quinta-feira, 6 de abril de 2017

A cumplice e mulher do ex-governador Sérgio Cabral barrou a entrada da PF na sua residência

Ladra, mas ainda sentindo-se primeira Dama do Estado do Rio de Janeiro, Adriana "Lurdinha" Ancelmo, 
ignorou a Polícia Federal e não permitiu o acesso dos agentes em sua prisão domiciliar. 
INCRÍVEL! A JUSTIÇA DO BRASIL ESTA TOTALMENTE DESMORALIZADA.

A residência de Adriana Ancelmo, apesar do luxo, dos empregados e da localização, funciona como uma prisão. Porém, a toda poderosa, que junto com o marido roubou, acintosamente, o povo fluminense, não se intimida e, segundo a imprensa, não permitiu o acesso da Polícia Federal em seu apartamento.
Na decisão sobre a mudança no regime prisional, o juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio, autorizou a Polícia Federal a realizar inspeções no imóvel, sem prévia comunicação, entre 6 horas e 18 horas.
A mulher do ex-governador do Rio Sérgio Cabral, que em um arrumadinho da Justiça brasileira, foi premiada com a prisão domiciliar desde a semana passada, se mantem na crista da onda e, sem papas na língua, ignorando ordem judicial, barrou os agentes da Polícia Federal que na tarde de hoje haviam ido à sua casa do Rio de Janeiro fazer uma vistoria.
Essa seria a primeira vistoria no apartamento de Adriana desde que ela foi para prisão domiciliar. A mulher do ex-governador do Rio Sérgio Cabral conseguiu na Justiça o direito de ir para prisão domiciliar, mas com a condição de que não teria acesso à internet ou telefone.
Ao tomar conhecimento o juiz Bretas falou para os agentes não insistirem e disse que iria decidir a respeito da ocorrência.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...