domingo, 29 de janeiro de 2017

Eike Batista roubou o povo brasileiro e foi se esconder na Alemanha

A foto mostra o empresário, no aeroporto, fugindo na terça-feira 24/01, à noite. 
No dia seguinte, a Polícia Federal batia a sua porta às 06:00hs da manhã e encontrava só, a cama limpa.

Durante a sua estada no Brasil, o rico de mentirinha, Eike Batista, viveu amasiado com o poder. “Vivia sorrindo e passeando de jatinho com o ex-presidente e também, famigerado Dom Lulone”. Vivia sendo abraçado e beijado pela então presidente, Dilma Rousseff e, para não ser diferente, era bajulado pelos políticos, que usando da esperteza, da safadeza e da corrupção, viam no homem que ocupava a sétima colocação no mundo, como um dos mais ricos do planeta, a oportunidade de, assim como todo brasileiro, levar vantagem e se proteger sob o manto de Dólares do corrupto que tinha dupla nacionalidade (brasileira /Alemã).
Mas, quando o castelo de cartas marcadas caiu, o poder se escondeu os políticos corruptos lhe viraram as costas e Eike Batista teve a insatisfação de ver o seu reinado de areia ir por água abaixo. Sim, era tudo mentira. Segundo a imprensa, ele propagava um mundo de sonho. Sonhos que, por serem acolhidos e adotados pelos poderosos. tinham o respaldo e a credibilidade do mercado Internacional.
Descoberto, o corrupto tentou se salvar, mas quando a Lava Jato se deparou com o seu envolvimento com o ex-governador do RJ, Sérgio Cabral, a sua prisão preventiva foi decretada, contudo é muito provável, o corrupto tenha sido informado antes, pois na véspera da sua prisão, comprou uma passagem para os EUA e, às 23:30 estava no Aeroporto, decolando para rumo ignorado. Acredita-se, porém que o espertalhão esteja escondido na Alemanha, que, possivelmente, não irá extraditá-lo.
Mesmo assim, a Justiça brasileira ainda conseguiu bloquear R$ 67 milhões R$ ( 158 mil depositados em conta dele e R$ 57 milhões em nome do advogado Flávio Godinho, que trabalhava para o grupo EBX e, segundo as investigações, elaborou a operação financeira/ fraudulenta para repassar à propina ao ex -governador do RJ, Sérgio Cabral, hoje, preso junto com a esposa, na penitenciária de Bangu, naquele estado.
O bloqueio do dinheiro roubado atendeu a determinação do juiz Marcelo Bretas e os recursos ficarão à disposição da Justiça, em caso de condenação futura dos investigados.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...