quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

No Espírito Santo: ou o Exército se impõe ou sairá desmoralizado

O Exército não é treinado para fazer policiamento. A tropa é treinada para enfrentar o inimigo e destruí-lo, só que, como o país anda capenga no fator segurança, o pessoal das Forças Armadas vem sendo acionado para resolver problemas em presídios e/ou tentar restaurar a ordem nos Estados onde os PMs entram em greve e abandonam o contribuinte.
Vejam que, mesmo com o Exército nas ruas nesta terça-feira (7), a Grande Vitória segue com escolas, postos de saúde e parte do comércio fechado. Os ônibus também não circulam. Desde sábado (4), protestos de familiares por reajuste salarial impedem a saída de PMs de quartéis em várias cidades.
Segundo se comenta boa parte dos saques, por exemplo, não é praticada por bandidos profissionais. Nada disso! Pessoas comuns, com emprego e carteira assinada, resolvem invadir a loja e tomar o que bem entendem.
Diante a situação que se apresenta, o primeiro passo é restaurar a ordem, com a prisão imediata de militares grevistas. Para que fique claro ao país qual será o procedimento. O segundo é considerar a possibilidade de uma intervenção mais ampla e duradoura no Estado.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...