quinta-feira, 24 de novembro de 2016

O filme de Che Guevara, herói

Os amaldiçoados ​governos petistas trataram a educação como instrumento da sua política de poder e, em parte, tiveram êxito conseguindo fazer uma lavagem cerebral nos jovens, em especial nos universitários, transformando criminosos em heróis de sua ideologi​​a​.​
O filme abaixo é uma demonstração insofismável desse modo de atuar. Não deixe de ver e difundir a verdadeira personalidade do assassino Che Guevara que as novas gerações desconhecem.
video
Repasse a todos, inclusive para essa juventude estudantil que sofreu lavagem cerebral dos esquerdopatas petistas.

Um comentário:

Anônimo disse...

Currículo do "porco" assassino:
1928: Ernesto Guevara Lynch de La Serna nasce em Rosário, na Argentina
1933: A família de Che se muda para Alta Gracia
1937: Guevara começa a freqüentar a escola primária
1942: Começa os estudos secundários no Colégio Nacional Dean Funes
1943: Guevara e sua família se mudam para Córdoba
1946: Che termina os estudos secundários
1947: Mudam-se para Buenos Aires, onde Guevara ingressa na faculdade de Medicina
1950: Che viaja de motocicleta pelo norte da Argentina
1951: Trabalha por seis meses como enfermeiro em campos de petróleo
1952: Viaja pela América Latina ao lado do amigo Alberto Granado; trabalha como voluntário em um hospital para leprosos no Peru
1953: Forma-se na faculdade de medicina; visita a Bolívia e outros países latinos antes de chegar à Guatemala
1954: Viaja para o México
1955: Conhece Fidel Castro e se une ao Movimento Revolucionário 26 de julho
1956: Chega a Cuba
1957: Torna-se guerrilheiro na Serra Maestra e é promovido a comandante
1958: Captura a cidade de Santa Clara; o ditador Fulgêncio Batista deixa Cuba
1959: É indicado comandante do forte La Cabaña; nomeado presidente do Banco Nacional de Cuba
1961: É nomeado Ministro cubano das Indústrias
1964: Decide deixar Cuba; fala em discurso à ONU; viaja pela África
1965: Escreve uma carta de despedida para Castro; viaja para o Congo para dar início a uma guerrilha
1966: Vive clandestinamente na Tanzânia e depois em Praga; volta para Cuba e segue para Bolívia
1967: Lidera operações de guerrilha; é capturado em Quebrada del Yuro e morto com oito tiros na aldeia de La Higuera

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...