terça-feira, 17 de julho de 2018

Como o PT aparelhou as instituições no Brasil?

"Antes de ser desembargador, Favreto nunca havia sido juiz de coisa nenhuma".

Lendo as revistas semanais, vamos descobrindo como, capitaneado por Lula e Jose Dirceu, o Partido dos trabalhadores PT, aparelhou quase todo o país.
O plano parece ter sido muito bem planejado. Procurando manter o pessoal da sua tropa de choque a serviço da agremiação, os petistas foram escolhendo as instituições chaves. Na OAB do Rio de Janeiro colocaram o militante Wadih Damous, um dos “três patetas” que armaram uma arapuca sem pé nem cabeça para soltar o chefe do bando. Segundo a imprensa, ele é autor de diversas ungidas contra as colunas da Operação Lava Jato, nelas ele defende o fim: da prisão preventiva; da prisão em segunda Instância e da delação premiada.
No STF colocaram Dias Toffoli, um advogado do partido, que por duas vezes foi reprovado no concurso para juiz, mas por ser ligado a José Dirceu, pois trabalhou com ele na Casa Civil no Governo do famigerado Dom Lulone, vestiu a toga preta e a partir de setembro próximo, acreditem! Será o presidente da Suprema Corte do país. Em outras palavras, um advogado, que por incompetência não conseguiu passar na prova para juiz de uma comarca qualquer, por indicação do “Dom”, agora será o suprassumo da Justiça Nacional.
Para o Tribunal Federal Regional da 4ª Região, (TRF-4), que é responsável por julgar os processos da Lava Jato na 2ª Instância, colocaram o advogado e militante petista, Rogério Favreto para o cargo de Desembargador. Vale salientar que o referido desembargador, nomeado pelo “poste” Dilma Rousseff, nunca havia sido juiz de porra nenhuma. Mas como o governo tem o direito de indicar 20% de todos os desembargadores do país, qualquer sujeito, por mais incompetente que seja, basta ter um diploma de advogado, que poderá ser escolhido e servirá para fazer parte do aparelhamento das instituições.
Vendo a facilidade com que Dias Toffoli soltou o bandidão José Dirceu, condenado há mais de 30 anos de prisão, Favreto, junto com os outros “três patetas” (Wadih Damous, Paulo Teixeira e Paulo Pimenta) deputados/advogados, aproveitando-se dos jogos da Copa do Mundo resolveu libertar o chefe do Bando “Dom Lulone”. Porém, como pano de fundo, usaram a prerrogativa de que o corrupto é pré-candidato e, por isso, precisava estar solto para participar da campanha eleitoral.
Deu errado, é claro! Mas o ato tresloucado dos quatro “artistas” e, possivelmente, combinado com o “Dom”, deixou claro que ainda existem, no Brasil, diversas instituições aparelhadas pelos petistas e, entre elas, salvo melhor juízo, é bem possível, que as FFAA também estejam bichadas, pois se assim não fosse, já teriam tomado uma atitude, como fizeram os generais em 1964.
Isso é só o que sabemos até agora. Contudo, deve ter muito mais.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...