sexta-feira, 23 de junho de 2017

Um General testemunha na defesa de Lula? ✰ General promovido por Lula é testemunha do petista em processo da Lava Jato

General de Divisão Expedito Alves de Lima à direita

O general Expedito Alves de Lima presta depoimento na manhã desta terça-feira (20) à Justiça Federal do Paraná, no âmbito da Operação Lava Jato. Ele é testemunha do ex-presidente Lula, no processo que envolve a compra, pela Odebrecht, de um terreno em São Paulo para a construção do Instituto Lula. Lima serviu no Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República como diretor do Departamento de Gestão entre 2007 e 2010, até ser promovido a general pelo petista. Atualmente, ocupa o posto de general de divisão, um dos mais altos do comando do Exército. O militar se orgulha de seu passado humilde na seca da Paraíba. Ele foi admitido como engraxate em uma unidade militar no Rio de Janeiro quando tinha apenas 10 anos de idade. Lima costuma comparar sua trajetória à do ex-presidente, também de origem nordestina e que conseguiu chegar ao mais alto cargo público do país.

Considerando a possibilidade de uma eleição direta, considerando a possibilidade de afastamento do General Villas Bôas por problemas de saúde e a possibilidade de Lula voltar à Presidência, é muito oportuno esse “favorzinho” que lhe será prestado. O "favorzinho", caso Lula volte, pode lhe render mais uma promoção e o Comando da força Terrestre. Mas corre o risco de ser preso por mentir na Justiça, já que as provas contra Lula são incontestáveis.

2 comentários:

Palmares disse...

O Gen só dirá a verdade. Nada mais!
Este General já chegou no limite de suas promoções, merece respeito.

Anônimo disse...

Engano seu, Palmares. Ele não chegou ao limite de promoções. O limite são 4 estrelas e ele só tem 3. Vai ter que continuar a puxar saco dos esquerdopatas por muito tempo ainda, só que em vão.
мλя₸ҢịդҢạ

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...