terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Governo Federal pede mais 800 militares do Exército Brasileiro para o Espírito Santo

As forças armadas já estão em Vitória, já estão nas ruas, disse o ministro da Defesa, Raul Jungmann

Uma ordem verbal feita pelo presidente Michel Temer ao ministro da Defesa, Raul Jungmann, pede o envio de cerca de 800 a 850 militares do Exército Brasileiro, do Rio de Janeiro, para se juntar aos 200 militares que atuarão no Espírito Santo para retomada da segurança no Estado. A informação foi concedida pelo próprio ministro da Defesa no fim da tarde desta segunda-feira (06), em reunião no Palácio Anchieta, em Vitória. Os homens devem chegar ao Estado nesta terça (7).
Além do ministro, estavam presentes no encontro o governador em exercício, César Colnago (PSDB), o secretário de Estado de Segurança Pública e Defesa Social, André Garcia, o senador Magno Malta (PR), os deputados estaduais Evair de Melo (PV) e Lelo Coimbra (PMDB) e o prefeito de Vitória, Luciano Rezende (PPS), entre outras autoridades públicas e militares.
"As forças armadas já estão em Vitória, já estão nas ruas e nas próximas horas, até amanhã, estaremos com efetivo compatível com a necessidade e se o planejamento em conjunto com as forças policiais do Espírito Santo assim determinar, teremos a disposição de agregar efetivos adicionais", afirmou o ministro em coletiva de imprensa concedida no fim da tarde desta segunda.
Segundo Jungmann, a ordem de Temer é para que ele e as forças armadas permaneçam no Estado o tempo necessário para o restabelecimento da ordem. "Estamos aqui, vamos ficar e vamos recuperar a normalidade da ordem pública", declarou o ministro.
Ministro da Defesa no ES
Jungmann desembarcou no aeroporto Eurico de Aguiar Salles, em Vitória, por volta das 16h30 desta segunda-feira. O ministro da Defesa estava em Natal (RN) para o o encerramento das ações da Operação Potiguar II, enquanto mantinha contato com o governo do Estado e o prefeito de Vitória, Luciano Rezende, para o emprego dos militares no Espírito Santo.
Mais cedo, o ministro já havia afirmado que as Forças Armadas - que envolvem Marinha, Exército e Aeronáutica - atuariam para a garantia da ordem no Estado, principalmente na Grande Vitória. "A exemplo do que fizemos em Natal, vamos retomar a normalidade e garantir aos cidadãos de Vitória que a lei, a ordem e a propriedade serão respeitadas", afirmou Jungmann em Natal.
O emprego das Forças Armadas atende ao pedido do governador em exercício, César Colnago, encaminhado à Presidência da República, que autorizou a atuação dos militares.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...