terça-feira, 1 de novembro de 2016

E as escolas continuam "ocupadas".

Por mim essa turma pode ficar dentro das escolas para o resto da vida, não altera em uma vírgula na minha vida.
Meus filhos já estão em outro patamar da vida e como não tenho netos, quero mais que se phodam.
Esse movimento "apartidário" conseguiu teleguiar a cabeça nada firme dessa molecada e está usando a falta de senso crítico desenvolvido e maturidade intelectual e política para satisfazer aos instintos mais burros dos tarados ideológicos da esquerda.
Após o pé na bunda que enfiaram na Jumenta, e o PT e seus satélites passaram a fazer parte da oposição, somando-se as investigações da lava jato e o vexame eleitoral da esquerda, com alguns próceres do partido na cadeia o que sobrou para os vermelhos é a manipulação da molecada.
Molecada que já vem sendo doutrinada faz algum tempo por militantes travestidos de professores que vem fazendo a cabecinha de vento dessa turminha fazendo-os acreditar que eles são revolucionários e irão mudar o mundo.
Já temos aí mais de um mês das tais "ocupações", ahh a esquerda, maquiam os nomes para dar alguma legitimidade para o movimento. Ocupação na força = invasão, simples assim. 
Bem, o que pega é que meia dúzia de vagabundos treleguiados assessorados por bandidos da esquerda tmaram de assalto as escolas e os sonhos e planos da turminha do bem que quer tocar a vida.
Com as escolas invadidas em nome da educação, a única coisa que não se tem nelas é...EDUCAÇÃO, pois é, falam que o tal movimento é pela educação mas não permitem quem quer estudar de exercer seu direito a ela. Um contra senso que explicita muito bem o caráter político das invasões. Estão fazendo o serviço sujo que era do PT e que o partido já não tem mais peito de fazer abertamente sob a possibilidade de ser extirpado da política.
O pior é assistir vídeos onde repórteres vão até as escolas invadidas e entrevistam os "ativistas" é nítido que essa molecada não tem ideia de nada e porra nenhuma, são simples papagaios de repetição de seus doutrinadores, não aguentam um debate argumentativo e quando percebem que estão se expondo partem para o ataque, e começam as agressões e palavras de ordem, até os jograis dos anos 50 estão de volta. Tudo na maior modernidade da jurássica esquerda embolorada e chata pracaraleo.
É certo que parcela dessa situação é culpa dos pais, tanto de um lado quanto de outro. 
O lado que está fora do movimento não se mobiliza e não cobra das autoridades o fim dessa bandalheira, e do lado dos "ocupantes", esses acreditam que seus rebentinhos são revolucionários e irão mudar o mundo. São daquela turma que passou o dever de educar para o estado.
Com a omissão da maioria e a ilusão da minoria, nada acontece e tudo fica como está.
Não tem governador ou prefeito com CULHÕES de peitar o MP e exigir um fim para essa esculhambação, não existe vontade política em pressionar em nome dos interesses dos alunos de verdade e quando o movimento perder força a conta vem para a população.
O que é pior é o tão ufanado ECA não ser colocado na mesa e cobrado dos responsáveis por essa molecada. Menores de idade, dias a fio dentro de uma escola sem a supervisão de adultos, e quando tem algum adulto é para doutrinar sem parar, estão atacando de forma cruel a formação dessa juventude, será mais uma geração perdida que em vez de crescerem como cidadãos preferem virar vagabundos ideológicos e perderem tempo precioso da vida fazendo de conta que estão na CUba dos anos 50.
Estão sendo manipulados por professores que nasceram depois da revolução CUbana, e ao final da ditadura no Brasil. Gentinha sem eira nem beira que não teve uma revolução para chamar de sua e agora se vingam do tempo phodendo a vida alheia.
O que mais me deixou perplexo foi ver ontem nos noticiários que escolas ocupadas onde deveriam ocorrer as votações do segundo turno das eleições não receberão as seções eleitorais por que os ocupantes que berram ser democráticos não querem que o exercício da democracia seja praticado em seus domínios. Até quando o estado vai se tornar refém dessa corja de aprendizes de bandidos? 
Até quando o estado vai atrapalhar a vida do cidadão para não contrariar os "interesses" de uma juventude idiota que pensa ser a dona do mundo?
E os cidadãos idosos que não tem acesso a informação ou dificuldade para isso, sair em busca de saber para onde sua seção eleitoral foi transferida para atender interesses obscuros?
Resultado, em seções que serão transferidas o índice de abstenções será enorme, escrevam aí, e os democráticos estudantes novamente atrapalhando a democracia.
Mas dentro desse movimento existem outros interesses bem subjetivos, do lado dos professores a situação é comoda, não estão trabalhando e estão recebendo sem serem pressionados pelo governo como quando estão em greve, uma espécie de greve por rebote.
E do lado das prefeituras e dos estados as "invasões" são uma forma de economizar em merenda, material, luz, limpeza e segurança das escolas. Muito comodo para os dois lados.
E no meio dessa insanidade os alunos, alunos de verdade, que tem planos para a vida, que o tempo é o senhor da vida deles, que fizeram de tudo para ao final deste ano partirem para as universidades e que seus diplomas talvez só ano que vem. Como ficam esses alunos? Quem vai responder por ter atrapalhado a vida de uma imensa maioria de famílias que se esforça para dar educação e senso de ética a seus filhos e ao final são simplesmente jogados de lado por uma minoria obtusa ideologizada e maconhada que acredita que o que estão fazendo vai mudar a educação no Brasil. 
Pior que vai mudar sim, para muito pior.
Alunos de ensino médio falando em PEC 241, sem ao menos terem idéia do que seja essa proposta de emenda constitucional, que a propósito foi basicamente feita no governo da Jumenta, assim como o plano de educação que eles abominam, também feito no governo que foi defenestrado. 
O movimento é apartidário como pregam seus membros, porém se a Jumenta estivesse no poder a PEC e o plano de educação estariam implantados sem o pio de quem quer que seja dessa cambada.
E lá vai o Brasil mais uma vez perdendo o bonde da história...
Estamos às portas do ENEM, e aí? Essa molecada vai estar apta a fazer o exame ou tentarão melar também as provas por alegarem que como estão no movimento não tiveram tempo para se prepararem e pau no cu do resto do Brasil? Ou o ministério da educação vai dar um trabalhinho extra curricular valendo pontuação para o ENEM só para não prejudicar os valentes revolucionários de araque?
As grades das universidades públicas já foram rebaixadas o suficiente para atender a demanda dos cotistas e coitadistas alçados às universidades pelo populismo mambembe que o PT enfiou goela abaixo do país nos últimos treze anos. E com o ensino fundamental e médio que temos somados as greves e agora "ocupações" não duvido nada que em breve coloquem bolsa revolucionário com cotas em universidades públicas para atender a demanda de cretinos que estarão tão atrasados em relação a seus colegas que só chegarão ao ensino superior com os empurrões do paternalismo estatal.
Enquanto essa molecada inconsequente e burra faz de conta que está em uma revolução regada a muito sexo, drogas e doutrinação, a turminha diferenciada das escolas particulares está a todo vapor estudando e se preparando para a vida. 
A satisfação dos medíocres é phoder a vida dos que estão acima deles. Simples assim.
E quando essa palhaçada acabar, ainda teremos uns dias sem aulas para recuperação de tudo o que foi destruído pela horda de taradinhos manipulados ideológicos, o estado e as prefeituras irão gastar uma verba que poderia ser usada para a melhoria do ensino em reformas e compra de tudo o que foi destruído, e o pior...ROUBADO,
E o mártir morto em uma escola invadida do Paraná é culpa do estado, a esquerda já arrumou uma maneira de jogar esse cadáver para cima do estado, e até na assembléia legislativa levaram uma agitadorazinha menor de idade para esfregar essa nova verdade na cara dos despreparados e omissos deputados.
Digo uma coisa que digo aos meus filhos, se puderem sair do Brasil para tentar a vida em um país sério e estável que o façam, nós aqui na pocilga perdemos a mão da democracia, estamos vivendo no regime democrático na hora do voto e da bandalheira na hora dos direitos civis.
Pobre país, perdendo mais uma juventude para a mediocridade, e o mundo avança intelectualmente e nós aqui brincando de faz de conta.
E eu me pego pensando o quanto ajudei na luta pelo fim dos governos militares, pelas diretas já e pela retomada da democracia. Se eu soubesse que o Brasil iria virar essa merda que está, jamais moveria uma palha para mudar o país. Phodemos o Brasil!!!
Em tempo, um país sem prêmios Nobel, sem ter uma única universidade pública ranqueada entre as cem melhores do mundo precisa urgente de reformas na educação, mas reformas sérias pensando em futuro a médio e longo prazo. Enquanto a educação for tratada como moeda de troca ou trampolim ideológico continuaremos no terceiro mundo com uma população de jumentos atrasados e metidos a espertos. Os famosos "Nem nem".

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...