sábado, 4 de fevereiro de 2017

Entenda por que é uma imbecilidade “tirar sarro” da votação de Jair Bolsonaro na Câmara

Tem muita gente que ainda não aprendeu nada…

Nesta semana, houve eleição para escolher os presidentes das duas casas do Congresso Nacional, com o governo de Michel Temer saindo vitorioso em ambas. Jair Bolsonaro foi candidato à Presidência da Câmara e obteve quatro votos. Muitos usaram o fato para tirar sarro do deputado.
Pois bem: isso é uma imbecilidade.
Goste-se ou não do parlamentar (a análise aqui é sobre comunicação), foi exatamente isso o planejado. Ele poderia muito bem não ter colocado a candidatura, mas se fizesse isso não teria como marcar posição nesse momento. Ele o fez, e obviamente sabendo que não chegaria a meia dúzia de votos.
Então, por que fez? Porque ele é o “outsider” e isso deriva FUNDAMENTALMENTE de posturas de DISSOCIAÇÃO da classe política. Quanto mais ficar evidente sua separação dos “políticos tradicionais”, melhor. A baixa votação, portanto, não é um dado ruim, mas sim positivíssimo nessa estratégia.
Convenhamos, não é preciso ser um gênio para sacar isso. Bastaria, aliás, ver o que houve nos EUA. Guardadas as gigantescas proporções, o que se viu foi algo muito parecido (e não só lá, vale dizer): pessoas saturadas da política tradicional, escolhendo um nome de fora.
Quem “tira sarro” do resultado de Bolsonaro na eleição da Câmara pelo visto ainda não entendeu nada. Falamos sobre isso recentemente, aliás. Quem não se ajustar aos novos tempos vai acabar atropelado – e muito provavelmente tomará susto em 2018.

2 comentários:

Julio Rebelato Neto disse...

Todo mundo vê que 99% dos políticos não prestam, mesmo assim não percebem o que está em sua frente. Povo brasileiro é estúpido.

Anônimo disse...

A galera está tirando sarro enquanto pode...
Depois que ele virar presidente, se abrir a boca enche de formiga...
Daniel R. D. P. - Analista de sistemas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...