sexta-feira, 7 de julho de 2017

Preso, o ex-ministro Geddel Vieira Lima teve o cabelo cortado e toma banho frio

Mas isto vai demorar pouco, brevemente, assim como o homem da mala com 500 mil reais, 
Geddel será solto e homenageado por Temer.

Pouco tempo atrás, Geddel Vieira Lima era um sujeito respeitado e, como ministro importante, vivia ao lado do Presidente Michel Temer. Hoje, apesar de ter curso superior, foi preso, desmoralizado e, recém-chegado ao presídio da Papuda, no Distrito Federal o ex-ministro, aparentando desespero, divide uma cela, que segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP) do Distrito Federal, tem capacidade para 12 detentos, mas atualmente só tem 09 infratores com curso superior, dividindo o espaço . Deu Sorte! Ou foi protegido, pois no Brasil, a maioria das celas, normalmente, tem o dobro da capacidade de prisioneiros, amontoados uns sobre os outros.
Mesmo assim, o ex-ministro assim que chegou a Papuda teve o cabelo cortado, mas não ficou careca e, conforme informações, existem apenas um chuveiro com água fria e um espaço para necessidades fisiológicas.
Geddel Vieira está no mesmo presídio de Lúcio Bolonha Funaro, pessoa que foi determinante para a decisão da Justiça de pedir a prisão do peemedebista. Preso desde julho do ano passado, Funaro é apontado pelas investigações como operador do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha.
Funaro disse à PF que Geddel fez diversas ligações para sua mulher, Raquel, sondando seu ânimo em delatar. No entendimento de investigadores, o ex-ministro agiu para atrapalhar a apuração, elemento decisivo para o pedido de prisão.
Segundo a assessoria de imprensa da SSP, eles estão separados e não têm permissão de se encontrarem. Os dois têm direito a duas horas por dia de banho de sol, mas em momentos diferentes.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...