quinta-feira, 10 de agosto de 2017

A democracia é uma experiência que não deu certo no Brasil

Aqui, o povo:
Paga faturas com taxa mínima de água, sem consumir; paga faturas com taxa mínima de energia, sem consumir; Vota obrigado e segue mantendo políticos corruptos no poder; é obrigado a servir as Forças Armadas; diuturnamente, é roubado, mas indiferente, não sabe como evitar porque, normalmente, se tiver uma chance rouba também; com o rabo entre as pernas, paga as maiores taxas de impostos do mundo; é obrigado a pagar taxas de bombeiros (o pior roubo criado na história desse país); paga imposto Sindical, para um grupo de sanguessugas se locupletar em mordomias; sustenta 513 deputados federais, 81 senadores e mais uma porrada de deputados estaduais, fora vereadores, prefeitos e governadores; o presidente da republica é gravado prevaricando, mas milagrosamente, é salvo por um bando de vendidos que, segundo informações da mídia, também são corruptos e "picaretas"; paga a 11 ministros da Suprema Corte, que de togas pretas e mais uma infinidade de auxiliares muito bem remunerados! Falam, esbravejam, mas no cotidiano, não resolvem nada nem prendem ninguém.
Na sua maioria, o povo: é ignorante; desinformado; desinteressado; passivo ao extremo, mas muito festeiro; não luta pelos seus direitos nem cumpre seus deveres e, nas eleições, de uma forma geral, troca seu voto por um jantar qualquer ou até mesmo alguns tijolos.
Descoberto pelos portugueses no ano de 1500, já se foram 517 anos, todavia sem o mínimo de vergonha na cara, o brasileiro continua vivendo num país de comportamento dúbio no qual só se pensa em levar vantagem, a corrupção corre solta e, o crime organizado forte e poderoso, financia campanhas, e dita as ordens nessa Republica podre e mau cheirosa. 
Pois é, como dizia Rui Barbosa: sinto vergonha em ser honesto, porém taxado de ladrão, mas na verdade mesmo, hoje sinto é uma enorme vergonha em ser chamado de brasileiro.
Alfo Cunha 

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...