terça-feira, 15 de novembro de 2016

Preparando para a GUERRA no RIO de JANEIRO

Estimativa é de que mais de 1000 pessoas compareçam armados à manifestação

Com a previsão de que milhares de membros da segurança pública – obviamente muitos deles armados – compareçam à manifestação marcada para a próxima quarta-feira, dia 16 de novembro, o governo do Estado do Rio, que tem propostas duras contra o funcionalismo, se prepara como se fosse enfrentar uma verdadeira guerra.
Barricadas e grades estão sendo instaladas no entorno da Assembléia Legislativa do Estado.
Policiais e agentes da segurança pública em geral estão extremamente irritados com os projetos do governo e com as últimas palavras lançadas pelo governador PEZÃO, que disse que os policias se aposentam cedo demais.
Policiais que trabalharão na segurança do evento estarão em situação extremamente desconfortável pelo simples fato de pertencerem a uma das corporações mais prejudicadas pelo pacote de medidas do governo.
Membros do governo teriam sugerido a convocação de militares das Forças Armadas para auxiliar na segurança. Contudo, especialistas consultados pela Revista Sociedade Militar consideram a proposta como extremamente temerária. Se isso ocorrer há possibilidade real mesmo de que as coisas se compliquem dado o nível de tensão no local. 
Essa semana pezão, como se já não bastasse sua proposta de aumento de descontos, mencionou a possibilidade de estender o tempo de serviço ativo dos militares. O governador parece desconsiderar as horas trabalhadas pelos militares, o risco de vida que correm todos os dias e principalmente o fato obvio de que não há possibilidade de colocar um homem ou mulher de 55 ou 60 anos de idade para subir morros correndo ao mesmo tempo em que troca tiros com marginais com 18 anos de idade (ou menos).

Um comentário:

Anônimo disse...

Esse sujeito está se achando "dono do rio de janeiro". Tem que descer o cacete é nesta trupe que é esta assembleia legislativa deste estado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...