segunda-feira, 25 de junho de 2018

Prisão domiciliar para um presidiário que não tem domicílio

Coisas de Brasil: o ex-ministro Sepúlveda Pertence, o mais recentemente contratado, diga-se a peso de ouro, para defender o ladrão prisioneiro, Luis Inácio Lula da Silva, acaba de ser desmoralizado publicamente por um destrambelhado e incompetente aprendiz de marinheiro.
O ex-ministro recentemente apresentou memoriais ao Supremo Tribunal Federal (STF) requerendo a prisão domiciliar para o condenado, já que não acredita que os ministros da 2ª turma atendam pela suspensão dos efeitos do acórdão do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4).
O Destrambelhado em nota oficial alegou que a defesa do crápula não tinha interesse em prisão domiciliar, está pedindo nos recursos que seja estabelecida sua liberdade plena. Em suma, o ex-ministro acertou ao prever a negativa de liberdade plena e errou em pedir prisão domiciliar.
O Aprendiz de marinheiro acertou em não querer prisão domiciliar, afinal todos os domicílios do ex-presidente eram frutos de roubo e estão na mão da justiça, e Zanin não quer levá-lo para a sua casa, e errou quando pensa que todos nós somos idiotas. São ou não são coisas de Brasil?
Humberto de Luna Freire Filho - Médico – Cidadão brasileiro sem medo de corruptos.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...