domingo, 29 de janeiro de 2017

Gestão Dória: avenida das pichações apagadas terá parede de plantas sem custos à prefeitura

Será na emblemática 23 de Maio, onde as pichações foram apagadas.

Um dos maiores problemas atuais da estratégia esquerdista de comunicação é que constroem as “narrativas” muitas vezes de forma apressada. No caso de São Paulo, por exemplo, cravaram que a retirada de pichações faria com que a cidade ficasse “cinza”.
Vamos por partes: primeiro, é essa a cor do concreto, de modo que não se apaga pichações com tinta amarela ou verde-limão. Mas e aí, o que acontece? Alguns desses muros, como já foi dito, darão espaço a grafites autorizados, feitos por artistas.
E alguns outros se transformarão em “paredes verdes”. Pois é. Plantas, natureza, ecologia… Justamente uma bandeira (injustamente) capturada pela esquerda. E não duvidem que de alguma forma ficarão contra, porque eles não perdem a oportunidade de perder uma oportunidade.
E tem mais: será sem custos para a prefeitura. Isso porque o Sindverde (Sindicato das Empresas de Manutenção das Áreas Verdes Municipais) fará a doação – e manutenção – de 6700 plantas “unha de gato” e 2200 trepadeiras.
A primeira etapa será justamente na avenida 23 de maio, que a esquerda disse ter ficado “cinza”, mas o plano é que isso seja estendido a outras vias.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...