terça-feira, 12 de junho de 2018

Da Papuda, direto para a Câmara dos Deputados

A rotina do deputado presidiário, será a seguinte: quando não houver sessões, será das 09 às 20 horas, depois desse horário deverá voltar a papuda para dormir.
Preso por ordem do STF depois de ter sido condenado a cinco anos e três meses de reclusão em regime semiaberto pelo Tribunal Regional Federal (TRF-4) por fraude e dispensa de licitação quando era prefeito de Pinhalzinho (SC). O deputado João Rodrigues, salvo pelo corporativismo, voltou ao batente no Congresso.
Recolhido a penitenciária da Papuda desde fevereiro deste ano, nesta segunda-feira (11/06), foi autorizado pelo mesmo STF que o condenou, a deixar a cadeia durante o dia para exercer as atividades parlamentares. Em outras palavras, mais um deputado presidiário volta a trabalhar na Câmara participando de comissões, fazendo e votando leis que decidem a vida do povo brasileiro.
Ao ser entrevistado pela imprensa, o deputado disse que se for absolvido pela Justiça, pretende voltar a comissão que discute a formulação do novo Código de Processo Penal, pois a cadeia lhe deu um certo knowhow. 
Vejam o que disse o “artista”.
"Eu já tenho uma experiência de dentro da cadeia. Eu me torno um pouco mais conhecedor do que eu era. Porque uma coisa é fazer discurso aqui fora, a outra é você saber o que é que é estar dentro de uma cadeia, porque lá dentro é uma indústria de bandido. Lá tem uma fábrica de criminoso".
Entenderam agora, por que a Zorra desse país estar desse jeito?

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...