sábado, 13 de maio de 2017

Mega-ciberataque derruba sistemas de comunicação ao redor do mundo.

O Brasil também foi afetado. O TJ e o MP de SP tiraram seus sistemas do ar.

Um mega-ciberataque derrubou sistemas de comunicação de empresas e serviços públicos em diferentes durante a manhã desta sexta-feira. Na Espanha, a rede interna da Telefónica foi hackeada, e funcionários foram orientados a desligar seus computadores. Relatos de funcionários indicam que também foram afetados os sistemas da seguradora espanhola Mapfre e do banco BBVA.
Nas telas, apareciam mensagens pedindo o pagamento de um resgate em bitcoins - o valor subiria com o passar do tempo. No Reino Unido, ao menos 16 hospitais públicos enfrentaram problemas após um ataque análogo contra seus sistemas de tecnologia. O bloqueio de computadores impediu o acesso a prontuários e provocou o redirecionamento de ambulâncias.
Informações preliminares da imprensa espanhola indicam que os ciberataques têm origem na China. Segundo a assessoria de imprensa da Telefônica em Madrid, as atividades da empresa no Brasil não foram impactadas, mas estão sendo tomadas "medidas preventivas para garantir" a operação. A empresa é dona da operadora Vivo. Também a assessoria de imprensa do Santander, igualmente em Madrid, afirmou que não teve suas operações afetadas no Brasil nem em outros países.
Segundo o portal IT Security News, ao menos 74 países foram afetados nas últimas horas.
O ataque é resultado de um vírus "ransomware", que exige um resgate para o retorno do funcionamento do sistema operacional, e se espalhou por meio de uma falha do Windows.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...