quarta-feira, 8 de março de 2017

O que o filme "50 tons mais escuros" tem haver com o Dia Internacional da Mulher?

Durante anos as mulheres lutaram e lutaram por uma emancipação que se dizia distante. Mas elas conseguiram. E hoje, quando se comemora o dia Internacional da mulher, acredito, seriamente, que Deus ao criar o mundo não fez primeiro o homem e, em seguida, a mulher.
Muito inteligente, Deus não iria fazer uma barbeiragem dessas. Claro! Ele criou primeiro a mulher e, sentindo que a mesma, inicialmente, precisaria ser protegida, fez o homem. Chamou o dito cujo em um canto e lhe disse. Homem, essa é a minha melhor criação e para ela viver bem, necessitará de Amor, Carinho e muito Chamego. Olhe! Não me decepcione, disse Deus, pois quando fiz você, foi pensando em te passar essas virtudes, para que possas: proteger, amar e fazer-lhe muito carinho. Vá! E faça o teu dever de casa.
E no Mundo, as mulheres se transformaram em: mãe, esposa, companheiras, amantes e conselheiras, porque, de certa forma, os homens embevecidos com a beleza em sua volta, falharam na missão que lhes foi confiada por Deus.
Aí, depois da emancipação feminina, eis que surge alguém querendo destruir todo o trabalho e conquistas realizadas. É aqui que entra essa trilogia de livros e filmes pornô Light dos “50 Tons”. Acreditem! Tanto os livros como os filmes enterram anos e anos de emancipação feminina, para tratar as leitoras e espectadoras como verdadeiras idiotas.
Na estória, ver-se Anastásia, uma mulher confusa e sem muita iniciativa, que continua com as mesmas dúvidas do passado e muda de opinião facilmente diante de presentes caros e vestidos de princesas. Já o macho, "misterioso" e rico Christian Grey, que a toda hora se impõe e tira onda de todo poderoso, na verdade, a cada estória, se mostra cada vez menos convincente.
Nos “50 Tons mais escuros”, tudo se desenrola em um romance nada convencional entre o bilionário sádico Christian Grey (Jamie Dornan) e a tímida e boa moça Anastásia Steele (Dakota Johnson). No filme ou no livro o que mais se destaca é o sadismo de Grey e a submissão de Anastásia e o pornô Light, censurado para menores de 16 anos.
O danado é que, diariamente, as salas dos cinemas ficam lotadas e a grande maioria do público é feminino. Portanto, essa CURIOSIDADE FEMININA é uma observação que precisa ser analisada.
Será que as mulheres não estão satisfeitas com o que se imagina, Deus ter repassado para elas? Será que o Criador deveria ter dado aos homens a riqueza, a beleza e o sadismo de Christian Grey?
Com a palavras as mulheres que por algum motivo venha ler esse texto.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...