domingo, 11 de junho de 2017

Temer cava a própria sepultura

Gravíssima essa notícia publicada na revista Veja. O Presidente da República usar a ABIN para espionar o ministro do ST, Edson Fachin é abominável, inconcebível e exige uma reação enérgica, tanto institucional quanto jurídica. Com certeza o Supremo Tribunal Federal e a Procuradoria Geral da República repudiarão essa ação criminosa, que configura clara obstrução da justiça. Está claro que o objetivo é chantagear um ministro da mais alta Corte do país. 
O Palácio do Planalto divulgou a seguinte nota oficial. 
“O governo não usa a máquina pública contra os cidadãos brasileiros, muito menos fará qualquer tipo de ação que não respeite aos estritos ditames da lei”, diz o comunicado divulgado pela Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República. 
A credibilidade dessa nota é zero. Basta lembrar a nota, divulgada esta semana, negando que Michel Temer tenha viajado no jatinho de Joesley Batista, que durou 24 horas, até outro comunicado oficial admitindo as viagens. 
E espero que o Congresso Nacional também se posicione de forma contundente. Quem espiona ministro do STF, não terá o menor pudor de fazer o mesmo com deputados e senadores.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...