quarta-feira, 3 de maio de 2017

Situação preocupante na linha sucessória presidencial

Eunício Oliveira, Cármen Lúcia, Michel Temer e Rodrigo Maia

Michel Temer pode ser cassado este mês pelo TSE. É claro que recorrerá de eventual decisão pela cassação. Mas seu sucessor imediato, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, é investigado em inquérito na Lava Jato, onde é acusado na delação da Odebrecht, de ter recebido propina em troca de ajudar a aprovar na Câmara projetos de interesse da empreiteira. Se virar réu não poderá assumir a Presidência da República. O STF decidiu que réus não podem assumir a Presidência. 
Logo em seguida vem o presidente do Senado, Eunício Oliveira, que está na mesma situação de Rodrigo, investigado na Lava Jato, mas com acusações ainda mais amplas e pesadas. Se virar réu também não poderá sentar na cadeira de Presidente da República. Essas duas hipóteses, sobre Rodrigo e Eunício, não são improváveis. Portanto se Temer tiver que sair sobrará para a Presidente do STF, ministra Cármen Lúcia assumir a Presidência da República. 
Essa é uma das situações vexaminosas em que se encontra a República.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...