sábado, 28 de janeiro de 2017

Pai de Policial e ex-militar da Marinha assassinado envergonha e deixa “DIREITOS HUMANOS” de cara no chão

"eu enterrei um filho, e vocês não tiveram coragem de ir lá…não tinha ninguém dos direitos humanos para arriar uam flor… bandido bom é bandido morto" disse Sinezio Costa, pai do policial assassinado.
O militar assassinado, o soldado Silva, foi Cabo da MARINHA do Brasil, deu baixa e fez o concurso para a Polícia Militar do Pará. Sua esposa está grávida de 8 meses. 
Rafael Silva da Costa, de 29 anos, homem honesto que deu a vida em prol da sociedade, pertencia à Ronda Ostensiva Tática Metropolitana (Rotam). A reunião da OAB infelizmente não foi para discutir as circunstâncias de seu assassinato ou de outros policiais. Reuniões com esse objetivo se algum dia ocorreram não chegaram ao nosso conhecimento. Somos contra qualquer tipo de assassinato, mas cremos que pessoas honestas, principalmente aqueles que arriscam sua vida pela sociedade, devem ser tratados com a dignidade que merecem. Estamos aguardando a OAB criar a comissão de direitos dos POLICIAIS.
A reunião foi para apurar sobre os criminosos que tem sido mortos nas últimas semanas em Belém e região metropolitana e se há algum tipo de vingança ou justiçamento contra bandidos por causa do assassinato de policiais.
Assista à declaração do pai, indignado com a comissão de direitos humanos da OAB.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...