sexta-feira, 21 de abril de 2017

Polícia Federal descobre dois planos para assassinar o juiz da Lava Jato no Rio de Janeiro

Já foi determinado reforço em sua segurança.

Como se sabe, a Operação Lava Jato não é restrita a Curitiba. Além do STF, que julga autoridades com foro privilegiado, há também um desmembramento no Rio de Janeiro, a cargo do juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal.
Pois a PF investiga ameaças a Bretas, e pelo menos dois planos de assassinato foram descobertos.
O desembargador André Fontes, presidente do Tribunal Regional da 2ª Região, determinou reforço na segurança do juiz ameaçado.
A equipe da Polícia Federal investigando o caso no RJ é de Brasília, e é a mesma que apurou as ameaças contra Sergio Moro, que, embora tenha recusado inicialmente a escolta, passou a ser protegido dessa forma a partir de março do ano passado.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...