sábado, 11 de março de 2017

Entenda por que a declaração de Maia sobre o fim da Justiça do Trabalho não está errada

Declaração do Presidente da Câmara foi obviamente recebida com polêmica e boa dose de má-fé.

Antes de tudo, é preciso deixar sempre claro que a esquerda joga sujo. Onde puder, joga bem sujo, desde que a trapaça sirva para ajudar na “causa”. E este é um caso do gênero.
O Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, defendeu o fim da Justiça do Trabalho. Ou seja, o fim de uma JUSTIÇA ESPECIALIZADA, um fórum específico, toda uma instância judicial voltada apenas para isso. O que é bem diferente de acabar com TODAS AS LEIS TRABALHISTAS.
Algo óbvio, evidentemente, mas isso não escapou da distorção clássica das esquerdas, especialmente por meio da militância online. Como de praxe, divulgaram o fato com a má-fé corriqueira.
Mas vamos aos fatos.
As contentas de natureza trabalhista são hoje decididas em um fórum especializado, que tem origens não no judiciário, mas no governo. Isso mesmo. A atual Justiça do Trabalho está arraigada em setores administrativos do executivo, passando a integrar o judiciário anos depois de sua fundação.
Para além disso, há toda uma estrutura caríssima e onerosa, que custa aos cofres públicos, e no fim das contas poderia ser incorporada pela justiça comum. Sim, é claro, com mais juízes, mais funcionários, mas não necessariamente MAIS MILHARES DE PRÉDIOS INTEIROS.
FLEXIBILIZAÇÃO DA CLT: OUTRO DEBATE
O fim da Justiça do Trabalho, portanto, não tem a ver de forma direta com o fim da CLT ou mesmo sua flexibilização. Isso poderia ocorrer agora mesmo, sem que qualquer direito seja modificado.
Mas, sim, É TAMBÉM IMPORTANTE MUDAR NOSSAS LEIS TRABALHISTAS, algo igualmente mencionado pelo Presidente da Câmara. Afinal, sob o pretexto de “proteger o empregado”, o Brasil praticamente impossibilita qualquer empreendimento pequeno ou médio que precise da contratação de empregados. Todos sabem disso, a própria militância sabe disso, mas a distorção dos fatos é marca registrada.
Enfim, não será fácil. Mas é algo necessário para que tenhamos chances de crescer novamente.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...