segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Governo uruguaio usa Smurfs para induzir crianças a gostarem do comunismo


Tornaram-se virais no Uruguai textos de um livro escolar que recorre à aldeia dos Smurfs - personagens de histórias em quadrinhos - para explicar o sistema comunista. "Talvez o seguinte exemplo ajude a entender a ideia da sociedade comunista. Você conhece os Smurfs? Eles são uma comunidade que vive em uma aldeia. Todos têm acesso a moradia. Ninguém passa fome. O poço de água é para uso coletivo, não é de ninguém e é de todos”, justificou à BBC a autora do livro, Silvana Pera.
A publicação, que traz numa mesma página uma foto do líder da Revolução Comunista russa Vladimir Lênin e um desenho da aldeia dos Smurfs, causou polêmica. E o que poderia ter permanecido como uma simples controvérsia nas redes sociais cresceu quando o deputado oposicionista Pablo Iturralde, do conservador Partido Nacional, anunciou que iria pedir explicações sobre o uso do livro à ministra da Educação e Cultura, María Julia Muñoz.
Isso acabou criando outra polêmica porque o livro estava sendo usado apenas por alunos do sexto ano do ensino fundamental de algumas escolas particulares e um dos pilares da educação no Uruguai estabelece que o Estado nunca deve ter ingerência nos assuntos da educação privada.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...