sexta-feira, 21 de julho de 2017

Michel Temer e Rodrigo Maia afinados na hora de meter a mão no bolso da população

Michel Temer assumiu o governo em 2016 prometendo botar ordem na casa, controlar os gastos e trabalhar pelo equilíbrio fiscal. Mas ficou só no discurso. 
Para não ser colocado para fora do Palácio do Planalto perdoa dívidas milionárias, até bilionárias no caso dos bancos, gasta irresponsavelmente para beneficiar parlamentares. Não há ajuste fiscal que funcione dessa forma. Por isso vai aumentar o imposto sobre os combustíveis. E, lógico, com esse aumento tudo vai subir de preço. 
Mas o presidente da Câmara, Rodrigo Maia bate palmas, defende o aumento do imposto e promete ajudar a aprová-lo na Câmara. Tudo para bancar a farra do governo Temer na distribuição de benesses e emendas a deputados e empresas deles ou de parentes. E, claro, nós é que vamos pagar por tudo isso.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...