sexta-feira, 11 de maio de 2018

Temer desiste de concorrer e dá apoio a Henrique Meirelles

Em reunião com o ex-ministro Henrique Meirelles e com seus ministros mais próximos Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Minas e Energia), o presidente Michel Temer confirmou sua desistência de concorrer à Presidência da República e que dará apoio à candidatura de Meirelles, passando a agir nos bastidores usando a máquina administrativa para beneficiá-lo. A cúpula do MDB não queria ter a imagem do partido associada à do presidente - ele responde a dois inquéritos no Supremo Tribunal Federal (STF) - e com muita gente do meio político e de sua família às voltas com problemas junto ao STF, envolvidos no noticiário policial. 
A decisão de Michel Temer também facilita o apoio de outros partidos, como o pré-candidato do PSDB Geraldo Alckmin, que não queriam participar da campanha com o nome do presidente afastando possíveis apoios aos seus candidatos. Outro vantagem da desistência de Temer é que com a adesão de outros partidos caberá a ele colaborar na liberação de verbas de emendas parlamentares como de recursos do Fundo Partidário. Henrique Meirelles para todos os efeitos bancará sua própria campanha. 
Outro motivo da saída de Temer da corrida eleitoral é o seu alto índice de impopularidade, pois seria muito difícil comparecer a eventos públicos sem ser questionado pela imprensa e mesmo pelo povo presente, a exemplo do que ocorreu quando foi se solidarizar com os desabrigados do prédio de ruir em São Paulo, tendo que sair às pressa protegido pelos seu seguranças. A campanha deste ano será sem dúvidas uma das mais movimentadas dos últimos tempos.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...