domingo, 25 de junho de 2017

Cidadão revoltado interrompe gravação de comercial gay do Boticário

Um cidadão brasileiro, um senhor já de idade...
Como é de costume, sempre sai com seu cãozinho para passear na pracinha da cidade.
Até que nesse dia, encontrou um empresa publicitária gravando um comercial para a BOTICÁRIO...
Tudo ia muito bem, e esse simpático senhor acompanhava atentamente o grupo de profissionais que ali trabalhava.
Até que percebeu que o roteiro desse comercial não era compatível com os valores familiares/cristãos e seus atores encenavam de forma nada convencional para um local público.
Será sua atitude homofóbica?
Ou agiu como um cidadão de bem, que está de saco cheio com as porcarias que a mídia coloca todos os dias em nossas casas?

5 comentários:

Leonel disse...

Parabéns p/ este valoroso Sr. Anônimo Brasileiro! Merece nossos aplausos!!!
Efusivos aplausos!!!

Anônimo disse...

Eu, com meus 80 anos bem vividos procuro entender essas coisas, apesar de no meu consciente não aceitar essas modernidades. Mas nada podemos fazer com o avanço disto que esta ai.

fernando disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
FABIO BARBOSA SILVA - FABÃO disse...

(QUAL A SUA VERDADE?...A Biblia. Qual biblia, quem a escreveu, quem a traduziu?) Vamos estudar um pouco mais...

Por isso acredito que não temos a condição de andarmos armados. Já imaginou um lunático desses com uma arma nas mãos, tudo em nome de uma religião que ele acredita cegamente, que interpreta ou melhor se utiliza de passagens para fazer uma limpeza cerebral e doutrinaria. Tem gente até que mata em nome de Deus e a história nos mostra isso. É nisso que dá. A Bíblia se transforma, mas uma coisa não muda: cada pessoa, ou grupo de pessoas, a interpreta de uma maneira diferente – às vezes, com propósitos equivocados. Em pleno século 21, pastores fundamentalistas tentam proibir o ensino da Teoria da Evolução nas escolas dos EUA, sendo que a própria Igreja aceita as teorias de Darwin desde a década de 1950. Líderes como o pastor Jerry Falwell defendem o retorno da escravidão e o apedrejamento de adúlteros, e no Oriente Médio rabinos extremistas usam trechos da Torá para justificar a ocupação de terras árabes. Por quê? Porque está na Bíblia, dizem os radicais. Não é nada disso. Hoje, os principais estudiosos afirmam que a Bíblia não deve ser lida como um manual de regras literais – e sim como o relato da jornada, tortuosa e cheia de percalços, do ser humano em busca de Deus. Porque esse é, afinal, o verdadeiro sentido dessa árvore de histórias regada há 3 mil anos por centenas de mãos, cabeças e corações humanos: a crença num sentido transcendente da existência.

ANDERSON ALMEIDA disse...

Por que não foram gravar esse comercial lá no Irã.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...