segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Começa a aparecer a propina de Pezão

A Polícia Federal não tem dúvida sobre o recebimento de propinas pelo governador Pezão. Planilhas apreendidas com Luiz Carlos Bezerra, operador e amigo de Sérgio Cabral relacionam pagamentos a Pezão da ordem de R$ 800 mil. 
Na rubrica "Pé" aparecem quatro repasses de R$ 140 mil. Já no nome "Pezão" constam dois pagamentos de R$ 50 mil, além de outros R$ 140 mil ao lado do registro "Pzão". E não se esqueçam que Bezerra não era o "homem da mala" de Pezão, era operador de Cabral. 
O homem do dinheiro de Pezão, como já disse aqui inúmeras vezes chama-se Hudson Braga, o Braguinha, preso junto com Sérgio Cabral, Bezerra e Carlos Emanuel Miranda, o Avetruz, em Bangu 8. Além de cassado pelo TRE, Pezão agora aparece oficialmente como recebedor de propinas do esquema de Cabral. Toda a documentação apreendida será enviada ao STJ, onde Pezão já é investigado na Lava Jato. 
Não é possível que os deputados estaduais do rio continuem protegendo o governador que quebrou o Rio de Janeiro junto com Sérgio Cabral, que foi cassado pelo TRE e que agora se confirma está envolvido no maior escândalo de corrupção da história do Rio de Janeiro. Pezão tem que ser afastado do cargo com urgência. E podem apostar que Pezão ainda irá fazer companhia a Sérgio Cabral em Bangu. Cabral deixou o governo pela porta dos fundos. Pezão vai deixar o Palácio Guanabara num camburão.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...