quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Angústia em Cuba: qual será a reação do outro monstro Castro?

Ninguém sabe o que pode acontecer em Cuba depois das intermináveis exéquias do maldito ditador Fidel Castro. Muitos temem o pior, como Yoanni Sánchez. Mas um perseguido que fez várias greves de fome contra a ditadura resumiu: as ditaduras são piores no começo e no fim (esqueci o nome dele, infelizmente). Nêumanne vai ao ponto: no Brasil, houve muita louvação e pouca informação. As redações são dominadas pela peste ideológica socialista:
Vargas Llosa, que foi fã e crítico de Fidel Castro, disse que sua morte pode pôr fim à ditadura comunista em Cuba, porque sua figura que deslumbrou a geração dele não tem herdeiro em Cuba. As emissoras de TV do Brasil preencheram seus noticiários de fim de semana com muita louvação e pouca informação, pois seus inebriados repórteres não perceberam que o silêncio que reinou em Havana, onde estavam ou para onde foram, não passou de angústia pelo futuro incerto e não sabido sem o líder de sempre. Yoanni Sánchez, a blogueira cubana dissidente, foi quem melhor retratou o medo que ela mesma e seus patrícios têm do que ainda está por vir em maldades do hermanito Raúl. 
Nêumanne

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...