sábado, 3 de dezembro de 2016

Honorários advocatícios ou crimes de receptação na Lava-Jato? ✰ Artigo de Sérgio Alves de Oliveira

Acaba de estourar como uma verdadeira “bomba”, particularmente no mundo jurídico, a notícia de que cerca de uma centena de advogados criminalistas contratados para defender seus constituintes acusados na Operação Lava Jato teriam recebido honorários advocatícios milionários, pagos por diversas empreiteiras enroladas criminalmente nesse episódio. Dita informação foi publicada em primeira mão no site DIÁRIO DO PODER, do Colunista Cláudio Humberto, reproduzida em diversos outros blogs. Ditas informações esclarecem que esses honorários poderiam ter chegado à quase um “bilhão” de reais, entre o que já teria e seria ainda pago.
Cogitar-se-ia, ademais, em dar início a uma investigação criminal, com quebra de sigilo e rastreamento do dinheiro pago, para chegar-se à origem eventualmente ilícita desses honorários advocatícios. A informação prossegue dando conta que a investigação da origem dos pagamentos aos mais caros criminalistas do País deveria ser cuidadosa, para não ofender a lei, que concede prerrogativas especiais aos advogados, nem ocasionar melindres à Ordem dos Advogados do Brasil.
Mas há que se considerar que o dinheiro é, sempre foi, e continuará sendo por tempo indeterminado uma grande “atração”, ao lado de outras que também se fazem presentes, hierarquizadas conforme a tábua de valores individuais de cada um.  Mas dentre todas as espécies de valores, exceto aqueles absolutamente necessários à manutenção da própria vida, ou seja, os valores vitais, sem dúvida desponta num primeiro plano o “dinheiro”, que é um valor econômico de utilidade, talvez o maior deles, que tem o poder de abrir as portas para uma infinidade de outros valores, ”comprando-os” à medida que vão surgindo. 
E sem dúvida deve ser muito difícil a imunidade à tantas “tentações”, que o mundo disponibiliza, mas que nem todos têm condições de desfrutá-las. Essa característica se incorporou ao ser humano gradativamente, acompanhando a marcha da “evolução” (ou involução?), desde os primeiros tempos. E na “evolução” humana houve um dado momento em que a pessoa passou a exigir progressivamente mais do que os valores absolutamente necessários à própria sobrevivência, diferenciando-se dos outros animais, que permaneceram como sempre foram, completamente alheios aos novos valores que iam surgindo na concepção humana. Alguém já viu algum animal (dito) irracional ir atrás do dinheiro? E nessa busca incessante, nem sempre a conduta humana trilha o bom caminho da ética e da moral, que não poucas vezes são deixados à margem.
É bem verdade que os princípios constitucionais que tratam dos direitos individuais consagram a presunção da inocência, até prova em contrário, bem como o direito que tem o cidadão à plena defesa das acusações de ilícitos dos quais eventualmente possa se tornar acusado.
Mas se de fato proceder essa versão de que um grupo de advogados teria recebido honorários “milionários” por serviços profissionais prestados a pessoas “enroladas” na Lava Jato - o que particularmente não acredito, nem posso conceber - e que ditos honorários teriam sido pagos por empreiteiras também “enroladas” na mesma operação, sem dúvida impor-se-ia uma investigação profunda nessa situação, a bem da verdade. Só um tolo ou quem possa ter a consciência comprometida com essa situação   não enxerga que efetivamente seriam fortes os indícios de que ditos honorários poderiam ser oriundos de dinheiro sujo, ou seja, da corrupção alvo de investigação na Lava Jato, e que teve força para quase “quebrar” inclusive a poderosa Petrobrás
Ora, se de fato tiver procedência essa suspeita ventilada a partir de informações possuídas pelo Ministério Público Federal - o que, repito, não acredito - essa montanha de dinheiro recebida a título de honorários advocatícios poderia configurar certamente CRIME DE RECEPTAÇÃO. Receptação dolosa ou culposa, uma vez que os “honorários” teriam origem em dinheiro sujo, fruto de corrupção em operações das empreiteiras com empresas da Administração Pública, e que uma parte estaria agora sendo destacada para pagar honorários para conceituados e caros escritórios de advocacia para defesa dos seus parceiros, enleados na Lava Jato, certamente em reconhecimento e agradecimento pelos “competentes” e “bons” serviços prestados nessa “aproximação”.
E se porventura fosse deflagrada nova operação da Polícia ou Ministério Público Federal para investigar essa situação dos “honorários advocatícios”, e uma vez confirmado que de fato tudo isso tenha ocorrido, o que se poderia esperar da Ordem dos Advogados do Brasil-OAB, frente a essa situação?
Impõe-se preliminarmente dar uma olhada sobre o teor do artigo do Código Penal que define o crime de RECEPTAÇÃO: “CP- art.150: Adquirir, receber, transportar, conduzir ou ocultar, em proveito próprio ou alheio, coisa que sabe ser produto de crime, ou influir que terceiros, de boa fé, a adquirir, receber ou ocultar” – Pena: reclusão de um a quatro anos e multa”.
A questão toda se resumiria em saber se seria razoável, ou não, supor que os beneficiários dos honorários não soubessem da origem ilícita da “montanha” de dinheiro de onde teria sido destacada a parcela relativa aos honorários que teriam recebido da respectiva empreiteira, para fins de enquadramento, ou não, no artigo 150 do Código Penal.
Frente a essa situação, caso procedentes as suspeitas do MPF, como ficaria a OAB frente às disposições da Resolução Nº 02/2015, da OAB, que “Aprova o Código de Ética e Disciplina da Ordem dos Advogados do Brasil”?
Na verdade, não se encontra no Código de Ética da OAB (Resolução OAB Nº 02/2015), que é extremamente rigoroso com a conduta ética dos advogados, mesmo que folheado de “cabo a rabo”, nenhuma linha ou palavra que possa dar suporte ou justificativa ética à conduta dos advogados em questão, se eventualmente procedentes as suspeitas do MPF.
Sérgio Alves de Oliveira - Advogado/OAB/RS 5.348

Aqui jaz a moral, a ética, a decência e todos os bons costumes

Grupos protestam na frente da casa de Renan Calheiros exigindo sua saída da presidência do Senado

Protesto na frente da casa do senador Renan Calheiros nesta sexta-feira. 

Um grupo de manifestantes se reuniu em frente à residência oficial do presidente do Senado, Renan Calheiros, em Brasília, na manhã desta sexta-feira (2). Com vassouras e uma faixa, eles pedem a saída de Renan do cargo. “Réu não pode presidir o Senado! Fora Renan”, diz a faixa. O senador não estava em casa no momento do protesto.
Renan virou réu por crime de peculato nesta quinta-feira (1) por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF). Ele é acusado de usar dinheiro de propina para pagar pensão da filha fora do casamento. A decisão do STF deu força à campanha "Fora Renan", iniciada há duas semanas em Maceió, nos moldes das campanhas vitoriosas "Fora Dilma" e "Fora Cunha".
O peemedebista é acusado de receber propina da construtora Mendes Júnior para apresentar emendas que beneficiariam a empreiteira. Em troca, teve despesas pessoais da jornalista Monica Veloso, com quem mantinha relacionamento extraconjugal e teve uma filha, pagas pela empresa.
Renan apresentou ao Conselho de Ética do Senado recibos de venda de gados em Alagoas para comprovar um ganho de R$ 1,9 milhão, mas os documentos são considerados notas frias pelos investigadores e, por conta disso, Renan foi denunciado ao Supremo. 

Não reconheço poder em político corrupto. E você? ✰ Comentário de Joice Hasselmann

video
Pessoal, chega de reconhecer legitimidade em quem ataca o povo. 
NÃO RESPEITO, NÃO RECONHEÇO E NÃO ACEITO LEGITIMIDADE DOS TRAIDORES DO PAÍS.

Bom lembrar. Foi Lula quem ressuscitou Renan Calheiros.

Brasileiro tem memória curta e Petista adora distorcer fatos, puxando brasa pra seu assado.
Depois não querem o País nessa Zona.
Comunas jogam sujo, opositores não estudam as regras.
Renan Calheiros; exemplifica tese.
De a César o que é de César e a Lula o que é de Lula.
Lulinha!... Não se faça de desentendido.
Nada sei, nada vi; conversa pras tuas "ovelhas".
Segura essa mistura de Judas, Barrabás, Herodes e Lampião.
Esse filhote pródigo, cruza de Cascavel, com Jararaca é seu.
Renan ganhou poder em Brasília, com a chegada de Collor.
Desafetos na política das Alagoas, amigos de infância no Planalto.
Faceta conhecida do "Coronézinho".
Coraçãozinho volúvel, lealdade na vitrine, aberta à negociações.
Na campanha de Collor, batia no adversário Lula, sem dó, nem piedade.
Na verdade, piedade nunca foi seu forte.
PC Farias que o diga.
Com a queda de Collor, vagou quietinho, pra fugir de embaraços.
O tempo passa e chega a Redenção. Lula eleito, precisa de Jagunços fortes, pra lançar tentáculos no Nordeste.
Renan, Sarnei, Ciro Gomes, Collor & Cia, recebidos com tapete vermelho.
Ninguém mais segurou o Bonde do Calheiros.
Nas últimas eleições à presidência do Congresso, com Dilma indo à pique, levando consigo a corrompida Máquina PT, Lula investiu pesado na vitória de Renan no Senado. Garantia de aliado, no combate do Tsunami Cunha.
De nada adiantou.
Renan articulou de todas as formas pra preservar Dilma, mas Cunha passou o rodo.
Ao perceber estar no lado mais fraco, tratou de se bandear.
No Impeachment optou pelo "murismo"
No apagar das luzes mostrou o muito, que pouco vale. Jogou para as duas torcidas.
Juntamente com Lewandowski preservou Direitos Políticos de Dilma, cuspida na Cara do Judiciário e abriu microfone, pra registrar em Rede Nacional na posse de Temer, sonoro "tamu junto".
Criativo. Não se limitou ao lugar comum, do beijo na face.
Aproveitando-se da inexistência de Rodrigo Maia e da lentidão Temer, tratou de assumir o leme da Nação, tendo em Moro e na Lava Jato, única pedra no sapato.
Atolado de denuncias tentou o pulo do gato.
Legislar causa própria. Desarticular ameaças e conquistar simpatia de centenas de Congressistas, igualmente com rabo preso e implorando esgoto pra se esconder.
A Casa caiu. Virou "persona non grata". Perdeu queda de braço. Oficialmente Réu, certamente renunciará à presidência do Senado.
Um a menos. Razão pra comemorar, não fosse tentativa em curso.
Petistas querem jogar a "conta Renan", nas costas de Temer.
O atual mandatário não é sonho de consumo de ninguém. Interino com faixa. Ferramenta pra desparafusar Engrenagem Corrompida Lula.
Em se confirmando pessimistas, muitos erros cometerá.
Pode até ser, mas deixe-o errar pra depois condená-lo.
Os mesmos que defendem Lula, por crimes comprovadamente cometidos, querem cabeça de Temer, pelo que ainda está por vir.
Além de fanáticos, são videntes. Aberração ideológica vai mais longe.
Querem vender como verdade, ter o Pais afundado no lamaçal atual, por terem tirado Dilma Rousseff ...
Tem maluco repetindo que o Brasil deve um pedido de desculpas à Anta....
VOU ALI VOMITAR E JÁ VOLTO.
Coisas de um País que virou uma coisa. E Assim o Mundo Gira e o brasil se Afunda.

Parlamentares num coquetel enquanto PM confronta manifestantes do lado de fora

A foto resume muita coisa em nosso País

O criminoso Fidel ✰ Artigo de André Abrantes Amaral

Justificar os actos de Fidel Castro é uma falta de respeito para com as suas vítimas. 
Se elas sofreram o que sofreram o mínimo que nos cabe fazer é não irmos na onda dos que branqueiam as história. 

O ditador Fidel Castro morreu e muitos teceram-lhe elogios. Como é possível que tantos se tenham rendido à imagem falsa de um lutador romântico? Perante o que li e ouvi nos últimos dias sou forçado a perguntar se, caso seja necessário, essas pessoas estarão do lado certo no combate à opressão. 
Fidel matou, prendeu, torturou um povo que, apesar de tudo e com muito medo à mistura, o aguentou durante 57 anos. Mais de um milhão de cubanos fugiu, não de Cuba, mas de Fidel. Fugiram em barcaças, preferindo o mar infinito à prepotência, arrogância, autoritarismo e crueldade do ditador. 
Muitos morreram na viagem. Mais ainda morreram porque ficaram. De fome, na miséria, perseguidos. E os que viveram, fizeram-no com medo. Em silêncio. O tempo ensina a esconder as lágrimas e 57 anos são tempo de sobra para se aprender a esconder as emoções e a verdade. 
A morte de Fidel é uma esperança para os cubanos. Esta conclusão, por muito triste que seja, diz tudo sobre a personagem. Sublinhar quem foi verdadeiramente Fidel não é apenas impedir que este passe incólume, como pretendem tantos que por aí andam a apregoar a justiça mas que admiram ditadores. É o mínimo de respeito que nós, que tivemos a sorte de não sofrer às mãos de um Fidel Castro, devemos ter para com as suas vítimas. Eles sofreram e nós não somos capazes de contar a verdade? Porque se não formos capazes de o fazer agora, quem nos garante que estaremos presentes quando for preciso? 
O ditador Fidel Castro morreu e muitos teceram-lhe elogios. Como é possível que tantos se tenham rendido à imagem falsa de um lutador romântico? Perante o que li e ouvi nos últimos dias sou forçado a perguntar se, caso seja necessário, essas pessoas estarão do lado certo no combate à opressão. 
Fidel matou, prendeu, torturou um povo que, apesar de tudo e com muito medo à mistura, o aguentou durante 57 anos. Mais de um milhão de cubanos fugiu, não de Cuba, mas de Fidel. Fugiram em barcaças, preferindo o mar infinito à prepotência, arrogância, autoritarismo e crueldade do ditador. 
Muitos morreram na viagem. Mais ainda morreram porque ficaram. De fome, na miséria, perseguidos. E os que viveram, fizeram-no com medo. Em silêncio. O tempo ensina a esconder as lágrimas e 57 anos são tempo de sobra para se aprender a esconder as emoções e a verdade. 
A morte de Fidel é uma esperança para os cubanos. Esta conclusão, por muito triste que seja, diz tudo sobre a personagem. Sublinhar quem foi verdadeiramente Fidel não é apenas impedir que este passe incólume, como pretendem tantos que por aí andam a apregoar a justiça mas que admiram ditadores. É o mínimo de respeito que nós, que tivemos a sorte de não sofrer às mãos de um Fidel Castro, devemos ter para com as suas vítimas. Eles sofreram e nós não somos capazes de contar a verdade? Porque se não formos capazes de o fazer agora, quem nos garante que estaremos presentes quando for preciso? 

Atenção STF: Aborto é homicídio de bebes! #MATANCANAO ✰ Comentário de Joice Hasselmann

video
Se nossa justiça autoriza mães a matarem seus próprios bebês, como impedir que seres humanos adultos matem uns aos outros? Que ESTUPIDEZ!

A inacreditável coleção de joias da mulher de Sérgio Cabral

Só na joalheria Antonio Bernardo foram compradas 460 joias, em dinheiro vivo e sem nota fiscal, por Cabral e Adriana Ancelmo. Ainda tem as joias da H. Stern. E falta o resultado da investigação em outras joalheiras famosas que também receberam isenções fiscais de Cabral e de Pezão. Não será surpresa se a coleção de joias da família Cabral ultrapassar as mil peças. Nem rainhas têm tantas joias. É uma afronta ao povo do Rio de Janeiro. É por causa dessa roubalheira que o Estado do Rio hoje está quebrado e os servidores agonizam. 
Isso me lembra um caso que ficou famoso, o de Imelda Marcos, mulher do ditador das Filipinas, Ferdinando Marcos, que foi deposto em 1986 e causou revolta da população do país ao se descobrir que a primeira-dama tinha uma coleção de 3 mil pares de sapatos. No caso da ex-primeira-dama do Rio, a coleção é de joias. 
Está mais do que claro que o casal Cabral lavava dinheiro da corrupção também através da compra de joias luxuosas, como o par de brincos de R$ 612 mil. 

Enquanto nó choramos... eles riem da nossa cara

Recordar é viver: O misterioso roubo da coleção de joias da mulher do governador Pezão

Muita gente nem lembra mais porque o caso foi abafado pela imprensa na época, mas em 2012 quando Pezão era vice-governador e viajou com a esposa para a Sicília, na Itália, seu apartamento no Leblon, mesmo com a segurança do Gabinete Militar, foi arrombado. 
Segundo a delegada que conduziu a investigação inicial foram roubadas 15 caixas de joias. Vejam que não é apenas a mulher de Cabral, Adriana Ancelmo, que coleciona joias. A mulher do Pezão, claro, de forma bem mais modesta, também tinha uma coleção de joias, da mesma foram que o atual governador, assim como Cabral, também concedeu isenções fiscais a joalherias. 
O mistério permanece até hoje. Na época Pezão disse à imprensa que todas as joias foram herança de família, mas jamais apresentou qualquer comprovação. 
Vejam abaixo uma postagem do blog, de 2014, onde falava do mistério do roubo das joias da mulher de Pezão.
Garotinho

O que o dinheiro não pode comprar ✰ Comentário de Luiz Carlos Prates

video

Lulinha usou laranja para lavar apartamento de R$ 3 milhões e gastou mais R$ 1,6 milhão em reformas.

Revelações são da Polícia Federal.

O apartamento onde mora Fábio Luís Lula da Silva, primogênito do ex-presidente Lula, foi adquirido por R$ 3 milhões e recebeu reformas, armários e eletrodomésticos que, somados, custaram R$ 1,6 milhão. Os valores constam de um relatório da Polícia Federal, onde se informa ainda que o imóvel foi comprado em 2009 por Jonas Leite Suassuna Filho, um dos sócios do sítio de Atibaia e da Gamecorp, empresa de Fábio Luís. O sítio de Atibaia é usado pelo ex-presidente Lula e sua mulher, Marisa Letícia.
O laudo da Polícia Federal, anexado a um dos inquéritos que investiga o ex-presidente Lula e seu filho, mostra que Suassuna deu uma procuração para que a as chaves fossem entregues a Lilian Bittar, que cuidaria também das obras. Lilian é mulher de Fernando Bittar, outro sócio do sítio de Atibaia e da Gamecorp, e foi contratada como designer de interiores para supervisionar o acabamento do imóvel.
De acordo com os documentos anexados às investigações, que não estão sob sigilo de Justiça, o imóvel foi adquirido na planta e as chaves foram entregues em 2012. As reformas, instalação de armários planejados e eletrodomésticos ocorreram em 2013.
Segundo a PF, a reforma ficou em R$ 772,7 mil, os armários planejados custaram R$ 725,8 mil e os eletrodomésticos, R$ 130,8 mil. Os armários, da empresa Ornare, tiveram como responsável a empresa Coskin, que pertencia à Fernando Bittar e Lilian.
Junto com o laudo, a Polícia Federal anexou um e-mail enviado pela loja Miami Store que mostra que a compra dos eletrodomésticos foi feita a pedido de Fábio Luís e sua mulher. O e-mail é endereçado a Kalil Bittar, irmão de Fernando Bittar.
"Olá Kalil, tudo bem? Seguem os orçamentos dos produtos escolhidos pelo Fabio e esposa. Preciso transformá-los em pedido e negociar com você a forma de pagamento e desconto. Agora em outubro todos os eletrodomésticos terão seus valores reajustados devido à alta do dólar. Aguardo seu contato para fecharmos a negociação!"
Segundo as investigações, a nota fiscal que pagou parte dos eletrodomésticos foi emitida em nome da empresa PDI Processamento de Imagem Digital, que pertence a Kalil. Em depoimento à Polícia Federal, um funcionário da loja informou que Lulinha e Kalil estavam juntos no dia da compra. A adega climatizada foi comprada por Fernando Bittar. O nome de Kalil Bittar está como responsável pela compra de eletrodomésticos portáteis, como batedeira, liquidificador e torradeira.
O apartamento fica na Rua Juriti, no edifício Hemisphere, num dos bairros mais valorizados de São Paulo, perto do Parque do Ibirapuera, e tem 335 metros quadrados. O prédio tem piscinas coberta e descoberta, academia de ginástica, quadra poliesportiva e lounge. Em março passado, o imóvel foi foi alvo de busca e apreensão pela Polícia Federal, na 24ª fase da Operação Lava-Jato.
Os advogados informaram, em nota, que não tomaram conhecimento do laudo da Polícia Federal, que foi anexado ao inquérito da Lava-Jato que investiga o sítio de Atibaia. O inquérito não é protegido por sigilo de Justiça.
“Não tomamos conhecimento do laudo citado pela jornalista. A Sra. Lilian Bittar é decoradora, amiga de Fábio Luis e de sua esposa, e assessorou o casal na compra de eletrodomésticos. A compra realizada envolve objeto lícito e pessoas privadas, sendo absolutamente despropositada a realização de um laudo policial para tratar do assunto. Maior absurdo ainda é a divulgação, pela Polícia Federal, de dados protegidos pela Constituição Federal. Não pode ser mera coincidência o fato de a divulgação ocorrer na mesma semana em que diversas testemunhas arroladas pelo Ministério Público Federal prestaram depoimentos que isentam o ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva tanto na acusação relacionada ao triplex, do Guarujá, como na afirmada interferência na delação premiada de Nestor Cerveró”, disseram em nota.
Recentemente, a Polícia Federal também passou a investigar pagamentos feitos à Gamecorp pela Cervejaria Petropolis. Os delegados querem saber se a cervejaria fez repasses de valores de empreiteiras. A Gamecorp informou, na ocasião, que já prestou às autoridades fiscais os esclarecimentos solicitados, “demonstrando a inexistência de qualquer irregularidade na sua atuação”. “Registre-se, ainda, que o vazamento de um procedimento administrativo configura crime e será objeto das providências jurídicas cabíveis”, afirmou na nota o advogado da empresa, Cristiano Zanin Martins.
O grupo Petrópolis informou que os pagamentos à Gamecorp têm lastro “em contratos cujos objetos foram a captação e edição de imagens para a TV Corporativa do Grupo Petrópolis, além de transmissão e veiculação da programação”.

Papagaios de pirata

O pior Natal da vida dos servidores estaduais do Rio de Janeiro

Entramos em dezembro e muitos servidores só vão receber a última parcela do salário de outubro na próxima segunda-feira, dia 5, que seria o dia original para o pagamento do salário de novembro. Mas esse ninguém sabe quando começará a ser pago. A única certeza, já adiantada pelo secretário de Fazenda, Gustavo Barbosa, é que o salário de novembro também será pago parceladamente em doses homeopáticas. 
Com isso, infelizmente, os servidores devem chegar ao Natal sem ter recebido integralmente. E nada de 13º salário até agora. Se depender do Estado não haverá 13º. Mas os servidores ainda têm esperanças de que o governo federal libere uma verba para os estados em dificuldades. É a única alternativa. 
E os servidores já sabem que 2017 será ainda pior. Pezão já declarou que só garante o pagamento de 8 folhas mensais. É uma situação dramática, que piora a cada dia, afinal os servidores só vão acumulando dívidas. 

Desabafo de um Sargento da PM-CE após a prisão de bandidos que já haviam sido presos várias vezes e mesmo assim estavam em liberdade

video

Chapecoense: Se pane seca for confirmada, familiares podem não receber indenização

Se a pane seca no voo da LaMia, que caiu enquanto transportava a equipe da Chapecoense para Medellín, for confirmada, os familiares das vítimas do acidente não devem receber a indenização do seguro da companhia aérea. Segundo informações do jornal Folha de S. Paulo, a apólice do seguro contratado pela empresa boliviana tem duas cláusulas de exclusão que eliminariam a necessidade da cobertura em caso de negligência ou omissão do operador. A suspeita de pane seca deve ser confirmada com a abertura das caixas pretas – as autoridades colombianas dizem que já é possível afirmar “claramente” que o tanque do avião estava vazio no momento do acidente. As investigações preliminares apontam que o piloto, Miguel Quiroga, decidiu correr riscos ao não ter parado para abastecer ou ainda por ter comunicado a emergência à torre de controle de forma tardia. 
De acordo com a apólice firmada com a resseguradora (seguro das seguradoras) Tokio Marine Kiln, o valor da indenização acertado é inferior aos praticados no segmento aéreo. O seguro para ocorrências de terceiros contratado pela LaMia é de US$ 25 milhões (R$ 87 milhões), inferior ao US$ 1 bilhão (R$ 3,4 bilhão) que as empresas do setor costumam acordar em coberturas amplas. O valor não protege a própria aeronave Avro RJ85, a única da frota, com capacidade entre 85 a 100 passageiros.

Campeonato Morumbi Velocidade na Terra ✰ Grande Final - Campos dos Goytacazes RJ


04/12 eu vou! VemPraRua.net e a malandragem brasileira

Como é incrível ver um país com a eficiência com que a Colômbia demonstrou desde o desastre com o time da Chapecoense !
Falo isso, pois menos de quatro horas após a queda do avião, eles já tinham socorrido os sobreviventes e resgatados os mortos !
Menos de três dias depois já reconheceram todos os corpos e liberaram para as autoridades brasileiras !
Opa pera aí, aí vem o problema !
A incompetência ficou encarregada de transportar os corpos para o Brasil !
Pois bem, após a liberação não se sabe porque, pois os corpos estão liberados, foram transportados ontem às 16:00 horas da tarde !
Talvez vocês não entendam, mas é simples assim :
As autoridades estão demorando para fazer o transporte, pois altas autoridades do país desejam que o velório e enterro se estendam até domingo !
Aí vocês me perguntam, mas o que uma coisa tem ver com a outra?
Domingo teremos manifestações marcadas em todo o país e para tentar esvaziar essas manifestações eles estão usando uma tragédia para manipular as pessoas !
Eles querem que você fique em casa assistindo o velório, enterro e não vá para as ruas no domingo !
Espalhem essa mensagem, pois as pessoas precisam saber como as coisas funcionam nesse país.

03 de Dezembro - Dia Panamericano do Médico

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Emílio Odebrecht assinou o acordo da "Mãe de todas as Delações"

Na foto, Norberto, de pé, mais Marcelo e Emílio. O acordo permitirá que Marcelo passe o Natal em casa, em prisão domiciliar.

As delações envolverão pelo menos 200 políticos de grosso calibre, a maioria dos quais deputados, senadores e dirigentes partidários em pleno exercício do cargo, além de Lula, Dilma e o PT. Todos são acusados por grossa roubalheira de dinheiro público.
Emílio Odebrecht, o patriarca do grupo Odebrecht, pai de Marcelo (Marcelo assinará tudo na sexta-feira) acaba de assinar o acordo de delação premiada com a força-tarefa da Lava Jato.
Entre hoje e amanhã, 70 altos Executivos da Odebrecht assinam o acordo.
A própria empreiteira e as demais empresas controladas pelo mesmo grupo, como Braskem, firmaram acordo de leniência, que é uma espécie de delação premiada para empresas.
O grupo terá que indenizar a Petrobrás com a quantia de R$ 6,7 bilhões, o maior valor pago até agora por qualquer dos envolvidos nos escândalos ocorridos sob o patrocínio dos governos do PT.
O maior valor pago anteriormente foi da Andrade Gutierrez, R$ 1 bilhão.

Ministra Carmen Lucia (STF) arrasa Renan, Maia e Temer. PODEM calar um JUIZ mas não a JUSTIÇA

video

Joaquim Barbosa é sinal do teatro de horrores que pode nos aguardar em 2018

Os idiotas, irresponsáveis e oportunistas que passaram a ver nos políticos todos os males do mundo
 preparam o terreno a disputa do fim do mundo

Joaquim Barbosa concedeu uma entrevista a Mônica Bergamo na Folha desta quinta. O trabalho da entrevistadora foi impecável. As respostas do entrevistado trazem uma das maiores quantidades de bobagens por centímetro quadrado dos últimos tempos.
Mas deve ser vista e percebida muito além do conteúdo imediato. Trata-se da fala de um pré-candidato. Os tempos, dados a metafísica influente e o trabalho continuo, cotidiano e dedicado de idiotas e oportunistas, produzirão muitas vozes assim.
Eu ia escrever aqui que o circo de 2018 está se armando. Mas seria injusto com os profissionais desse ramo. Escolho outra imagem: o hospício de 2018 está se anunciando.
Barbosa já foi o Sérgio Moro da esquerda e da direita. Sua figura passou por evoluções curiosas. No pré-mensalão, ele era considerado o “negro de ouro do PT” e simbolizaria o novo poder. Afinal, lá estava um “afrodescendente” no Supremo. Por razões técnicas e conceituais, houve alguns embates muito duros entre o então ministro e Gilmar Mendes, que permanece na Casa.
Eram tempos em que os petralhas mandavam nas redes sociais, com a popularidade de Lula costeando os 80%. Os vermelhos o transformaram em herói. Era o “nosso (deles) negro” contra a “elite de olho azul”. Era o “nosso (deles) Barbosa contra o Gilmar deles (que seria nosso…)”
Mas aí Barbosa virou relator do mensalão. O PT tentou cobrar do ministro a fatura. Não lhe foi dito deste modo, mas o sentido era este: “Bem, botamos um negro do Supremo; chegou a hora de você nos pagar, beijar a nossa mão…”
Barbosa, justiça se lhe faça, repudiou o assédio, deu-lhes uma solene banana e não promoveu, em seu relatório, a sugestão de absolvição em massa. Muito pelo contrário. Aí o PT o transformou num demônio, o que fez com que Barbosa virasse herói dos antipetistas.
Bem, queridos, o meu arquivo está aí. Mesmo no auge do mensalão, procurem saber quantas vezes tratei o então relator do mensalão como Deus. Muito pelo contrário: eu apontei o que considerava suas fragilidades técnicas e conceituais quando ele era o queridinho dos petralhas e quando era o queridinho dos antipetralhas.
Não estou preparado para adorar humanos. Se e quando cometem erro, aponto.
A entrevista
É claro que Barbosa está testando a viabilidade de uma candidatura, seja à Presidência da República, seja ao governo do Rio.
Na entrevista, o ex-ministro do Supremo tenta surfar na insatisfação dos brasileiros, diz que o impeachment foi uma “operação Tabajara”, compra a tese petista de que os políticos estavam apenas tentando conter a Lava Jato, diz que se mexeu no pilar fundamental do país que é a Presidência, que o Congresso entrou em conluio com o vice e vai por aí…
Num dos momentos mais eloquentes de suas bobagens, afirma:
“Os cientistas políticos consolidaram o pensamento de que o presidente depende do Congresso para governar. E não é nada disso. Uma das características da boa Presidência é a comunicação que o presidente tem diretamente com a nação, e não com o Congresso. Ele governa em função da legitimidade, da liderança, da expressão da sua vontade e da sua sintonia com o povo. Dilma não tinha nenhum desses atributos.”
Nesse retrato, caberiam Hitler e Mussolini. Inclusive no que diz respeito à repulsa aos políticos.
Ao ler a entrevista de Joaquim Barbosa e constatar o que escrevi sobre ele neste blog, fico muito feliz de não ter batido palma para doido dançar, como fazem alguns oportunistas hoje em dia, com os Joaquins Barbosas da hora.
Todos esses que hoje vociferam contra políticos estão fazendo, queiram ou não, uma aposta: a de que 2018 será a hora de muitos Barbosas…
Se os políticos continuarem a ser a Geni do Brasil, também não haverá reformas.
Chegaremos com um país quebrado, em pandarecos, com uma fila de malucos que julgam falar com seres de outro mundo.
Não se enganem. Países não fecham as portas. Mas podem piorar infinitamente.

Comunista feliz

Depois de quase 10 anos, o STF cria coragem e aceita denúncia contra Renan Calheiros

Vindo da época de Fernando Collor de Mello, Renan hoje, pode ser considerado 'o rei da cocada preta".

Este processo contra Renan, julgado ontem, pela Suprema Corte, há mais de 09 (nove) anos vivia mudando de gaveta. Segundo a imprensa, o dito cujo passou mais de 06 (seis) anos na gaveta do Procurador Geral da Republica; em seguida, foi largado nas mãos de Ricardo Lewandowski, que também o colocou na gaveta e passou mais alguns anos lá. 
Na época Renan renunciou ao cargo de presidente do Senado, Depois Lewandowski, passou a bola para o ministro Edson Fachin, que o manteve na gaveta por mais um ano e meio.
O processo foi posto em pauta e Fachin passou a ser o relator. Ontem a denuncia foi aceita e Renan Calheiros, apesar de alguns dos crimes cometidos terem sido prescritos, SE TORNOU RÉU.
Por 8 votos a 3, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quinta-feira (1º) abrir uma ação penal e tornar réu o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), pelo crime de peculato (desvio de dinheiro público).
VEJAM QUE COISA ENGRAÇADA:
A decisão não significa que o senador seja culpado, conclusão que só poderá ser feita ao final do processo, que só Deus e/ou diabo, devem saber, quando essa figura será julgada. Porque, segundo a imprensa, isso somente acontecerá: após a coleta de novas provas, depoimentos de testemunhas e manifestações da defesa, coisas que, talvez, nem existam mais.
OBS: Fora esse processo, contra o artista, existem, nas gavetas do STF, mais 11. O que, caracteriza, dessa forma, ser a Justiça brasileira, a principal culpada pela impunidade reinante no país. 

Moro dá sentença: Senado quer criminalizar Lava-Jato ✰ Comentário de Joice Hasselmann

video
Acompanhe os detalhes da audiência pública no Senado para debater o projeto que quer impedir investigações como a Lava Jato

Avião não cai! ✰ Artigo do Coronel Maciel

Atenção ao prefixo deste avião
Já falei mais de mil vezes: -- avião não cai; avião é derrubado! Assim como já falei “mais de mil vezes”: -- Façam o que eu digo; mas não façam o que eu faço! Já fiz as maiores “leãozadas” na minha querida Força Aérea; mas nunca, nas minhas mais de dez mil e uma milhas voadas, nunca arranhei nenhum dos meus lindos aviões e sempre voei com muitos “galões” a mais nos meus tanques de combustível, sempre pensando na mãe e nos filhos que ficaram em casa. Aproveito a oportunidade para lembrar a todos os pilotos “novinhos” que aviões devem ser tratados como se deve tratar todas as mulheres do mundo, sejam elas gordinhas, magrinhas branquinhas, negrinhas, louras, morenas, baixinhas ou gigantes:-- Com muito “amore”, carinho e principalmente finesse, se não a casa cai...
Esse caso do time de Chapecó precisa ser muito bem analisado, pois “ouvi dizer” que a “Conmebol” -- filiada à FIFA, Federação com inúmeros dirigentes presos por aí, envolvidos nas maiores “falcatruas -- era muito “interessada” em que o transporte dessas equipes sul-americanas de futebol fossem feitas somente pela “LaMia”, empresa de “um só avião”, o que caiu; assim como seria “interessante” procurar saber se a “ANAC”, essa verdadeira “Anarquia”, ao “não autorizar” um voo direto de São Paulo para Medellín agiu dentro dos conformes, ou se não fez também algum “arrumadinho”... Tudo é possível, como dizia o Machado de Assis.
Se faço esse arrodeio todo é para “alertar” as autoridades que o “Avião Brasil” está prestes também a cair, não por falta de combustível, mas por falta de vergonha, “Avião” que precisa urgentemente de uma troca de “tripulação”, por “aviadores” responsáveis, de mãos ágeis e competentes, civis ou até mesmo, como alguns mais afoitos desejam, pilotos “militares”...

Tal pai, tal filho!

TRF4, Porto Alegre, aumenta penas de Cerveró e Fernando Baiano

A 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) julgou ontem a apelação criminal do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró e do lobista Fernando Antônio Falcão Soares (Fernando Baiano). O resultado só foi conhecido esta tarde pelo editor. Esse processo da Operação Lava Jato refere-se à contratação pela Petrobras da Samsung Heavy Industries para o fornecimento dos navios-sonda para perfuração de águas profundas Petrobras 1000 e Vitória 10.000 mediante o oferecimento de vantagem indevida de 40 milhões de dólares pela empresa Samsung Heavy à Diretoria da Área Internacional da Petrobras, ocupada por Cerveró, com intermediação de Fernando Baiano.
O relator, desembargador federal João Pedro Gebran Neto, que foi acompanhado por maioria pela turma, deu provimento ao recurso do Ministério Público Federal (MPF) e aumentou a pena dos réus com base na culpabilidade e na aplicação do concurso material. A culpabilidade leva em conta as características dos réus, como alta escolaridade, boas condições financeiras, capacidade de compreender o caráter ilícito da própria conduta e ampla possibilidade de comportar-se em conformidade com o Direito. Já o concurso material deixa de considerar crimes da mesma natureza como um só e passa a somá-los.
Cerveró foi condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro e teve a pena aumentada de 12 anos, 3 meses e 10 dias para 27 anos e 4 meses de reclusão. Ele deverá cumprir a sanção conforme os termos do acordo de colaboração.
Fernando Baiano foi condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro e teve a pena aumentada de 16 anos, 1 mês e 10 dias para 26 anos de reclusão. Ele deverá cumprir a sanção conforme os termos do acordo de colaboração.

Jean Wyllys foge do julgamento da cuspida com medo do Bolsonaro

video

Para economizar, governador Pezão e Wagner Victer querem fechar 82 escolas

É mais uma tragédia para a educação do Rio de Janeiro. Durante o governo Cabral foram fechadas 157 escolas. Um calamidade! Agora o plano do secretário de Educação, Wagner Victer, que não entende nada do assunto, com o aval do governador Pezão, é fechar mais 82 unidades. 
Ontem Victer foi à ALERJ e falou em remanejamento de alunos, mas os deputados não caíram na conversa fiada. O plano é mesmo fechar mais 82 escolas e mandar os alunos, professores e funcionários para outras unidades, algumas muito distantes. É uma vergonha. A educação no Estado do Rio segue afundando. Por isso alunos e pais fizeram protesto anteontem na ALERJ, mas foram proibidos de participar da audiência pública com Wagner Victer. 
O problema é que alguns deputados denunciam a situação, mas a maioria não faz nada, só balança a cabeça para as decisões do governo Pezão. 

Congresso unido em favor da moralização

Deputados confessam seus crimes, e eles mesmos se julgam e se absolvem

É realmente lamentável que enquanto a imprensa divulgava a comoção que tomava conta do povo brasileiro por causa do acidente aéreo que provocou a morte de 71 passageiros do voo que levava a equipe da Chapecoense para o primeiro jogo da decisão da Copa Sul-americana, o Congresso Nacional tenha se aproveitado para aprovar projetos que se vigorarem poderão para a Operação Lava-Jato. Triste é constatar que nossos insensíveis políticos corruptos matam muito mais pessoas do que aquele avião da LaMia, o que se confirma através do elevado número de óbitos por falta de atendimento hospitalar. Eles buscam alterar as leis para não serem punidos aqueles que são responsáveis por falta de leitos, centros cirúrgicos desativados por não receberem manutenção, bem como pela existência de 146 ambulâncias adquiridas para atendimento aos participantes dos Jogos Olímpicos 2016 e que se encontram empoeiradas e enferrujadas em um quartel do Corpo de Bombeiros. Dá para se avaliar quantas pessoas podem ter morrido por falta de remoção, algo para o qual talvez uma delas poderia ter sido útil;
O povo não pode deixar de reagir contra qualquer entrave às ações da Operação Lava-Jato. é preocupante o anúncio do procurador Deltan Dellagnol afirmando que se aprovado o projeto que intimida procuradores e juízes - o alvo principal são ele e o juiz Sérgio Moro - caso passe no Senado Federal ou seja sancionado pelo presidente Michel Temer, todos os integrantes da Lava-Jato sairão dela. Só acertaram numa coisa, que é acabar com o "castigo" hoje imposto a magistrados, que perdem o emprego, mas ficam vitaliciamente recebendo seus salários quando praticam malfeitos. Caso isso venha a ocorrer, só resta ao povo uma alternativa: marchar pela ruas e avenidas e praças do país, mas em direção a Brasília, especificamente para frente do Congresso Nacional, sabendo que eles só entendem a linguagem da ameaça à integridade física deles. Os parlamentares, a maioria deles implicados na Lava-Jato, acabam de formalizar uma confissão de culpa, fazem papel de juízes deles mesmos e se declaram absolvidos. Essa vergonhosa Câmara tem de ter seus membros totalmente substituídos, e já. Não dá para esperar 2018.

Máquina de pegar ladrão

video

PSDB e Aécio Neves articularam urgência para votação do pacote anticorrupção

cio Neves (PSDB-MG) foi o primeiro a articular urgência da votação 
e seu partido prometeu votos no requerimento, mas não cumpriu ao perceber que perderia

Nenhum senador do PSDB votou a favor da manobra para acelerar a votação do pacote anticorrupção no Senado. O resultado da votação, entretanto, disfarça os acordos costurados ao longo da tarde de quarta-feira. Interlocutores que participaram das reuniões garantem: Aécio Neves (MG) foi o primeiro a articular a urgência da votação e o PSDB prometeu votos no requerimento, mas não cumpriu.
Presidente do PSDB, Aécio trabalhou ao longo da tarde para costurar o acordo, que foi fechado com lideranças do PMDB, PT, PSD, PP e PTC. O tucano foi o principal articulador do pedido de urgência, afirmam fontes. Se fosse aprovado o requerimento, o senador Roberto Requião (PMDB-PR), que é relator do abuso de autoridade, assumiria também o pacote anticorrupção para apresentar parecer favorável a todas as modificações feitas na Câmara. De acordo com o Ministério Público, o projeto foi desvirtuado pelos deputados.
Na noite desta quarta-feira, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), conduziu a manobra. O peemedebista, que não costuma perder votações e, quando observa clima desfavorável, prefere suspendê-las, acabou derrotado por 44 votos a 14.
À primeira vista, Renan pareceu sozinho em sua articulação. Mas, na realidade, líderes que participaram do acordo acabaram desistindo diante da reação do plenário. Renan insistiu na votação porque confiou no acordo firmado mais cedo. Senadores que estiveram em um jantar natalino na casa de Eunício Oliveira (PMDB-CE) após a votação relataram que houve constrangimento entre aqueles que prometeram o voto, mas não entregaram.
[…]
As maiores críticas, entretanto, recaíram sobre o PSDB. De acordo com um dos senadores que participou das reuniões para a manobra, a bancada tucana foi orientada a votar fechada contra o requerimento de urgência quando Aécio notou que iria perder. Desta forma, o partido sairia insuspeito.
Em sendo isso verdade – e não tenho motivos para duvidar que seja – trata-se de mais uma prova de como o PSDB e o senador Aécio Neves não estão à altura dos desafios nacionais, são parte do problema, não da solução. Medo da Operação Lava Jato, da lista da Odebrecht? Provavelmente.
O fato é que os tucanos, especialmente aqueles da velha guarda, fazem parte dessa podridão que precisa ser mudada. FHC, Aécio Neves e José Serra chegaram a enaltecer o ditador cubano Fidel Castro, o que comprova como preservam um viés esquerdista inaceitável. As decepções não param!
Precisamos de algo novo mesmo, de liberais e conservadores que venham de fora do sistema, “outsiders”, desafiando o establishment corrupto e esquerdista. Esperar de “lideranças” como Aécio Neves, que se mostraram totalmente pusilânimes nos últimos anos, talvez por rabo preso, alguma efetiva liderança no processo de reconstrução do Brasil, parece algo simplesmente absurdo.
O antigo PSDB não tem espaço no Novo Brasil que estamos – população brasileira – lutando para construir.

Pode isso, Arnaldo

Universidades brasileiras caem em ranking internacional

As universidades brasileiras caíram na avaliação de um dos principais rankings universitários e pela primeira vez, desde 2013, o País deixou de aparecer nas 10 primeiras posições de instituições mais prestigiadas dos países emergentes. O ranking é feito pela revista britânica Times Higher Education (THE), uma das principais referências em reputação acadêmica.
A Universidade de São Paulo (USP) era a única instituição brasileira que aparecia entre as dez primeiras, mas caiu da 9ª posição para a 13ª. A primeira edição do ranking de países emergentes da THE foi divulgada em 2013. Naquele ano, a USP ficou no 11º lugar. Procurada pela reportagem, a USP não se posicionou até as 19h desta quarta-feira, 30.
Outras 11 instituições do Brasil também perderam posição no ranking. “O número de estudantes universitário no Brasil cresceu 60% entre 2005 e 2012, mas a realização não tem sido acompanhada no mesmo tamanho em financiamento. Há muito trabalho para ser feito para melhorar a qualidade e a relevância da educação”, disse Phil Baty, editor da publicação.
O Brasil tem 25 universidades entre as 300 instituições avaliadas pelo ranking. No ano passado, quando a publicação incluía apenas as 200 melhores, o País tinha 14 entre as destacadas. “É uma boa notícia que 25 universidades brasileiras entraram para essa prestigiada lista – contra apenas 15 no ano passado -, mas é decepcionante que a maioria tenha perdido posição”, disse Baty.
A China mais uma vez dominou o ranking, com seis instituições nas 10 primeiras posições e 52 no total.
Entre os 13 critérios analisados pela revista, estão o grau de titulação dos professores, o impacto das citações em publicações científicas, reputação e o nível de internacionalização das universidades.
A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), segunda melhor instituição brasileira, de acordo com a revista, caiu da 24ª para a 28ª posição. Para Alvaro Crósta, coordenador geral da universidade, as oscilações são “naturais”, mas disse que a queda está relacionada a queda de investimentos. “As universidades chinesas são as que mais têm se destacado e elas têm um investimento massivo de seu governo. Ao contrário da situação que vivemos no Brasil, com uma série de problemas no orçamento”, disse.
Crósta afirmou que, para melhorar seu prestígio, a Unicamp precisa investir na internacionalização, atraindo professores e estudantes, e melhorar a visibilidade de sua produção científica. “São ações que demandam recursos e, nesse momento de crise, o que temos é destinado para suprir necessidades básicas, como o pagamento de salários. Não temos espaço para novos investimentos em ações de internacionalização”, disse.
As universidades estaduais paulistas vivem uma grave crise financeira. A principal fonte de receita das três universitárias é a cota fixa de 9,57% da receita do Estado de São Paulo com o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), tributo com a maior queda de arrecadação neste ano em função da crise econômica. Apenas o gasto com os salários de professores e técnicos já supera toda a receita vinda do Estado.
A Universidade Estadual Paulista (Unesp) também caiu neste ano da 122ª para a 169ª posição. No entanto, a instituição afirmou que a crise financeira não afetou “decisivamente” o posicionamento no ranking por ser muito recente. “Mas, nos próximos anos, se ela perdurar, é bem possível que repercuta nos indicadores acadêmicos”, disse em nota a universidade.

Irmãos de alma ✰ Comentário de Luiz Carlos Prates

video

Vídeo mostra políticos ucranianos sendo jogados no lixo, assista

Vitaly Zhuravsky é um antigo membro do partido do ex-presidente Viktor Yanukovich, deposto em fevereiro de 2014 após uma série de violentos protestos na cidade.
No clipe é possível observar que Zhuravsky é levado por manifestantes até uma lixeira localizada em frente ao parlamento. Ele é então jogado lá dentro e impedido de sair. Num segundo momento, conforme mostrou outro vídeo, militares conseguem resgatá-lo. O vídeo que foi feito em 2014 volta à tona nas redes sociais.
Até hoje não se sabe ao certo quais foram as motivações do ato. Mas, segundo o jornal "The Washington Post", o fato aconteceu durante um protesto que exigia do governo ucraniano a adoção de medidas para a remoção de políticos ligados ao regime anterior de seus cargos atuais.
Após o episódio, o pedido da população foi atendido. O primeiro-ministro da Ucrânia, Arseny Yatseniuk, declarou que um milhão de servidores públicos teriam "a sua lealdade avaliada". A ideia era rastrear possíveis práticas corruptas herdadas do antigo governo.
Confira o vídeo que mostra Zhuravsky sendo jogado no lixo por manifestantes
video
Ig

Ecosexual

Domador morre após ataque de leão em apresentação de circo, veja o vídeo

Um domador morreu após ser atacado por um leão durante uma apresentação circense, em Alexandria, no Egito. Islam Shaheen, de 35 anos, se apresentava em uma sessão repleta de crianças quando foi surpreendido e atacado por um dos três leões que estavam com ele em uma jaula. Ele chegou a ser levado ao hospital Andalusian Salam, mas morreu.
Em um vídeo horripilante, é possível ver o momento do ataque. Islam está dentro da jaula e acena para um primeiro leão, enquanto outro sobe uma escada. De repente, surge um terceiro animal que o ataca ferozmente. As crianças começam a gritar e a música é interrompida. Outros treinadores, então, tentam desesperadamente ajudá-lo, afugentando os leões com pedaços de pau.
À imprensa egípcia, o irmão de Shaheen contou que ele trabalhava em circos há dez anos e os animais em questão eram recém-chegados da África do Sul. Já Mohammed Mustafa, assessor do circo, relatou que o animal que atacou o domador está em período de acasalamento, o que propicia um "comportamento errático". O leão foi afastado de qualquer apresentação enquanto uma investigação em curso apura a tragédia.

video

Cobras vivas são achadas dentro de meias em aeroporto de São Paulo

Cobras vivas encontradas dentro de remessas expressas no aeroporto de Guarulhos, informou a Receita Federal nesta 5ª feira 

A Receita Federal no Aeroporto de Guarulhos encontrou duas cobras vivas, da espécie píton, em pacotes vindos da Europa.
Ao abrir uma das remessas separadas para conferência, agentes da Receita encontraram duas meias lacradas, sendo que uma delas estava se mexendo. Após abrirem a meia, observou-se que havia um animal vivo dentro dela.
Com a descoberta, uma equipe de segurança e um servidor do Ibama do Aeroporto foram acionados para conferiram o pacote com uma auditora-fiscal.
As cobras foram entregues ao Ibama, que solicitou o auxílio da Polícia Federal para prender o destinatário da remessa por tráfico ilegal de animais. 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...