segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

É ser muito cara de pau! Faltou com respeito ao cadáver da própria esposa

Na disputa eleitoral de 2002, Lula falou da morte da primeira mulher, chorou copiosamente diante das câmeras de Duda Mendonça e FOI ELEITO! Acreditando que a tática dá resultado, agora vai usar a morte de Marisa para se autopromover e tentar se reeleger. Por isso, que aproveitou a oportunidade e já começou a fazer comício no VELÓRIO.
Segundo a imprensa, Augusto de Franco é um escritor, palestrante e consultor que atuou por 20 anos com programas de desenvolvimento local por meio do investimento em capital social. Ele fundou em 2008 a Escola-de-Redes: uma rede de pessoas dedicadas à investigação sobre redes sociais e à criação e transferência de tecnologias de netweaving (hoje com cerca de 11.600 pessoas conectadas).
Em seu Facebook, ele postou, sobre o apavorante fato de Lula ter usado o velório de sua esposa como palanque: “Só um psicopata teria coragem de fazer o que Lula fez hoje. Instrumentalizar a morte da própria mulher para a luta política. É pavoroso.”
Ao que parece inicialmente a tática petista era de que Lula não falasse nada, até para não passar a imagem de desumanidade ao público. Daí vários outros petistas iriam politizar a morte de Marisa. Mas Lula parece ter cedido ao impulso e tentou aproveitar a morte de Marisa para discursar contra a Lava Jato. O efeito tem sido extremamente negativo para o ex-presidente, que agora pode ficar estigmatizado como aquele que até politizou a morte da mulher.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...