sábado, 4 de fevereiro de 2017

Raspa-se o cabelo de presos por questões de saúde, mas os “direitos humanos” querem impedir

É impressionante como qualquer desculpa serve para reclamar da prisão de bilionários

O motivo muito simples pelo qual presidiários têm os cabelos raspados: é uma questão de saúde. Tenta-se, com isso, evitar uma infestação de piolhos, o que pode desencadear crises sanitárias ainda piores, uma vez que os parasitas carregam em si outros tipos de doenças.
Como a lei precisa ser a mesma para todos, raspa-se o cabelo desde o morador de rua flagrado em delito ao bilionário que participou de algum esquema de corrupção.
É assim há décadas e em grande parte do mundo, ou você nunca se perguntou por que alguns personagens do cinema hollywoodiano ficaram carecas ao serem presos?
Mas, tocados pela prisão de Eike Batista, que teve a careca exposta após finalmente entregar-se à polícia, a Defensoria Pública do Rio de Janeiro promete apelar à Comissão Interamericana de Direitos Humanos contra a prática. Desculpa dada: “O corte inferioriza e humilha o ser humano”.
É incrível como, quando bilionários vão para a cadeia, todo tipo de desculpa é explorada para tachar a decisão de injusta.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...