quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Comandante do Exército diz que a força não tem qualquer identificação com os INTERVENCIONISTAS

Jornais se referem a Villas Bôas como “comandante – geral”.

Nessa terça-feira, como seria de se esperar o comandante do EXÉRCITO disse no CONGRESSO NACIONAL que a força não tem qualquer identificação com os INTERVENCIONISTAS.
Mantendo o mesmo discurso que adota desde a sua posse, ainda no governo DILMA, o GENERAL Villas Bôas disse ainda que o fato do movimento ser difuso é grande motivo de preocupação.
Suas palavras:“Isso nos preocupa, porque acaba gerando instabilidade e nós consideramos prioridade a manutenção da estabilidade para que as instituições, em nome da sociedade, encontrem os caminhos para sair da crise que estamos vivendo”.
De fato, percebe-se que o movimento intervencionista cresce a cada dia de forma diretamente proporcional a fé da sociedade de que será possível limpar poderes executivo e judiciários de toda a sujeira acumulada ao longo da última década.

Um comentário:

Anônimo disse...

Se os militares realmente honrassem as instituições do país...eles fariam uma intervenção constitucional... 80% do congresso envolvido com algum tipo de ilícito, Supremo Tribunal Federal envolvido até o pescoço com esta gente, alguém pode realmente acreditar que os Deputados e Senadores vão votar leis para eles irem presos... Povo Brasileiro é covarde, as Forças Armadas são covardes...isto aqui não terá solução somente ficarmos apenas repassando notícias. Eu já estou fazendo algo e Vc. Vai esperar as próximas eleições? Senta e Chupa. Quem se cala, consente.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...