domingo, 30 de outubro de 2016

Raul Pont e Luciana Genro poderão sofrer nova derrota eleitoral neste segundo turno

Raul Pont e Luciana Genro pregam o voto nulo em Porto Alegre. Campanhas como a do lado, rolam nas redes sociais.

Caso os votos nulos no segundo turno não superem a casa dos 34,89% do eleitorado de Porto Alegre, os candidatos derrotados no primeiro turno, Raul Pont, PT, e Luciana Genro, Psol, sofrerão novo vexame na Capital do RS, porque ambos pregam abertamente o voto nulo.
Raul Pont e Luciana Genro somaram 28,4% dos votos no primeiro turno.
São estes 28,4% que ambos querem somar aos 34,89% que anularam o voto no primeiro turno.
No primeiro turno, as urnas revelaram um crescimento vertiginoso no número de votos em branco, nulos e de abstenções em Porto Alegre, em um sinal de insatisfação popular com a classe política. A quantidade de votantes que se recusaram a escolher um candidato chegou a 382,5 mil eleitores — cifra mais alta do que a alcançada pelo primeiro colocado, Nelson Marchezan, que contabilizou 213,6 mil votos.
Isso representa 34,8% do eleitorado.
"Anular o voto é o mesmo que votar em quem está na frente", avisou o promotor Rodrigo Zílio, coordenador do Gabinete de Assessoramento Eleitoral do Ministério Público do RS. "Voto nulo é concordar com a maioria", disse Zílio.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...