sábado, 29 de outubro de 2016

Renan assinou sua sentença de morte esta semana. Perdeu todas as brigas que comprou e entrou na pauta do STF

Renan Calheiros está morto. Desesperado e alvo de vários inquéritos, o senador partiu para um ataque suicida contra poderes que o investigam, atacou juízes de primeira instância, ofendeu o Supremo Tribunal Federal, STF e o Ministro da Justiça, Alexandre de Moraes.
Não conseguiu derrubar o ministro, a presidente do STF, Cármen Lúcia, se recusou a participar de um encontro com ele e foi repudiado por todas as associações de magistrados do país. Para piorar sua situação, o senador foi informado que o próximo assunto da pauta do STF é a denúncia contra ele por recebimento de propina da Mendes Júnior, em 2007.
Segundo informou o Antagonista, Renan vai se tornar réu em pouco tempo e já pediu o penico. Para evitar o constrangimento de ser afastado do comando do Senado, o senador se tornou repentinamente mais humilde e pediu ajuda a Michel Temer para adiar a sessão de 3 de novembro, quando o STF deve decidir que réus não podem ocupar a presidência de uma das Casas. O problema é que Renan depende justamente daqueles que atacou e ninguém está desmontando ter mais boa vontade com ele. Renan está frito.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...