segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Churrascaria do cantor Marrone é interditada por tempo indeterminado pela Vigilância Sanitária em Goiânia.

Segundo Vigilância Sanitária, local funciona sem alvará desde inauguração.
Fiscalização recolheu 100 kg de alimentos impróprios e encontrou baratas.

A Churrascaria Favo de Mel, que pertence ao cantor Marrone, da dupla com Bruno, foi interditada por tempo indeterminado pela Vigilância Sanitária municipal nesta sexta-feira (25), no Setor Sul, em Goiânia. Segundo o órgão, o local funcionar sem alvará sanitário desde sua inauguração, em novembro do ano passado.
De acordo com a chefe da Coordenação de Fiscalização da Diretoria de Vigilância Sanitária e Ambiental, Tânia Agostinho, além da questão documental, foram recolhidos mais de 100 kg de alimentos impróprios para o consumo. Até mesmo insetos foram encontrados.
"Eram produtos como carnes, condimentos e laticínios sem procedência ou com prazo de validade expirado. Vimos até baratas vivas andando pela churrasqueira", disse ao G1.
Em nota, a Churrascaria Favo de Mel esclareceu "que tem por princípio a seriedade com seu negócio e com seu cliente. O respeito às normas de higiene e conservação dos alimentos são premissas da empresa. Os produtos supostamente vencidos apontados pela Vigilância Sanitária, na verdade não possuíam a etiqueta interna da empresa, o que, para o órgão, caracteriza-se não conforme. A churrascaria afirma que não é utilizado nenhum produto vencido na unidade".
A Favo de Mel destacou que, "primando pela qualidade do seu serviço e diante das observações da fiscal da Vigilância Sanitária, a empresa julgou por bem antecipar uma reforma estrutural que já estava programada e que ficará pronta em poucos dias". Ainda segundo a churrascaria, "oalvará da Vigilância Sanitária já foi solicitado, protocolado e aguarda o andamento dos trâmites legais do processo".
Por fim, a churrascaria ressaltou que "o aparecimento de inseto relatado pela fiscal, foi uma fatalidade. Na última segunda-feira (21) foi feita a dedetização mensal preventiva na unidade".
Estrutura
Tânia afirmou ainda que a situação estrutural do restaurante também carece e melhorias. "O local para manipulação dos alimentos é inadequado e impróprio. O esgotamento sanitário está todo aberto e as câmaras frias têm alimentos misturados. Não há circulação de ar e, principalmente, boas práticas de produção", complementa.
Os proprietários foram notificados e têm que atender todas as recomendações para reabrir as portas. Eles também foram multados, mas o valor só é calculado após abertura do processo administrativo.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...