quarta-feira, 28 de março de 2012

Parabéns, Campos dos Goytacazes

... a mais linda planície do mundo


No dia 28 de Março do ano de 1835 (há 177 anos) era elevada à categoria de Cidade a Vila de São Salvador (Campos). Antes de  comemorarmos é importante entendermos um pouco mais sobre a história da cidade, que vem bem antes deste período.
As terras dos índios goitacases começaram a ser colonizadas pelos portugueses em 1627, com a chegada dos "sete capitães". Pertenceu à capitania de São Tomé e se tornou, cinquenta anos depois, no dia 29 de maio, a vila de São Salvador dos Campos. Foi elevada à categoria de cidade em 28 de março de 1835.


A história de Campos dos Goytacazes pode ser contada desde meados do século XVI, quando Dom João III doou a Pero Góis da Silveira a capitania de São Tomé, cujo nome, posteriormente, passou a Paraíba do Sul. Com a chegada dos portugueses à região, começou a luta com grupos indígenas da etnia goitacá, porém, não se desenvolveu um processo ocupacional. Em 1627, por ordem da Coroa Portuguesa, a Capitania de São Tomé foi dividida em glebas, doadas a sete capitães portugueses, alguns deles donos de engenho na região da Guanabara, efetivando a ocupação.
Em 1650, foi implantado o primeiro engenho em solo campista. Visconde d'Asseca funda a Vila de São Salvador dos Campos dos Goytacazes, em conseqüência da construção de uma capela em louvor ao SS. Salvador, em 29 de maio de 1677.
Em 1833, foi criada a Comarca de Campos e, em 28 de março de 1835, a Villa foi elevada à categoria de Cidade com o nome de Campos dos Goytacazes, dando início ao progresso na região.


Portanto além de 177 anos de elevação a cidade no dia 28 de março, de 335 anos de elevação a Vila no dia 29 de maio, Campos começou a ser colonizada 50 anos antes, em 1627.
Resumindo:
*28 de março (177 anos de elevação a cidade)
*29 de maio (335 anos de fundação da Vila de São Salvador dos Campos dos Goytacazes)
*Campos já tem 385 anos desde o início da ocupação dos portugueses.
Agora sim, comemoremos sabendo o quê, nesta quarta-feira (28/03).


DETALHES DA HISTÓRIA
A história do município teve início quando as terras dos índios goitacás Guarulhos e Puris começaram a ser colonizadas pelos portugueses no ano de 1627, com a chegada dos "Sete Capitães". Naquela época, predominava a pecuária, que atendia o mercado do Rio de Janeiro.
Durante a segunda metade do século XVII e a primeira do século XVIII, a região foi sacudida por violentos conflitos pela posse da terra, entre os herdeiros. Pertenceu à capitania de São Tomé e se tornou, cinqüenta anos depois, no dia 29 de maio, a Vila de São Salvador dos Campos, que foi elevada à categoria de Cidade em 28 de março de 1835.
Importantes fatos históricos se deram na cidade, entre eles a partida dos primeiros voluntários para a Guerra do Paraguai, em 28 de janeiro de 1865, pelo vapor "Ceres". Outro momento importante foi o movimento do abolicionismo, que teve seu ponto alto em 17 de julho de 1881, com a fundação da Sociedade Campista Emancipadora, que propagava a luta pela emancipação dos negros.


O jornalista Luis Carlos de Lacerda e José Carlos do Patrocínio, cognominado de o "Tigre da Abolição" foram os maiores expoentes da causa. Porém, Campos foi a última cidade brasileira a aderir a abolição da escravidão. As visitas do imperador D. Pedro II e a luta republicana foram outros marcos da história da cidade.
O surgimento em 1862 da agroindústria açucareira, com a instalação do primeiro engenho em Campos, atualmente menos promissor, dava início ao progresso da região. A primeira usina, construída em 1879, chamou-se Usina Central do Limão. O petróleo foi oficialmente descoberto no Farol de São Tomé, reativando o desenvolvimento da região.
No ano de 1883 D. Pedro II inaugurou na cidade o primeiro serviço público municipal de iluminação, tornando Campos dos Goytacazes à primeira cidade do Brasil e da América Latina a receber iluminação pública elétrica, através de uma termelétrica a vapor acionadora de três dínamos com potência de 52 KW, fornecendo energia para 39 lâmpadas de 2000 velas cada.
Atualmente, Campos dos Goytacazes é o Município litorâneo mais populoso do Brasil, com mais de 500 mil habitantes e o maior Município fluminense em extensão territorial, com área de 4.040,6 quilômetros quadrados. O mar de Campos detém as maiores reservas de gás natural e petróleo do País.
Atualmente, a cidade conta com diversos atrativos e vem se desenvolvendo em diversos setores, como cerâmica, couro, palha e madeira, que são materiais de destaque no artesanato da cidade. Na culinária, além da cachaça e da gaoiabada cascão, o suspiro e o chuvisco são famosos em toda a região.
Vale destacar também a fundação da primeira sala de cinema de Campos construída pelo Sr. Alamir, conhecida como Cine São José, sendo o prédio trazido da Europa pedra por pedra e reconstruído na cidade, e tendo como primeira exibição o filme Marcelino Pão e Vinho.
Alem disso a cidade possui prédios históricos que mostram claramente a sua tradição cultural , como o Palácio da Cultura, que abriga a Biblioteca Pública Municipal, o Museu de Campos dos Goytacazes, que encontra-se em reforma, o Museu Olavo Cardoso e a Casa de Cultura Villa Maria.

Bacia petrolífera de Campos - 83% da produção nacional de petróleo

O PETRÓLEO
A Petrobras possui 39 campos de petróleo na Bacia de Campos, que garantem mais de 80% da produção nacional. Esses campos, batizados com nomes de peixes da costa fluminense, contêm reservas de óleo equivalente da ordem de 9,7 bilhões de barris. Eles se espalham por uma área de 115 mil quilômetros quadrados, em profundidade d`água de até 3.400 metros.

video

Hino de Campos dos Goytacazes RJ
Letra por Azevedo Cruz
Melodia por Newton Périssé Duarte


Campos Formosa, intrépida amazona
Do viridente plaino goitacás
Predileta do luar como Verona
Terra feita de luz e madrigais
Ó Paraíba, ó mágica torrente
Soberana dos prados e vergéis
Por onde passas como um rei do oriente
Os teus vassalos vêm beijar-te os pés
Nada iguala os teus dons, os teus primores
Val de delícias, o teu céu azul
Minha terra natal ninho de amores
Urna de encantos, pérola do sul.

3 comentários:

jequiti cosméticos - consultora disse...

Aii eu adorei moram em Campos dos Goytacazes, é um lugar bem sucedido bem amplo, e alem do mais ,otimo para saude, emprego e estudo....voltei pro maranhão mas eu num me atguento de saudades de la´...tanto....que ja tou voltando...Campos dos Goytacazes la vou EUUUUUUUUUUUUUUUUUU.

Vindo dos Pampas disse...

Olá Consultora.
Assino em baixo de tudo que dissestes.
Desejo-te um breve retôrno.
Abs.

Anônimo disse...

Vou te enganar não, Campos não é lugar de ir é lugar de vir! Ô cidadezinha excomungada, todas as deficiências de uma cidade grande mas não tem as vantagens. E que povinho mal educado!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...