sexta-feira, 2 de junho de 2017

Polícia apreende 60 fuzis de guerra no aeroporto do Galeão

Armas vinham de Miami, nos Estados Unidos, dentro de containers junto com uma carga de aquecedores para piscinas

Policiais da Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (Desarme) e da Delegacia de Roubos e Furtos de Cargas (DRFC), apreenderam, nesta quinta-feira, 60 fuzis de guerra, no Terminal de Cargas do Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro (Galeão). Quatro pessoas, ainda não identificadas, foram presas na ação.
Segundo a polícia, as armas vinham de Miami, nos Estados Unidos, dentro de containers junto com uma carga de aquecedores para piscinas. Entre o armamento estavam: fuzis AK 47, G3 e AR 10. 
Delegacia criada em abril 
A Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (Desarme), uma das unidades que participaram da apreensão no Galeão nesta quinta, foi criada em 20 de abril. Na época, o secretário de Segurança do Rio, Roberto Sá, declarou que a especializada teria a missão de qualificar a investigação e o combate ao tráfico de armas de fogo no estado com apenas 15 agentes. 
Na ocasião, Roberto Sá defendeu penas mais duras para quem for pego com armas, principalmente fuzis. Segundo o secretário, no Rio são apreendidas mais de 9 mil armas por ano, muitas delas de uso restrito, como fuzis. Além disso, 5 mil pessoas morrem por disparos de arma de fogo no estado. 
Em sua primeira operação, no dia 26 de abril, a Desarme prendeu Leonardo do Nascimento Pereira, conhecido como Leo Banana. O homem é apontado como um dos principais fornecedores de armas e munições para uma facção criminosa do Rio. Além disso, foram apreendidos 900 balas de pistola calibre 9mm.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...