sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Membro dos "direitos humanos" entregava ao PCC dados dos parentes dos agentes penitenciários

Aqui mesmo no Implicante você já viu que o PCC havia aparelhado o Conselho Estadual de Direitos Humanos de São Paulo. E num dos cargos mais importantes, a vice-presidência. Mas Luiz Carlos dos Santos foi detido juntamente com outros 39 advogados numa operação da Polícia Federal.
O que o Implicante ainda não relatou é a forma como o membro dos Direitos Humanos agia: ele mantinha um cadastro não só com os nomes e endereços dos agentes penitenciários do estado, mas também dos parentes deles. De acordo com o Bom Dia Brasil, com o objetivo entregá-los à morte por intermédio da facção criminosa.
Cabe repetir: ele era o segundo cargo mais importante num conselho ligado aos “direitos humanos”.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...