domingo, 13 de novembro de 2016

Hillary Clinton culpa diretor do FBI pela derrota nas eleições presidenciais

Numa conferência telefônica com os financiadores da campanha, a candidata derrotada acusou James Comey 
de ter contribuído para o seu fracasso, ao anunciar a reabertura do caso dos e-mails.

Hillary Clinton culpou o diretor do FBI pela derrota nas eleições presidenciais norte-americanas realizadas na terça-feira passada, que deram a vitória ao candidato republicano, Donald Trump. A declaração foi feita durante uma conferência telefônica, que durou meia hora, em que participaram a candidata democrata e financiadores da respetiva campanha eleitoral.
A conference call teve lugar neste sábado e, de acordo com aquilo que dois dos participantes revelaram à Reuters, Clinton acusou James Comey de ter contribuído para o fracasso ao enviar uma carta ao Congresso, 11 dias antes do ato eleitoral de 8 de novembro. Na missiva, Comey anunciava que iria reiniciar a investigação aos e-mails com informação classificada enviados pela antiga secretária de Estado através de uma conta privada enquanto integrou a administração liderada por Barack Obama, entre 2009 e 2012.
“Há muitas razões para explicar por que motivo uma eleição não é um sucesso”, afirmou Clinton, mas a “nossa análise é a de que a carta de Comey levantou dúvidas irracionais, infundadas, por provar, que travaram o nosso ‘momentum'”. O responsável do FBI acabou por, uma semana depois e a dois dias das eleições, informar que a análise do correio eletrônico não tinha conduzido a indícios da existência de qualquer comportamento suscetível de ser qualificado como crime, mas o “mal já estava feito”, do ponto de vista de Hillary Clinton.
A candidata queixou-se de que esta segunda iniciativa causou danos ainda maiores e referiu que Trump usou a iniciativa de Comey para a atacar. Clinton considerou que a segunda declaração de James Comey transmitiu a perceção de que o sistema estava falseado a seu favor, o que terá incentivado os eleitores a irem às urnas depositar o voto em Donald Trump. “Estou de coração destroçado”, confessou Hillary Clinton durante a conferência telefônica, “e não vou fingir o contrário”. Esta foi “uma derrota muito, muito dura, especialmente porque toda a gente trabalhou arduamente”.
Na prestação de contas aos financiadores da campanha, Clinton afirmou que a sua estrutura de campanha e o Partido Democrático angariaram 900 milhões de dólares [829 milhões de euros] a partir de mais de três milhões de doadores individuais.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...