quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Deflagrada guerra no PT; Dilma chama Lula de covarde

Campanha 2018 a mil pelo Brasil. Período de nervos à flor da pele. Negociações entre quatro paredes, acordos, desacordos, dito pelo não dito, até o momento de oficializar o enlace matrimonial; amor eterno até a página 2.
Tentativa de Temer de aproximação com PSDB, criando Coligação Alckmim presidente, Rodrigo Maia vice, encontra resistência  governador de São Paulo; convicto de que trocar figurinhas codom atual administração inviabilizaria sua candidatura.
PMDB investe fichas em Doria. Ideia é bajular e massagear o ego do ainda iniciante no prostíbulo, aliciando-o para o partido, transformando-o no candidato a presidente, com Maia vice.
Alckmim perderia mais com a saída de Doria; racha indesejável no seio Tucano, com a debandada daqueles que nutrem simpatia com PMDB.
Em meio a esse alinhavar, PT segue sua saga rumo à bancarrota. Lula decepcionou mais uma vez.
Procurou seguidores e os incumbiu de organizar ato público a Sol aberto, no Rio de Janeiro, em favor de sua candidatura. Fracasso de presença o decepcionou, obrigando-o a falar pra meia dúzia de gatos pingados, em recinto fechado.
Discurso do contraditório contaminado de desespero, culminando com crítica fulminante em cima de Dilma.
Sem ter como esconder rombo herdado por Temer na Economia e assustado com sinais de recuperação, o "Cyborg", pobre de R$ 9 milhões, graças aos poderes de Greyscow, jogou a culpa sob os ombros de sua criatura.
Afirmou, sem ter como alegar não ter sido ele e sim um amigo, que Dilma causou rombo de R$ 500 bilhões ao País, por pura incompetência.
Concluir que Lula está transformando PT numa Torre de Babel, seria minimizar realidade. Descontrolado e sem alternativas, o ex todo Poderoso dá ares de Gaiola das Loucas ao Partido.
Consultada sobre colocação do seu Criador, Mestre e Mentor, a Dama não deixou barato:
- Não me surpreende. Ele sempre foi covarde. Decepção por esperar que comigo agiria diferente.
Mesmo mantendo discurso moderado, afirmando priorizar o Partido, estando pronta pra seguir o por ele determinado, Bote Salva Vidas vem sendo preparado na proa do Titanic da Estrela.
Dilma tem aliados na legenda, prontos pra abandonar o barco ao seu primeiro sinal; pelo jeito Gleisi Hoffmann virará Presidente de Sala vazia.
Possibilidade de boa fatia do PT remar para o PMDB se solidifica. Dilma seria muito bem vinda pra sentar ao lado de Temer, receberia apoio total pra se lançar à senadora, no Estado de sua preferência; caso PMDB permaneça no Poder, teria posição garantida no primeiro escalão do próximo Governo.
Correndo por fora nessa pule de interesses, destaca-se a Emissora da Família Marinho.
Noticias desse perfil desviam atenções sobre Temer, dando-lhe tempo pra se reorganizar e seguir em frente; materialização do maior pesadelo da Rede Globo.
Afirma estarem os repórteres, âncoras e demais profissionais de jornalismo da "Plin Plin", sumariamente proibidos de veicular qualquer notícia desfavorável ao PT, sob pena de demissão imediata.
Atropelos e trocas de farpas, enquanto Bolsonaro e Alvaro Dias correm a galope, crescendo nas pesquisas.
Analistas afirmam que se eleição fosse hoje, os dois estariam no segundo turno, mas não descartam possibilidade de Bolsonaro levar já no primeiro.
Considero qualquer prognóstico prematuro, configurando militância.
Muita água pra correr. Quem ganha impossível afirmar, mas tudo indica já haver o grande perdedor: Luis Ignácio Lula da Silva.
Pra aumentar convicção, mais uma derrota nas Urnas.
Visando fortalecer aliados no Nordeste, Lula se lançou em campanha de apoio a candidato PT (Jailson Souza), na disputa de Prefeitura de pequena cidade do Piauí (Miguel Leão) e o Cabra perdeu.
Visto como curral eleitoral tradicional da estrela, esperada vitória serviria de munição pra Campanha ao Planalto. Derrota não deixa dúvidas da queda de prestígio do único Operário Pobre do Mundo, que só viaja de jatinho particular.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...