quarta-feira, 21 de junho de 2017

Quanto pior, pior.

O Superior Tribunal Eleitoral, aparentemente, marcou um gol contra, tão disparatada foi a defesa de Gilmar Mendes e de seus três mosqueteiros à continuidade do governo de Michel Temer. Chocou a todos, até aos que torciam a favor do governo como eu, já que não posso nem imaginar uma interrupção na leve reação econômica conseguida a duras penas neste ano que passou. 
Pequenos empresários sabem o que significaram esses três últimos anos, aliás, os quase 15 milhões de desempregados e seus familiares, que perfazem um número perto de 60 milhões de pessoas, não aguentariam mais um revés. Então, ainda que saibamos que a luta contra a corrupção é prioritária, pesa mais na balança agora a comida em cima da mesa, e tanto é verdade que a campanha FORA TEMER não conseguiu levar o povo às ruas, nem mesmo os tais 30% de eleitores com os quais o PT sempre contou. Concluo que há momentos em que agir como manda a ética seria batalhar pela causa do adversário. 
E este era o caso em questão. Sem ingenuidade, com a decisão insólita neste julgamento acabamos por marcar um ponto contra o PT e seus correlatos, ainda que Lula, para disfarçar a raiva acabe declarando que gostou deste resultado, pois quer ver Temer no cargo sangrando até 2018. É? Como FHC disse que Lula iria sangrar, poupando-o de ataques no mensalão? Sangrou tanto que acabou reeleito. Portanto, Lula, não cuspa prá cima que pode tomar na cara! E não torça contra a recuperação econômica do Brasil, pois neste momento, quanto pior, pior mesmo!
Mara Montezuma Assaf

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...