terça-feira, 13 de junho de 2017

Informações do Google sobre e-mail podem complicar de vez as coisas para Dilma Rousseff

Trata-se da conta que seria usada com a marqueteira Monica Moura.

O momento mais delicado de Dilma Rousseff em meio a todas as investigações e denúncias da Lava Jato foi, sem dúvida alguma, o e-mail que ela teria usado na Presidência da República. Isso porque, para além de mera acusação verbal, os marqueteiros João Santana e Monica Moura juntaram um documento.
Trata-se de uma Ata Notarial, autenticada em Cartório, confirmando a existência do e-mail e também o conteúdo de uma mensagem salva no rascunho.
E por que isso é grave e sério? Porque, se realmente falam a verdade, o acesso à própria conta, por perícia relativamente simples, confirmará os IPs que a ela logaram – se aparecer algum do Palácio do Planalto, Dilma está em péssimos lençóis.
Agora, segundo informa o Expresso da Época, o Google está prestes a informar sobre isso (a conta é do Gmail, serviço da gigante da tecnologia), após pedido da PGR.
A situação é tão complicada que já circularam versões para “amenizar” as coisas – ela teria sim usado o e-mail, mas não para alertar sobre a iminente prisão dos marqueteiros (se o tivesse feito, e de alguma forma ficasse comprovado, seria obstrução de justiça).
Aguardemos, portanto.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...