segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Desde junho de 2015, o Ministro Edson Fachin for sorteado como relator de um dos processos que envolve Renan Calheiros

Pois é, segundo a imprensa, há mais de um ano que o presidente do Senado, Renan Calheiros, é acusado de beneficiar uma empreiteira, suspeita de arcar com a pensão de uma filha que ele teve com a jornalista Mônica Veloso. Acreditem! Essa acusação foi apresentada  ao STF em janeiro de 2013. Nela, estão embutidos crimes de: Peculato; falsidade ideológica  e uso de documento falso por, supostamente, ter recebido PROPINA da  Construtora Mendes Júnior.
Ratificando a inoperância do STF, que quase toda população brasileira  vem proferindo. Esse inquérito, que é apenas um dos 12 dos quais Renan está envolvido – por quê? Ninguém sabe – mas o que se comenta, é que o mesmo se encontra  nas mãos do Ministro e  Relator Edson Fachin , desde junho de 2015. Todavia, os entendidos e conhecedores dos meandros da Suprema Corte, dizem que esse famigerado processo poderá entrar em pauta a qualquer momento, ou seja,  três anos  depois da acusação ter sido apresentada.
Dizem também, que  no dia 03 de novembro próximo, o STF definirá se o presidente do Senado, caso vire Réu ainda poderá permanecer no cargo. Porém, essa decisão talvez seja inviável, pois Renan está faltando poucos meses para deixar o cargo de presidente do Senado.
Entenderam a questão da coisa?

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...