quinta-feira, 23 de março de 2017

Assembléia do Rio Grande do Sul concederá a Jean Willys a maior comenda da sua história, a Medalha do Mérito Farroupilha.

O deputado foi parar na Comissão de Ética por ter cuspido em Bolsonaro. 

O editor convida os homenageados deste ano a fazerem imediata renúncia à "honraria".
A deputada comunista Manuela D'Ávila emplacou o nome do deputado Jean Wyllis, defensor da causa gay, cuspidor e fã de Che Guevara para receber a maior honraria da Assembléia do Rio Grande do Sul, a Medalha do Mérito Farroupilha.
Jean Willys é também um ex-BBB.
Ela também queria que o deputado viesse por conta do contribuinte, com direito a transporte, cama e comida.
Diante dos protestos do deputado Marcel Van Hatten, Manuela recuou das despesas pagas.

Um comentário:

Irmão do Eremildo disse...

Que eu saiba o único mérito que esse viado(ele disse que gosta de ser chamado), é aguentar sorrindo o que muito machão si quer pense em levar. No mais , é o fetiche que os ESQUERDOTATAS tem por medalhas, eles adoram dar uns aos outros medalhas, vejam o caso da dePUTAda gaúcha que numa sentada, concedeu medalha a 22 parentes, considerando-os merecedores. Outrossim, é mais um escarneio do povo que mantém essa ELITE ESQUERDOSA no poder. Os FARROUPILHAS que lutaram por esse pago devem estar espumando pela boca em seus túmulos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...