irineu
j) Carlos von Doellinger
As informações acima são claras, tem-se um programa econômico liberal e uma equipe técnica a altura do desafio. Se não acredita em mim, então pesquise sobre os nomes, veja onde estudaram, onde trabalharam, o que produziram na academia e no mercado, e você verá que essa equipe é sem sombra de dúvidas de altíssimo nível, e alinhada a uma agenda econômica liberal.

Melhores momentos de Neymar na partida de estréia da 'çelessão' brasileira

A campanha anti-Bolsonaro ✰ Artigo de Marcelo Aiquel

Estamos diante de uma campanha sórdida e hipócrita.
É evidente que os “esquerdopatas” não querem ver a figura do Bolsonaro estragar tudo o que construíram nos últimos anos, Ah, e ele vai fazer isto, com certeza.
E todas estas pessoas “aculturadas” e de ideologia não esquerdista, que repugnam a figura do favorito à corrida presidencial, querem o quê?
Que o novo comandante do país seja um representante da esquerda?
Com certeza é exatamente isso que irão conseguir, ao dividirem os votos entre vários candidatos sem qualquer chance de sucesso, enquanto os esquerdistas oportunizarão a vitória do “seu” mais bem colocado representante.
Mesmo que este seja o “gangster cangaceiro” do Ciro Gomes! Aquele mesmo que declarou, com pompa e orgulho, que jamais deixaria o Lula da Silva ser preso. Prometeu (ah, ele e suas ameaças boquirrotas), inclusive, “sequestrar” o ex-presidente e exila-lo numa embaixada. Isto que o condenado já está recolhido há mais de 30 dias, e o tal sequestro ficou no folclore e no “papo furado” do cangaceiro.
Ele, também, teve o “desplante” de dizer – em alto e bom som – que receberia a bala a ‘polícia’ do Juiz Sergio Moro, caso ele (como se fosse uma “entidade” inatingível, acima do bem e do mal) fosse investigado. Agrediu a Constituição que ‘pretende’ prometer (novamente o boquirroto) defender, na remotíssima hipótese de ser eleito.
Sem contar que ressuscitará uma matriz econômica hiper ultrapassada e completamente derrotada no mundo todo. Aumentar impostos é uma solução que não deu certo nem na realeza antiga.
Mas, voltando à hipocrisia da campanha difamatória, lembrei-me de uma recente entrevista (que nada difere das demais), onde os jornalistas entrevistadores estavam “disfarçados” de ingênuos quando perguntaram ao Capitão Bolsonaro:se as armas que os traficantes usam, não foram ‘tiradas’ de pessoas do bem?
Respondo, usando a mesma debochada ironia dos hipócritas entrevistadores;
Foram sim! Os fuzis automáticos e as submetralhadoras eram do ‘dono da quitanda da esquina’. E as granadas e pistolas foram roubadas da sessão de brinquedos infantis das ‘Lojas Renner’.
E a hipocrisia segue firme contra o deputado.
Por certo que o discurso dele incomoda muita gente...
Marcelo Aiquel – advogado (20/05/2018)

Ciro Gomes RACISTA!

 
Capitão do Mato, é assim que se referiu a Fernando Holiday na Jovem Pan.

Dia 26 de junho Lula estará livre, enquanto brasileiro grita Gol.

Manobra Jurídica, podridão de porões da promiscuidade, filigranas de Leis criadas por quem legisla em Causa própria e um Povo ingênuo, com guarda aberta e olhos voltados pra Copa do Mundo, torcendo por um time que fala Inglês, ambiente propício a um Golpe macabro, afronta à Nação e decretação do prostíbulo legalizado.
Dia 26/06/2018, Lula estará nas ruas.
STF aproveitou desarticulação da vigília popular com a chegada da Copa, numa manobra pouco divulgada pela mídia oficial, aceitou recurso de Advogados de Lula e, não por acaso, jogou análise para a Segunda Turma.
A Segunda Turma, composta por 5 juízes, sendo 3 soldados da Esquerda, Lewandowski , Gilmar Mendes e Toffoli, no dia 26 decidirá em votação que vale maioria simples, se Lula permanece preso ou não.
Brasileiro só entenderá o risco que corre, quando estiver implorando por asilo em outros Países, igual aos nossos irmãos Venezuelanos.
Festa da recepção a Lula na Sede da CUT está sendo organizada e promete Lágrimas e discursos de figurinhas carimbadas e de olho no Planalto.
O Condenado na será Candidato, mas vai com tudo pra Palanques encantar o velhinhas.

Neymar, vergonha nacional

 

Por que Gilmar Mendes e seus pares, têm tanta necessidade de aparecer?

Talvez o STF vazio, como na foto, fosse mais útil ao país.

A inveja e/ou ciúme são dois sentimentos malditos e que, interiormente, destroem os seres humanos que os cultivam. Possivelmente, levados por esses sentimentos maléficos, alguns ministros do STF e políticos em geral, resolveram bater de frente com a Operação Lava Jato e, em particular, com o Juiz Sérgio Moro. Antes, eles agiam sem chamar atenção, no entanto, a proporção em que a “República de Curitiba” começou a ser aceita e venerada pelo povo brasileiro, seus adversários, enciumados, passaram a perder o controle e atuar, abertamente, para destruí-la.
Posso estar errado e gostaria muito que isso fosse verdade, todavia, após assistir na GloboNews a entrevista que o ministro Gilmar Mendes deu a Roberto D’Avila, na última quinta-feira, 14/06 na qual o “Supremo” diz que a operação Lava Jato, foi “bem-sucedida” e “digna de elogios”, porém, de alguma forma também levou “ao desaparecimento da classe política e partidos políticos”. E, continuando, disse, que “Ela passou a ter uma lógica própria. Veja que a Lava Jato passou a propor medidas legais, questionar medidas judiciais, a discutir aspectos que transcendem de muito a sua própria competência, a sua própria atribuição, a atribuição dessa chamada força-tarefa”. “Sobretudo, me parece que o desaparecimento do Congresso com seu papel de contemporização, de moderação e de enfrentamento muitas vezes levou a que a Operação Lava Jato ganhasse uma projeção talvez, exagerada e claramente indevida. Mas ela ganhou também popularidade”.
Diante do exposto, cheguei à conclusão que Gilmar Mendes e outros atingidos, precisam fazer uma terapia urgente a fim de poder domar esses sentimentos impróprios ao cargo e, em seguida, mostrar que, ao dominá-los, irão ajudar a Operação Lava Jato e, por tabela, ao Brasil,
Acreditem! Se assim não procederem, o crime organizado, que tem seus tentáculos em quase toda a República Federativa, ganhará mais espaço do que já tem, continuará roubando o país e, amasiado com o poder que emana das entranhas do submundo de Brasília, irá afundar o Brasil.

#Bolsomort: Na Globonews Jair Bolsonaro chama-se "1° LUGAR"

Por que o Brasil é o que é ✰ Artigo de Marcelo Aiquel

Basta analisar o comportamento do povo, orquestrado e ilustrado por quem “dá o tom” dos modos e espelha culturalmente o futuro da nação.
Não restam dúvidas que uma enorme fatia da população acredita piamente que a Rede Globo é a porta voz da verdade e da correção.
Querem três exemplos recentes disso?
O primeiro remete ao “ensinamento de malandragem” que o consagrado Galvão Bueno transmitiu (e repetiu!) durante o jogo inaugural da Copa do Mundo 2018, dando “aulas” de como se deve levar vantagem ilegal (a Lei de Gerson), e não teve pudor em dizer que o jogador impedido deveria participar da jogada, pois, vai que o juiz não vê!
E assim vale pra corrupção: vai que ninguém vê!
Já o segundo (péssimo) exemplo veio do mesmo lugar do primeiro: Na prévia da estreia da seleção canarinho, a Globo mostrou – cheia de pompa – um dos maiores desrespeitos a um símbolo nacional: o Hino da pátria!
Pois, quem assistia, foi surpreendido pelo Hino ser tocado ao som da banda baiana olodum. Querem desrespeito maior?
O terceiro é uma aula de patriotismo, Circulou nas redes sociais um vídeo mostrando a comemoração – de crianças – ao gol do Uruguai na Copa.
Enquanto isso, centenas de crianças brasileiras brincavam nas ruas (só não viu quem não quis) durante o jogo do Brasil, Totalmente alheias ao falso ufanismo (exclusivamente comercial) criado para promover a Copa do Mundo da Fifa.
Assim fica até fácil “descobrir” porque o Brasil é o que é!
Marcelo Aiquel - Advogado

A diferença???

Sérgio Moro interrompe depoimento de ex-presidente do PT

 
O juiz Sergio Moro voltou a interromper a fala de uma testemunha de defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante depoimento. 
Em audiência na manhã desta segunda-feira, Rui Falcão, ex-presidente do PT, afirmou estar preocupado porque Lula está sendo perseguido para não ser candidato, depois de perguntado sobre sua relação com o ex-presidente.
Foi então, segundo O Globo, que o juiz de Curitiba interrompeu:
“Não é propaganda política aqui, senhor Rui. Não é o momento de o senhor fazer isso”.

Copa do mundo, corrupção e impunidade ✰ Comentário de Carlos "Ratinho" Massa

Brasileiros passam vergonha com assédio a russa

 
A prova de que o Brasil é um erro da civilização e deveria desaparecer antes que o mundo fique igual a ele


Não há perdão para o LIXO, para RALÉ da Humanidade que abusa da ingenuidade e da inocência das pessoas - esse tipo de gente é a ESCÓRIA. 
Um vídeo no qual torcedores brasileiros aparecem ao lado de uma jovem na Rússia viralizou nas redes sociais e no WhatsApp neste fim de semana.
Nas imagens, o grupo de ao menos cinco homens, alguns com a camisa da seleção brasileira, tenta convencer a moça a gritar uma frase impublicável, uma referência constrangedora a ela própria. Trata-se da velha piada de mau gosto de fazer estrangeiros repetirem termos chulos em português. Claramente sem entender o significado do que é dito, ela tenta acompanhar os torcedores.

Retrato perfeito de uma geração fracassada

Marina Silva na presidência, é o sonho dos corruptos

Aparentemente, frágil, fácil de manipular, amiga do famigerado Dom Lulone, envolvida com o meio ambiente e mais perdida do que cachorro em dia de mudança, Marina Silva é o sonho de consumo da sistêmica corrupção brasileira. Passando-se por eterna coitadinha, a pré-candidata, que pela terceira vez, vai tentar chegar ao Palácio do Planalto, é uma incógnita, mas a máfia estar ensandecida, pois nela, visualiza uma situação perfeita, que atende aos seus anseios e interesses maléficos.
Por outro lado, apesar da apologia que vem sendo disseminada nas revistas semanais em favor da ex-petista, o eleitor vive um verdadeiro dilema. Marina não parece ideal, para ocupar o cargo de presidente do Brasil, pela lógica, aparenta ser pior do que o "poste" Dilma Rousseff e, se o "laxante", Gilmar Mendes não soltar o "corrupto mor", Lula da Silva, Marina, se eleita, com certeza, o fará.
A ideia que se tem, é que, tanto ela, quanto o Ciro Gomes, são meros aproveitadores ávidos a pegar uma boquinha (bom emprego) e sentar na cobiçada cadeira presidencial.
Terminada a eleição, ambos tomam um chá de sumiço e, quatro anos depois, no vácuo deixado pela corrupção, se apresentam aos incautos como uma opção viável e promissora.
Pois é! Querem fd o Brasil mais do que já estar, votem em Marina "mulher melancia" Silva e/ou Ciro "sardinha" Gomes, depois, não digam que não foram avisados.

Que vexame! Alckmin tentando imitar Bolsonaro

STF inicia nesta terça-feira julgamento de Gleisi Hoffmann na Lava Jato

 
A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) vai iniciar nesta terça-feira, 19, o julgamento uma ação penal da Operação Lava Jato que mira a presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), e o marido, o ex-ministro Paulo Bernardo, investigados pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.
Em memorial encaminhado nesta segunda-feira, 18, ao STF, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, reforçou o pedido de condenação de Gleisi, do marido da senadora e do empresário Ernesto Kugler Rodrigues, também denunciado no caso.
O caso de Gleisi marcará o segundo julgamento de uma ação penal da Lava Jato na Segunda Turma do STF. O colegiado é composto pelos ministros Edson Fachin (relator da Lava Jato), Celso de Mello (revisor da Lava Jato na turma), Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes e Dias Toffoli. No mês passado, a 2ª Turma condenou por unanimidade o deputado federal Nelson Meurer (PP-PR), que se tornou o primeiro parlamentar condenado pela Corte no âmbito da Lava Jato.
Em 27 de setembro de 2016, a denúncia contra Gleisi, o marido e o empresário Ernesto Kugler Rodrigues foi recebida por unanimidade pela Segunda Turma do STF. Eles são acusados de solicitar e receber R$ 1 milhão oriundos de um esquema de corrupção instalado diretoria de abastecimento da Petrobras que teria favorecido a campanha de Gleisi ao Senado, em 2010.
De acordo com a Procuradoria-Geral da República (PGR), foram feitas quatro entregas de R$ 250 mil cada em espécie, que teriam sido utilizados na campanha de Gleisi sem qualquer registro. A denúncia é fundamentada nas delações premiadas do ex-diretor de abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa e do doleiro Alberto Youssef.
Segundo Paulo Roberto Costa, Paulo Bernardo era “um dos poucos ministros que sabia que Alberto Youssef era seu operador, ou seja, que o dinheiro vinha de ilícitos na Petrobras”. Para a PGR, isso demonstra que “houve a chamada de conhecimento – de Paulo Bernardo a Paulo Roberto Costa – que indica a presença do dolo na conduta”.
Nas alegações finais encaminhadas ao STF em novembro do ano passado, a PGR pediu que os réus sejam condenados a pagar R$ 4 milhões em danos materiais e morais causados por suas condutas e que Gleisi perca o mandato.
Gleisi também é alvo de outras duas denúncias: uma envolvendo o núcleo político do PT, sob a acusação de que a sigla recebeu propina por meio da utilização da Petrobras, do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o Ministério do Planejamento; a outra denúncia trata de uma linha de crédito entre Brasil e Angola que teria servido de base financeira à corrupção na campanha da senadora ao governo do Paraná em 2014, de acordo com a PGR.
Procurado pela reportagem, o gabinete da senadora não se manifestou.
Primeiro
No mês passado, a Segunda Turma do STF condenou por unanimidade o deputado federal Nelson Meurer (PP-PR) a 13 anos, 9 meses e 10 dias de prisão em regime inicial fechado pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro cometidos em esquema de desvios na Petrobras.
Meurer poderá recorrer da condenação em liberdade. Os ministros da Segunda Turma também decidiram que caberá à Câmara analisar se o parlamentar deve ou não perder o cargo. O deputado terá de pagar uma multa de cerca de R$ 265 mil, em valores que ainda precisam ser corrigidos pela inflação.

Resumo da primeira rodada do Mundial 2018

Cantora denuncia marido por agressões e ameaça de morte e polícia investiga

A cantora piauiense Gleycielle Mendes de Sousa, conhecida como Vakeira Funk, procurou a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher para denunciar agressões por parte do marido e companheiro de banda, identificado pela polícia como Marcelo Francisco Pereira de Oliveira. Um vídeo compartilhado nas redes sociais mostraria um dos episódios de agressão, mas não foi confirmado pela polícia. O suspeito disse ao G1 que não tem conhecimento da denúncia.
As denúncias foram registradas no final do mês de maio. Segundo a delegada Vilma Alves, a cantora foi até a delegacia acompanhada de amigas, que a apoiaram a fazer o BO.
De acordo com a delegada, as agressões aconteciam há algum tempo. “Ele vinha maltratando ela fisicamente, xingando ela, e ela ficava calada, chorava pelos cantos, e achava que ela ia melhorar. Ele mandava nela e ela sofreu muito calada”, disse a delegada Vilma Alves.
A vítima passou por um exame de corpo de delito, que teria comprovado a lesão corporal. Um vídeo compartilhado nas redes sociais mostraria um dos episódios de agressão, ocorrido dentro do escritório da banda que a cantora faz parte. A delegada disse que a cantora saiu de casa e foi acolhida por uma pessoa conhecida.
Para a delegada, um dos motivos das agressões seria a ascensão da carreira de cantora da vítima, o que estaria incomodando o marido. “Como ela ascendeu na banda, veio o ciúme, a inveja. Ela disse que quando era aplaudida, já ficava temerosa”, disse a delegada Vilma Alves. O suspeito deverá se apresentar à Polícia Civil ainda nesta semana.
A assessoria da banda que a vítima faz parte disse apenas ter conhecimento denúncia, e não confirmou a veracidade do vídeo que circula nas redes sociais e que mostraria a agressão sofrida pela cantora. A banda disse ainda que irá se manifestar sobre o episódio em breve.
Gleyci Mendes havia feito recentemente uma parceria com a cantora MC Melody. As duas gravaram a música "O Som da Copa Funk e Vaquejada", produzida especialmente para a Copa do Mundo 2018. A cantora é conhecida por tocar o estilo musical que intitulou "funkejada", uma mistura entre o funk e o forró de vaquejada.
G1.

19 de Junho - Dia da Bandeira de Entre Rios

sexta-feira, 15 de junho de 2018

O "comunismo" da Globo na Copa só mostra a Rússia dos Czares ✰ Artigo de Sérgio Alves de Oliveira

Aproveitando o enorme esforço que sempre dedicou aos fenômenos meteorológicos e à previsão do tempo, dentro da sua programação diária, ninguém melhor que as ORGANIZAÇÕES GLOBO aprenderam a seguir com enorme precisão a direção dos VENTOS, especialmente em matéria política.
Apostando todas as suas “fichas” na versão comunista desenvolvida a partir do italiano Antônio Gramsci, fundador do Partido Comunista Italiano, que hoje prepondera nas esquerdas brasileiras, a Globo acabou dando um pontapé bem dado no “traseiro” da direita pela qual sempre foi sustentada e favorecida, atingindo uma expansão sem paralelo durante após o Regime Militar, instalado no Brasil em 1964.
A “cara-de-pau” dessa dita “Organização” é tão grande que ela consegue se fingir de “comunista”, apesar das suas profundas raízes de “direita”, poder-se-ia dizer ”puro-sangue”.
Mas ao que mais parece também as “ideologias” se tornaram artigos de comércio, de compra e venda, indo para o lado que melhor paga no dado momento. Sua postura de pisar em cima dos militares que sustentaram o cocho onde ela comeu e mamou durante tanto tempo, talvez seja a sua característica mais marcante. Afinal de contas agora a Globo é “comunista” (???). E suas compensações, pela adoção da nova “ideologia”, são as enormes verbas que lhe são destinadas pelos cofres públicos. Hoje ela serve a esquerda tanto quanto ou mais, ontem ela serviu a direita.
Mas o cúmulo dos cúmulos acabou acontecendo. Menosprezando a inteligência do seu público alvo na cobertura que faz da Copa do Mundo de 2018, na Rússia, a Globo mostra todas as “maravilhas” que o povo russo conseguiu construir durante a sua história. Mas há um detalhe importante que não pode passar despercebido.
Nada, absolutamente nada do que a Globo filma e mostra aos brasileiros, numa flagrante tentativa de “lavagem cerebral” mentirosa, pró comunismo, como se fossem as maiores maravilhas do mundo, especialmente em relação às artes arquitetônicas, foram construídas durante o regime comunista instalado com a Revolução de 1917. Tudo, tudo mesmo que ela mostra, foi erguido em pleno regime dos “czares”. Será que a Globo não teria capacitação de mostrar o efetivo progresso da Rússia na tecnologia avançada? Por que ela “esconde” a péssima qualidade de vida do povo russo, diametralmente oposta aos enormes privilégios da casta formada pelos burocratas da “Nomenklatura”?
Sérgio Alves de Oliveira - Advogado e Sociólogo

Mapa da violência no Brasil ✰ 1980 a 2016

A incrível geração que não quer se esforçar ✰ Artigo de Roberto Fernandes

Tenho que admitir que existe uma geração que chegou ao mercado de trabalho que ainda deveria estar na escola.
É uma galera ambiciosa, que busca um ótimo emprego, um padrão de vida elevado, um ambiente de trabalho descontraído, empresas que os motivem a ir além, que os incentivem a conquistar o mundo. 
SÓ NÃO QUEREM FAZER ABSOLUTAMENTE NADA PARA ISSO ACONTECER. 
E isso se reflete nas coisas mais simples, como o processo seletivo. Eles querem as vagas, mas não querem se esforçar pra isso. Não acham que precisam se esforçar para mostrar suas qualificações.
Eu tive algumas experiências interessantes com vagas que abrimos para desenvolvedor. Como todas as vagas do perfil, encaminhamos antes um pequeno teste de lógica, para realizar o desenvolvimento de uma interface simples de cadastro. 
Por que fazemos isso? Filtro. Evita que a empresa e o candidato percam um precioso tempo em entrevistas quando os perfis não fecham. O candidato faz o teste de casa, no seu tempo, com tranquilidade. Se ele mentir e for contratado, problema dele. Não passará pela etapa de experiência. Se ele for mal, não perderá tempo e dinheiro se deslocando para entrevistas. Se for bem, avança. Simples assim. Bom pra todos. 
É comum cerca de 50% dos candidatos simplesmente desistirem nessa etapa. Não porque o teste é difícil (ele é simples), mas porque envolve investir tempo por algo que se quer. E tempo é algo que essa geração não quer investir pelo seu futuro.
“Vou fazer um teste para uma vaga de emprego? Que absurdo é esse?” Quem deveria se desgastar na relação é a empresa. Ela que está buscando o candidato. Essa é a visão.
Eu recebi alguns retornos surreais. Um candidato estava muito interessado na vaga e queria conversar pessoalmente, mas quando falamos do teste prévio, ele simplesmente comunicou que não gostaria de fazer testes antes de entrevistas. Outro me disse que estava com pouco tempo disponível para testes, mas que em breve teria seu “próprio github” e então a empresa poderia ver como ele é qualificado. 
Sério. Que geração é essa?
Roberto Fernandes - diretor na Fator Digital.

Jair Bolsonaro dá show em sabatina do Correio Braziliense

O STF apronta mais uma e o crime organizado está feliz

O Supremo Tribunal Federal decidiu nesta quinta-feira (14), por 6 votos a 5, proibir a condução coercitiva.

Ninguém sabe o que vem acontecendo no STF e, em particular, com alguns juízes como: Gilmar Mendes; Rosa Weber; Dias Toffoli; Ricardo Lewandowski; Marco Aurélio Mello; Celso de Mello, parece-me que, desse grupo, ultimamente, só tem saído decisão que beneficia mafiosos da república. Contudo, como já era de se esperar, no julgamento, prevaleceu a posição do bom samaritano Gilmar Mendes que na condição de relator do processo e soltador mor, afirma que a condução coercitiva implica exposição e coação arbitrárias, que interfere no direito de locomoção, na liberdade, dignidade da pessoa humana, defesa e de garantia de não-autoincriminação.
Bem, acredito que com uma Corte desse nível, agindo dessa forma, a polícia deveria soltar todos os bandidos, fechar os presídios e deixar a merda escorrer. Não adianta gastar tanto dinheiro para investigar, prender e condenar, porque, sem constrangimento nenhum, o STF solta a bandidagem. E, para completar, agora resolveu não permitir nem que o bandido seja preso para prestar depoimento. Diante dessa coisa horrível que vem ocorrendo no Brasil, acredita-se que depois do próximo mês setembro, quando o ministro Dias Toffoli assumir a presidência do Supremo, essa coisa ficará bem pior.
Aí, o povo pergunta: quem pode fechar o STF? Quem poderá decretar o impeachment de um dos ministros ou de todos? Todavia, como parece que esse time da Corte é intocável, o povo volta a perguntar: será que acima desse pessoal só existe a Justiça divina?

Mudanças & mudar

Jornal denuncia Moro por excesso de eficiência

Juiz da Lava Jato é acusado de produzir muito mais que qualquer ministro do STF mesmo viajando dois dias por mês. 
Post de Augusto Nunes, que não menciona o jornal - é a Folha de São Paulo, porta-voz não oficial do lulopetismo:

Pouquíssimos magistrados no mundo exibem a eficiência de Sergio Moro. O juiz da Lava Jato trabalha em fins de semana, feriados e dias santos para manter um nível de produtividade que desmoraliza instâncias superiores, luta incansavelmente para neutralizar manobras protelatórias de advogados espertalhões, examina e julga processos com exemplar agilidade.
Pois um dos grandes jornais resolveu denunciar Sergio Moro por ausentar-se do local do emprego dois dias úteis por mês. Noticiada na primeira página, a descoberta acabou enriquecendo o currículo do juiz federal. As viagens não o impedem de acumular números que escancaram a lentidão exasperante do Supremo Tribunal Federal.
A imprensa deveria investir em investigações menos inúteis o tempo que desperdiça com a caça a irregularidades inexistentes envolvendo defensores da lei. Que tal, por exemplo, descobrir quantos dias Lula ficou longe do Planalto nos oito anos em que foi presidente? Também seria interessante contar aos leitores o que faz Dilma Rousseff para ganhar a vida ─ além de sair por aí não dizendo coisa com coisa em distintos idiomas.
Assunto não falta. Faltam critério, juízo e competência.
Augusto Nunes - Jornalista e colunista da Jovem Pan

Bolsonaro, Geraldo "picolé de chuchu" Alckmin e Marina "mulher melancia" desembarcando em Aracaju

 
Bolsonaro e Marina estão tecnicamente empatados KKKKKKKKKK

E agora? O trapaceiro foi desmascarado ✰ Artigo de Marcelo Aiquel

“The game is over”, diria um jogador independente e realista.
Mas não foi o que noticiou a Rede Globo á respeito do mais importante passo da diplomacia mundial nos últimos tempos.
Mesclando seu noticiário com a Copa do Mundo FIFA, a Rede Globo deu mostras de que o amestrado (por ela) povo brasileiro gosta mesmo é de panem et circenses.
É o aborto de uma guerra nuclear que poderia (ou poderá, ainda?) acabar com o mundo, mas para a R. Globo o importante foi o passeio da nossa seleção uma praia na Rússia.
Porém existe outro motivo para tamanha desinformação jornalística. E é um motivo relevante para a editoria do grupo, mais preocupada em “descer o pau” (com ou sem razão, pouco importa) no Trump do que contar a verdade ao Brasil.
Assim, a vitória do Trump (e do mundo todo) sobre o ridículo ditador da Coréia do Norte (um bossal mimado) foi desvalorizada, diminuída. Como se fosse uma obrigação do presidente americano costurar esta paz. Coisa que o “festejado” Obama jamais conseguiu em oito anos, para tristeza de muitos!
Ao tratar com desprezo a vitória do “odiado” Trump, a Rede Globo aponta claramente para a posição moral que acredita. Segundo ela, elogiar a estratégia do Trump, é igual a aplaudir um caixa eletrônico por lhe dar o dinheiro regularmente sacado!
E assim vai fazendo a cabeça dos brasileiros...
Será que é tão difícil ser transparente, estar ao lado da verdade?
Pois, agora, a editoria do grupo vai “inventar” mais uma mentira sobre o Trump. E reverberar!
Porque, este “blefadorzinho de meia pataca” ele já derrotou. Gostem ou não...
Marcelo Aiquel – advogado

Um grande vagabundo, inspirador de vagabundos.

Cantor Robbie Williams faz gesto obsceno em cerimônia de abertura da Copa do Mundo

 
Durante a cerimônia de abertura da Copa do Mundo de 2018, no fim da manhã desta quinta-feira, o cantor Robbie Williams fez um gesto obsceno e bombou nas redes sociais. 
O britânico era a principal atração da festa ao lado da soprano russa Aida Garifullina.
Muitos interpretaram o dedo do meio da mão esquerda, erguido já no final do show no estádio Luzhniki, em Moscou, como um recado para Vladimir Putin.
Putin é conhecido por seu estilo autoritário de governar. No poder há dezoito anos, fez com que a Rússia ficasse conhecida pelo fato de reprimir manifestações da oposição e censurar comportamentos que considera inadequados, como a homossexualidade.

Jornalista Elisa Robson pega abacate para ilustrar o que fazer com STF

Atenção, intervencionistas ✰ Artigo de Percival Puggina

No dia 7 de outubro decide-se o rumo que a nação irá percorrer pelos próximos quatro anos. Como se sabe, a correção de quaisquer erros decorrentes dessa escolha envolve prolongadas crises e instabilidades que afetam negativamente a vida de todos. Os corruptos do “mecanismo” estão bem identificados e aptos a serem rejeitados nas urnas. O auto rotulado progressismo quebrou o Brasil, derrubou a economia nacional, criou verdadeiro caos moral e entregou o povo à bandidagem das ruas e das estruturas do poder.
A conhecida hegemonia cultural da esquerda e o efeito político das fake analysis nos meios de comunicação vêm sendo impactados pela força da direita nas redes sociais. Ideias liberais e princípios conservadores prosperam junto à opinião pública e é razoável esperar uma reversão da gangorra. Trata-se então, principalmente, de convocar os eleitores às urnas, convencê-los de que chegou a hora de escolherem bem e de se empenharem pela vitória dos melhores. Em contrapartida e num cenário tão adverso – sublinhe-se! -, os inimigos do país, que madrugarão nas filas de votação, sonham com que os bons cidadãos não apareçam nas seções eleitorais.
No entanto, em orquestrado coro, os intervencionistas vêm proclamando não só a vulnerabilidade das urnas eletrônicas, mas afirmam, como coisa decidida e consabida, a inutilidade da eleição. Certo? Errado! Errado e exagerado. Você acredita que os eleitores da tropa de choque petista ficarão em casa no dia 7 de outubro? Dirão eles, a si mesmos, que “é inútil votar em urnas fraudadas”? Ou, tão pueril quanto isso, considerar-se-ão dispensados porque, afinal, as urnas serão fraudadas em favor deles mesmos?
A greve dos caminhoneiros, ao se tornar um cardápio político acompanhado de desastre econômico, foi uma pedra no meio do caminho. Os esquerdistas queriam o caos porque sabiam o quanto ele sempre os beneficiou em sucessivas experiências históricas; os intervencionistas queriam o mesmo caos na expectativa de que uma salvadora ruptura institucional resolvesse os problemas do Brasil. Suposto antagonismo em esforço conjunto…
Na Economia, removida a pedra, colheu-se apenas o caos com sua inexorável planilha de custos e preços. O PIB perdeu cerca de 80 bilhões, as expectativas de crescimento para o ano caíram abaixo de 2%, os preços subiram 1% em 30 dias (sinalizando para uma elevação do custo de vida), a Petrobras perdeu 14% de seu valor, o dólar disparou, a bolsa caiu. Ligeirinho, os 86% a favor da paralização viraram 70% contra. E até a demanda por frete, claro, diminuiu com a desaceleração dos negócios.
Na política, removida a pedra, não ficou mais barato. A mídia militante, aquela que soluça ao noticiar vitórias eleitorais da direita, encontrou na mobilização dos intervencionistas motivos para empacotar num único discurso o “golpe” contra Dilma, a eleição sem Lula, a “extrema-direita raivosa”, e o “golpe” de 1964. Resultado: ao colocar todas as fichas numa ruptura institucional sem futuro, que a caserna rejeita eloquente e reiteradamente, os intervencionistas estão ajudando a esquerda, criando antagonismos com o grupo do centro ideológico, semeando desânimo à direita e afastando da eleição milhões de agentes de uma necessária renovação de quadros políticos.
Motivados pela necessidade de renovação, bons candidatos liberais e conservadores disputarão esta eleição em todos os Estados. Se há algo de que eles não precisam é que seus potenciais eleitores fiquem em casa. A esperança vã numa solução que não vem, tanto quanto o desalento, só serve aos corruptos, aos incompetentes e aos artesãos do caos.
Percival Puggina - membro da Academia Rio-Grandense de Letras, arquiteto, empresário e escritor 

Bandeiras. Entenda

Moradores se revoltam e passam a torcer pra Argentina na Copa do Mundo

A insatisfação da população por causa dos escândalos de corrupção no país terminou sobrando para a seleção brasileira. Em protesto, moradores da Rua 8, no bairro Real Copagre, na zona Norte de Teresina, trocaram o tradicional verde e amarelo da decoração para a Copa do Mundo pelo azul e branco da Argentina, eterna rival do Brasil dentro e fora do mundial de futebol. Nem a fachada das casas escapou. A ideia foi do aplicador de películas Raimundo Pereira Junior, que assegura: todos vão torcer pelo time de Messi.
A Albiceleste estreia na Copa da Rússia às 10h de sábado (16) contra a Islândia.
“A gente estava querendo fazer um protesto por causa das coisas que estão acontecendo no país. Falei com a comunidade e nós resolvemos torcer para a Argentina”, disse Raimundo.
Para realizar a proeza de transformar a rua estreita em um pedaço da Argentina em plena zona Norte de Teresina, o aplicador de película precisou ter muita lábia para convencer a maioria dos 13 moradores. “Só uma pessoa não aceitou, pois ela disse que, mesmo com o que está acontecendo, seu coração fala mais alto pelo Brasil. Os outros estão viajando e não conseguimos autorização”, relata.
Tudo saiu por pouco mais de R$ 300, investimento que, segundo o idealizador, valeu a pena. “Escolhemos a Argentina por causa dessa revolta que está no Brasil. A gente não acredita mais no Brasil país e nem no time”, revela.
Os 7 a 1 daquela inesquecível partida com a Alemanha na Copa do Brasil ainda machuca esse “argentino” do Real Copagre. “Na Copa passada aqui tudo estava pintado de Brasil e teve o 7 a 1, que motivou também a nossa revolta”, conta.
Ao invés do domingo, data da estreia do Brasil no mundial contra a Suíça, a festa na Rua 8 vai acontecer um dia antes. “Sábado vai ter jogo e toda a comunidade vai se reunir para assistir. Vai ser bom aqui. Será a primeira vez que vamos torcer”, afirma.
A fama da rua já está ganhando as redes sociais. Fotos da decoração postadas no Facebook estão viralizando nos grupos de whatsapp. “Já tem gente vindo tirar foto aqui”, disse Raimundo.
A Albiceleste tenta o tricampeonato na Copa do Mundo. O time de Messi venceu os mundiais de 1978 e 1986.

Alckmin tentou copiar o Bolsonaro ✰ Resultado: R I D Í C U L O, S O F R Í V E L...

As pesquisas e Lula ✰ Artigo de Astor Wartchow

Pesquisas eleitorais têm incluído o ex-presidente Lula na lista dos presidenciáveis. E confirmado sua expressiva performance, notadamente no norte-nordeste, fruto da memória popular residual de candidaturas anteriores e gestões de governo de viés populista.
A surpresa não é o bom desempenho pré-eleitoral de Lula nas pesquisas. O que surpreende e motiva indagação geral diz respeito sobre o porquê de sua inclusão da lista dos presidenciáveis.
Ora, Lula é inelegível. Investigado, processado, julgado e condenado em primeira e segunda instância, preso inclusive, sua possível candidatura é inviável haja vista a vigência e eficácia da Lei da Ficha Limpa. Mas, então, por que seu nome consta das pesquisas?
Do ponto de vista dos contratantes das pesquisas, suponho que haja um compreensível excesso de liberalidade e ânimo de parecer simpático e democrático. Então, objetivamente, a quem interessa criar e manter este ilusionismo (em torno de uma provável candidatura Lula) e com que objetivos?
Primeiramente, sem dúvida, interessa ao Partido dos Trabalhadores (PT), que assim mantém ativa a retórica e a mobilização de seus filiados e simpatizantes. Aliás, fundamental para viabilizar a candidatura daquele que será indicado por Lula como seu candidato preferencial, filiado ou não ao PT.
Mas, em sentido contrário, a manutenção de Lula nas pesquisas (sobretudo com bom desempenho) também muito interessa àqueles que se apresentam como seus adversários mais ferrenhos.
Ao candidato Bolsonaro, por exemplo, convém estes indicadores. Quanto mais aparece e cresce o espectro Lula, mais cresce o espectro Bolsonaro. Lula/PT e Bolsonaro, são, respectivamente, causa e consequência. 
Quanto aos interesses dos demais e potenciais candidatos presidenciais, a inclusão de Lula nas pesquisas (e o seu efeito colateral Bolsonaro) prejudica, distorce e adia uma percepção mais realista de suas possibilidades e viabilidades eleitorais.
Tocante aos contratantes das pesquisas, sejam jornais e/ou entidades representativas de classes sociais e empresariais, e que exigem e/ou toleram a inclusão de Lula na nominata de pesquisas, creio que tal atitude caracteriza uma irresponsabilidade e inconseqüência.
Além de ignorarem a legislação eleitoral vigente, seja por excesso de liberalidade, democratismo ou demagogia, resulta que não contribuem para o apaziguamento social e o encaminhamento das atuais e vindouras demandas nacionais.
A quem mais interessa a inclusão do inelegível Lula nas pesquisas? E com que objetivo?
Astor Wartchow - Advogado

Se os porcos pudessem votar, em quem eles votariam

Uma resposta para Luiz Fernando Veríssimo ✰ Artigo de Marcelo Aiquel

Senhor jornalista
Mesmo não gostando do seu "estilinho manjado" de saudar as esquerdas e o comunismo (tudo bem que o senhor tenha esta preferência, respeito, MAS - ao menos - faça da sua vida um exemplo socialista e não seja apenas mais um esquerda caviar), hoje o senhor se superou ao escrever sua coluna para o jornal ZH.
Talvez, imaginando que seus leitores sejam todos companheiros trabalhadores que só aceitem como verdade o que os chefes supremos determinam, o senhor - unicamente para atacar a figura do Nelson Rockfeller e festejar a opção comunista do grande Cândido Portinari - comete uma estupenda injustiça com um dos expoentes da pintura basca, o artista plástico José Maria Sert, adjetivando-o com "um tal fulano....".
Ora, ora, senhor aculturado escritor, não zombe do conhecimento dos seus leitores. O senhor não escreveu no jornalzinho do partido, que é lido somente pelos abnegados e cegos correligionários. O senhor sabe, e eu tenho certeza disso, que o pintor José Maria Sert jamais pode ser considerado - especialmente por alguém dotado de razoável cultura, como o senhor - como um "tal artista", demonstrando incontestável desprezo ao brilhante trabalho do pintor basco, só pelo fato dele não ser um seguidor do comunismo.
O senhor - que aliás adora passear no centro mundial do capitalismo, mesmo sendo um defensor ferrenho das lições de Karl Marx - com certeza já se hospedou (ou esteve visitando) o famoso Hotel Waldorf Astoria (lá mesmo onde foram gravadas cenas do belo filme Perfume de Mulher.... no salão onde o coronel vivido por Al Pacino dança o tango "Por una cabeza"). Sabia que o mural que lá está exposto TAMBÉM foi obra do "tal" Sert?
Por favor, seja irônico e faça propaganda subliminar (entre linhas e piadinhas) do seu PT, do seu comunismo, do seu socialismo. Mas, não zombe da inteligência dos leitores do jornal que lhe remunera (bem ao estilo capitalista) para escrever.
E, finalmente, assuma a sua opção ideológica também no seu modo de vida. Senão, senhor Veríssimo, o senhor continuará a ser uma contradição ambulante.
Marcelo Aiquel - advogado

15 de Junho - Dia Nacional de Voar Pipas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...