quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

Michel Temer é candidatíssimo à reeleição!

Até que enfim, o presidente Michel Temer tirou a máscara. Todo esforço dispendido nos dois últimos episódios, o da intervenção na segurança pública do estado de Rio de Janeiro e a criação do Ministério da Segurança Pública tem como o pano de fundo a pretensão da sua candidatura à reeleição no próximo mês de outubro. Ele conta com a base de sustentação bastante expressiva, com capilaridade nos grotões do País. MDB do Temer é ainda, de longe, o partido que tem estrutura partidária em quase todos os 5.570 municípios. É a última epata da sua "ponte de esperança" apregoada antes de derrubada da titular Dilma Rousseff, companheira de chapa em 2014. 
Apesar do baixo índice de popularidade do Temer, 6% de ótimo e bom, mostrado na última pesquisa IBOPE, é de supor que os que aprovam o seu governo tenham preferência por seu nome para presidência da República nas próximas eleições. Nas últimas pesquisas de intenções de votos, apenas Lula da Silva e Jair Bolsonaro estavam à sua frente, se considerarmos que os 6% seja intensão de votos para Michel Temer. 
Lula da Silva está praticamente fora do baralho em função da condenação em segunda instância pela Justiça Federal da 4ª Região, o que é de supor o impedimento para registro de sua candidatura no próximo pleito. Michel Temer, com intervenção no estado de Rio de Janeiro e criação da Ministério de Segurança Pública tem interesse de mostrar ao povo a "paternidade" da intervenção militar, que é a principal bandeira do candidato Jair Bolsonaro. 
Com desistência da reforma da previdência, Temer não necessita mais do apoio de 308 deputados e 54 senadores para governar o País. Com 39 ministérios na mão, o presidente Temer conta também com o apoio da maioria dos partidos que compõe o "centrão". Temer terá nas mãos a máquina pública federal para "obrigar" o apoio dos prefeitos e governadores, carentes de verbas federais. Temer contará "coercitivamente" através do "toma lá, dá cá" com o apoio de parlamentares preocupados em suas próprias reeleições. 
Michel Temer moveu a primeira pedra do jogo de xadrez que é a política brasileira. Os demais candidatos ficarão na dependência das "jogadas" do presidente Temer para se posicionarem. Na política, o que vale é o jogo "jogado". 
Michel Temer é candidatíssimo à reeleição!
Em tempo: Temer jamais será meu candidato.

Explicando o mercado de trabalho pra quem vê racismo em tudo

General e equipe de intervenção federal cruzam dados de criminalidade de três instituições

Ao longo dos últimos dez dias, o general do Exército Walter Braga Netto, nomeado interventor federal, e seus assessores se debruçaram sobre planilhas de índices de criminalidade do estado elaboradas por três entidades: o Instituto de Segurança Pública (ISP) do estado, a Fundação Getulio Vargas (FGV) e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública. O objetivo dos militares foi cruzar informações, embora as duas últimas instituições trabalhem com a base de dados da primeira, responsável por compilar e refinar informações extraídas de registros de ocorrências.
O general e sua equipe fizeram um novo mapa de manchas criminais, baseado no cruzamento de dados. Os analistas, segundo fontes do governo federal, têm dúvidas se as informações dos registros de ocorrências feitos em delegacias são confiáveis. Além disso, houve contestações em relação à forma como o ISP tipificou parte dos casos.
Um dos fatores que reforçou a desconfiança da equipe de Braga Netto foi a divulgação pelo estado, no último dia 16, de uma estatística parcial da criminalidade durante o carnaval. Normalmente, esse tipo de levantamento só é concluído no mês seguinte. Os índices do ISP apontaram um número de roubos a pedestres inferior ao período de folia do ano passado.
De acordo com a estatística parcial, o carnaval deste ano teve 1.062 registros de roubos a pedestres, contra 1.485 em 2017. Segundo o ex-secretário de Segurança Roberto Sá, a divulgação maciça de vídeos que mostram assaltos, agressões e arrastões deu a impressão de que o número de casos era maior.
A FGV não quis comentar o cruzamento de dados feito pelo comando da intervenção federal. Já o Fórum Brasileiro de Segurança Pública informou que vem se aprimorando para dar transparência aos dados. O ISP não quis se manifestar.

Entrevista ao vivo de Jair Bolsonaro ao Jornal da Itatiaia MG

Está provado, no Partido dos Trabalhadores só existem ladrões

O Partido dos Trabalhadores (PT) deveria mudar urgentemente de nome antes das próximas eleições. Que tal, PCL – Partido de Corruptos e Ladrões? Afinal lá não existe trabalhadores, aliás, nunca existiu. Assim a quadrilha iria merecidamente, e sem a menor dúvida, aumentar significativamente o número de seus militantes e teria um diretório em cada presídio e/ou delegacia do país.
Enquanto você, cidadão brasileiro, se mata de trabalhar para ter um vida digna e honesta, o FDP do Jaques Wagner, possível e mais provável candidato à presidência da República pelo PT, embolsou, segundo a delegada Luciana Matutino, da Polícia Federal (PF), R$ 82 milhões de propina por conta da demolição, reconstrução e gestão do estádio da Fonte Nova em Salvador, que só em propina custou aos cofres públicos R$ 450 milhões.
Diante de toda essa podridão, além de Wagner, a PF indiciou Bruno Dauster, atual secretário da Casa Civil da Bahia, e o empresário Carlos Dalton. A PF pediu a prisão dos três, mas foi negada. Como sempre, parte da justiça é cúmplice da podridão reinante no país e a prisão foi negada, segundo informou o superintendente regional da Polícia Federal na Bahia, o delegado Daniel Justo Madruga.
A cúpula do PT classificou as buscas da Polícia Federal, na casa do ex-governador da Bahia, como “mais um episódio da campanha de perseguição”. A desclassificada e não menos ladra presidente do partido, Gleisi Hoffman, em nota divulgada hoje declarou que “Quanto mais Lula avança nas pesquisas, mais tentam nos atingir com mentiras e operações midiáticas.” Ainda acusou de abuso de autoridade “setores” do Judiciário.
Essa porra louca é uma imoral, um típico protótipo do que se transformou hoje a política nacional. Será que ela não lê antes de vomitar suas idiotices? Será que ela não sabe que o seu “cumpanheiro” bandidão só não está preso hoje porque a desembargadora Mônica Jacqueline Sifuentes Pacheco de Medeiros, do Tribunal Regional Federal TRF1, não autorizou a prisão da quadrilha? E que a referida desembargadora foi indicada para o cargo pelo jerico de Garanhuns?
A essa altura eu estou muito interessado em saber se o partido dos ladrões ainda pensa em apresentar um candidato para disputar a próxima eleição para presidente da República, depois de o mais cotado ser declarado LADRÃO do dinheiro público. Por fim, a minha curiosidade aumenta a cada dia para saber onde a quadrilha vai pedir um nome emprestado, já que em seus quadros só existem LADRÕES e o Tribunal Eleitoral não está mais aceitando os profissionais amigos do alheio.
Humberto de Luna Freire Filho - Médico, cidadão brasileiro sem medo de corruptos

Quantos Geddéis vale um Jaques Wagner?

Quem não deve não "Temer"!!!

Cresci ouvindo a minha avó sempre pronunciando a seguinte frase: “quem não deve não teme”. Agora vejam: a Polícia Federal (PF) solicitou a quebra do sigilo bancário e fiscal do presidente Michel Temer, supostamente envolvido em falcatruas e negociatas envolvendo concessões e benefícios a uma empresa que atua no porto de Santos-SP, mais precisamente a Rodrimar. É de conhecimento público que havia nessa escabrosa história até carregador de malas repletas de dinheiro sujo.
Acontece que a procuradora Raquel Dodge, sem querer fazer mal juízo, indicada para o cargo pelo próprio Temer, não aceitou que a medida fosse tomada. Ora, não dá para entender, essa seria a melhor oportunidade de se comprovar publicamente que o mordomo não tem rabo preso com ninguém, Não é verdade? Se alguém quiser quebrar meu siglo bancário, não precisa de nenhuma ação judicial, eu autorizo por escrito. Só não forneço a senha eletrônica, principalmente se houver petistas por perto.
Humberto de Luna Freire Filho -Médico, cidadão brasileiro sem medo de corruptos

A entrevista de Paulo Guedes ✰ Comentário de Rodrigo Constantino

Meus comentários sobre a excelente entrevista com Paulo Guedes na Folha ontem

Voos oficiais de autoridades na FAB em 2017 somam 100 voltas ao mundo

Rodrigo Maia foi quem mais usou as mordomias: viajou 210 vezes

As horas de voos da força Aérea Brasileira (FAB), usadas ano passado para transportar autoridades no Brasil seriam suficientes para dar cem voltas ao Mundo. Um levantamento da Rádio CBN, divulgado nesta segunda-feira, 26, revela que foram usadas 4.400 horas para deslocamento de ministros e chefe de Poderes, o que daria 182 dias ininterruptos de voo.
Foram 2.330 voos em 2017, sem contar as viagens presidenciais, que não são divulgadas no relatório da FAB. Uma média de seis viagens por dia para transportar ministros e os chefes do Legislativo e do Judiciário. Mas, em alguns dias do ano, foram quase 20 decolagens.
O campeão pelo uso dos aviões da FAB é o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), que viajou 210 vezes pelos aviões da Força Aérea em 2017. O parlamentar, que sempre pede avião para nove pessoas, chegou a viajar até oito vezes em apenas uma semana.
Os gastos pelo transporte são mantidos em sigilo, mas com base no preço médio de combustível, os gastos com transporte de Maia podem chegar a mais de R$ 1,5 milhão.
Por meio de nota, a assessoria de Rodrigo Maia informou que o presidente respeita as regras estabelecidas para solicitação de voos oficiais. Sobre a comitiva, a presidência da Câmara diz que Maia sempre é acompanhado pela a equipe de segurança, mas não passa a lista de passageiros. A reportagem CBN apurou que alguns ministros e deputados costumam pegar carona com o presidente da Câmara.
Segundo o levantamento, entre os chefes do primeiro escalão, o que mais viajou foi o ministro de Desenvolvimento Social, Osmar Terra (MDB): 154 voos pelo país, inclusive entre Brasília e Goiânia.
O ministro da Defesa, Raul Jungmann (PPS), aparece em segundo lugar no ranking – foram 152 voos em 2017. Trinta e três para fora do país.
Tem ministro que pede o maior avião e viaja com ele lotado. O campeão em comitivas no ano passado foi Blairo Maggi, da Agricultura. Em março de 2017, o ministro fez duas viagens para o Sul cheio de acompanhantes. Na primeira, levou 50 passageiros. A assessoria do político diz que ele levou 38 embaixadores para uma exposição agropecuária.
Sem limites para o número de voos nem de solicitações e com os gastos mantidos em sigilo, é difícil fiscalizar o uso da FAB.
Somente no ano passado, o Comando da Aeronáutica gastou cerca de R$ 180 milhões apenas em combustíveis e lubrificantes de aviação. No orçamento deste ano, a previsão de gastos subiu mais de 30% – 237 milhões.

Cada sertanejo com sua arma

Lula virou médium de botequim ✰ Um Minuto com Augusto Nunes

 
Foi um surto de mediunidade de botequim ou é uma grave crise de identidade. O fato é que Lula se acha a reencarnação de Tiradentes e, ao mesmo tempo, não sabe quem é. 
- "Eu não sou eu. Sou a encarnação de um pedaço de células de cada um de vocês”, delirou na discurseira em Minas Gerais. 
Também é possível que esteja fazendo papel de maluco por orientação do novo advogado, Sepúlveda Pertence, que talvez pretenda alegar que seu cliente sofre de insanidade mental. A segunda frase só faria algum sentido se Lula trocasse o primeiro 'L' por um 'D'. O chefe do Petrolão pode mesmo ser um pedaço de cédulas de cada um de nós.

Joaquim Barbosa Presidente 2018 ?? ✰ Comentário de Olavo de Carvalho

Em 2012 Olavo já comentava sobre possível candidatura de Joaquim Barbosa

Regime norte-coreano usou passaportes brasileiros, diz Reuters

Documentos brasileiros foram obtidos de forma fraudulenta na década de 90
Passaportes autênticos emitido para a Coreia do Norte
O ditador norte-coreano Kim Jong-un e seu pai, Kim Jong-il, utilizaram passaportes brasileiros obtidos de forma fraudulenta para solicitar vistos para países ocidentais na década de 90, informou a agência de notícias Reuters nesta terça-feira.
As informações foram obtidas pela agência por meio de fontes internas de segurança na Europa Ocidental. A Reuters também obteve cópias dos documentos.
“Eles usaram esses passaportes brasileiros, que claramente mostram fotos de Kim Jong-un e Kim Jong-il, para tentar obter vistos de embaixadas estrangeiras”, disse uma alta fonte de segurança ocidental, sob condição de anonimato, à agência. “Isso mostra seu desejo por viagens, e aponta para as tentativas da família governante de construir uma possível rota de fuga”, acrescentou.
Uma fonte brasileira, que também falou sob condição de anonimato, disse que os dois passaportes em questão eram documentos legítimos quando enviados em branco para emissão em consulados.
A VEJA, o Ministério das Relações Exteriores do Brasil afirmou que está investigando o caso.
Outras quatro fontes de segurança europeias confirmaram à Reuters que os dois passaportes brasileiros com fotos dos Kims com os nomes de Josef Pwag e Ijong Tchoi foram utilizados para solicitar vistos em ao menos dois países ocidentais. Não ficou claro se os vistos foram obtidos.
Os passaportes também podem ter sido usados para viagens a Brasil, Japão e Hong Kong, de acordo com as fontes de segurança. A embaixada da Coreia do Norte no Brasil se recusou a comentar a reportagem.
O jornal japonês Yomiuri Shimbun informou em 2011 que Jong-un visitou Tóquio quando criança usando um passaporte brasileiro em 1991 — antes da data de emissão impressa nos dois passaportes brasileiros vistos pela Reuters. Na época, segundo o jornal, o motivo da viagem teria sido uma visita à Disney de Tóquio.
Embora já se soubesse que a família de governantes da Coreia do Norte usou documentos de viagem obtidos de forma irregular, há poucos exemplos específicos até o momento. As cópias dos passaportes brasileiros obtidas pela Reuters nunca haviam sido publicadas.
Nomes falsos
Segundo a Reuters, os dois passaportes brasileiros com 10 anos de validade contêm um carimbo dizendo “Embaixada do Brasil em Praga” com data de expedição de 26 de fevereiro de 1996. As fontes de segurança disseram que tecnologia de reconhecimento facial confirmaram que as fotos são de Kim Jong-un e seu pai.
O passaporte com a foto do atual ditador norte-coreano foi emitido em nome de Josef Pwag, com data de nascimento de 1 de fevereiro de 1983. Sabe-se tão pouco sobre Jong-un que até mesmo sua data de aniversário é contestada. Ele teria de 12 a 14 anos de idade quando o passaporte brasileiro foi emitido.
O passaporte de Jong-il foi emitido no nome de Ijong Tchoi com data de nascimento de 4 de abril de 1940. Jongill morreu em 2011. Sua verdadeira data de nascimento era em 1941. Ambos os passaportes exibem como local de nascimento dos portadores a cidade de São Paulo.
A primeira fonte de segurança se recusou a descrever como as cópias dos passaportes foram obtidas, citando regras de sigilo. A Reuters viu apenas cópias dos documentos, de forma que não foi capaz de discernir se foram adulterados.

Prefiro ter e não precisar, do que precisar e não ter

Lula pressiona Cármen Lúcia (mas ela resiste)

A defesa de Lula usa a Folha de S. Paulo para pressionar Cármen Lúcia e obrigá-la a agendar o quanto antes um encontro com Sepúlveda Pertence.
A colunista social do jornal explica por que o condenado está com tanta pressa:
“A demora de Cármen Lúcia para ao menos agendar uma audiência e o mistério em torno de sua decisão de levar ou não o pedido de habeas corpus de Lula ao plenário do STF têm preocupado o PT.
O partido acreditava que a corte poderia julgar o caso com rapidez e garantir que o ex-presidente não fosse preso depois do julgamento de seus embargos pelo TRF-4, que deve ocorrer em março.”
Não há nenhum mistério sobre o habeas corpus de Lula.
Como já disse O Antagonista, Cármen Lúcia não vai pautá-lo.

Bolsonaro disparou e não tem ninguém para fazer frente ✰ Comentário de Alexandre Garcia

Para que servem os Ministérios, afinal? ✰ Artigo de Percival Puggina

Tenho certeza de que esta pergunta, feita em qualquer país com instituições estáveis e racionais, pareceria uma infantilidade. Formulada no Brasil, será percebida, de imediato, com um sentido dúbio que salta aos olhos. Afinal, para que servem os ministérios?
Você poderia pensar, por exemplo, que o Ministério do Trabalho e Emprego serve para organizar as ações e políticas do governo com vistas a ampliar o mercado de trabalho, formalizar e fiscalizar as relações trabalhistas e coisas assim. Poderia, mas não pensa. No fundo, você sabe que esse ministério pode servir, por exemplo, para que Roberto Jefferson, presidente do PTB, proporcione um mimo à própria filha, com direito a lágrimas de emoção e beijos de gratidão. Não tapemos o sol das fotos com a peneira dos decretos de nomeação. Ademais, o PTB tem, no Congresso, uma bancada de 20 deputados federais e 2 senadores que fazem peso quando o placar de votação fica apertado. Revela-se, assim, outra finalidade dos ministérios: eles são intercambiáveis com votos das bancadas partidárias que se credenciam ao direito de designar seu titular. Enfim, poderíamos seguir alinhando outras utilidades e usos maliciosos dos gabinetes na Esplanada: nomear afilhados, fazer negócios, arrecadar contribuições e comissões, ajudar a mídia amiga, atender a companheirada, angariar prestígio, e por aí vai.
Nos regimes de gabinete, parlamentaristas ou semiparlamentaristas, é a maioria formada por afinidade das bancadas eleitas que escolhe o chefe do governo e governa junto com ele. Quando o governo perde a maioria, por abandono ou traição dentro da base, cai. Esse preceito, ao contrário do que parece, tem consequência muito benéfica na conduta dos parlamentos. No presidencialismo, é o governante eleito que, permanentemente, precisa estar no balcão comprando, voto a voto, uma base que o sustente e isso corrompe o governo e o Congresso.
Se você achava ruim a concessão de um ministério à filha do presidente do PTB com vistas aos votos partidários, imagine a criação de 15 ministérios novos com objetivos semelhantes! Em 2002, o governo federal tinha 24 ministérios. Catorze anos mais tarde, o governo Dilma chegou a seu melancólico fim com 39 cadeiras ao redor daquela mesma mesa. E a vida, como se sabe, só piorou. O governo Temer voltou aos 24 e, agora, está criando o 25º para a Segurança Pública.
Muito mais importante do que reprovar o tipo de negócio feito nos prédios da Esplanada dos Ministérios é compreender o quanto é perniciosa a regra desse jogo político que transforma o governo num loteamento e o voto parlamentar em mercadoria com cotação unitária flutuante na bolsa política. É hipocrisia reprovar o eleitor que vende seu voto quando os membros do parlamento, a toda hora, fazem o mesmo com seu “Sim” e seu “Não” no painel de votação.
Percival Puggina - membro da Academia Rio-Grandense de Letras, é arquiteto, empresário e escritor

4000 anos depois, voltamos para o mesmo idioma

Lampião, era um bandido, saqueador, assassino frio, é confundido como um herói regional

Virgulino Ferreira, o Lampião, era um bandido que é confundido como um herói regional. 
Sua figura, assim como a de todo o seu bando, foi deturpada estrategicamente para alimentar um mito cultural. 
O saqueador, bandido, assassino frio com evidentes traços de psicopatia, estuprador, líder da quadrilha mais temida durante o período em que existiu, pecinha da pior qualidade, virou miraculosamente uma espécie de Robin Hood brasileiro. Evidenciando o absurdo e o alto nível de falsificação histórica que acomete nossa cultura.
O bando de Lampião causava terror por onde passava. Mas em determinado momento, foi reverenciado como justiceiro, por teoricamente contra atacar um sistema impiedoso que supostamente torturava o povo.
Lampião é o arcabouço da falta de referências e imbecilização.
Ele nos serve hoje como exemplo para tentarmos avaliar um cruel fenômeno: O fascínio que os psicopatas exercem nos seres humanos.
O psicopata se reveste de uma auto estima inabalável. A admiração que ele tem por si próprio, ultrapassa qualquer medida conhecida de narcisismo. O psicopata não possui empatia, entretanto é capaz de desenvolver uma espécie de auto misericórdia. Tudo o que ele faz é justificável, pois no seu íntimo ele se enxerga superior e completamente certo. Todas as suas ações são calculadas e muito bem discernidas e nada o agrada mais do que chocar e ofender a ordem social, a qual ele vê com repúdio e desdém.
Lampião era extremamente vaidoso. Adorava estampar as manchetes dos jornais. O deboche e a fama eram seus prazeres.
Ele morreu. Virou lenda. Seus crimes foram sistematicamente varridos para debaixo do tapete.
O que mais me impressiona hoje é a certeza de que a história já se repete.
Um psicopata mata a mãe de seu filho, a esquarteja e alimenta os cães com os restos mortais da vítima. Vai preso. Com menos do que 1/3 da pena é solto, liberado para dar prosseguimento à sua vida. Enquanto tripudia e escarnece sobre a memória de sua vítima e ofende o que sobrou de uma parte lúcida da sociedade brasileira.
Mas não para por aí. O psicopata em questão já era famoso. O seu crime constava na época como um fim à sua carreira desportiva.
Mas o tempo passou e infelizmente no Brasil, o tempo não é garantia de racionalidade.
O psicopata está sendo ovacionado por seus fãs. Está com propostas para voltar ao mundo do esporte. Está com a vida quase totalmente reestabelecida.
Mesma coisa ocorreu com o ladrão que virou """""cantor"""" de sucesso. Não foi preso, não indenizou suas vítimas, não foi sequer excluído da vida pública. Nada disso, virou astro.
Como não haveria de ser diferente, o amor à psicopatia se estende para a vida política. Não é suficiente que um projeto criminoso de poder, destrua a nação economicamente, aparelhando todos os poderes, destrua os valores mais elementares que sustentam a ordem pública, tudo isso em prol de uma ideologia comprovadamente assassina.
Não, não é suficiente. O bacana é reeleger esses bandidos. Entregá -los o que sobrou do país para que eles finalmente o aniquile. Não é suficiente apenas ter um bandido de estimação, um psicopata frio, é importante entregar a ele todo o poder, para satisfazer a sua ânsia de totalitarismo.
Os bandidos brasileiros tomaram gosto pela fama. Já não se envergonham mais de mostrar a cara em programas policias. Muito pelo contrário! Comemoram o feito, agora todo mundo sabe de sua pobre existência.
Me digam, depois de analisarmos este traço na personalidade do brasileiro, este amor pela marginalidade e pela corrupção de valores, vocês ainda acreditam que este país tem o mínimo risco de dar certo?
Renata Carvalho

28 de Fevereiro - Dia Estadual da Cultura de Bois

terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

Na intervenção do Rio os militares das Forças Armadas seriam meros "capangas" da PM? ✰ Artigo de Sérgio Alves de Oliveira

Essa verdadeira “palhaçada” de negar poder de polícia às Forças Armadas no combate ao banditismo generalizado imposto ao Rio de Janeiro, no momento em que lidamos com uma INTERVENÇÃO MILITAR na área de segurança pública nesse Estado, numa situação que mais lembra uma “guerra”, é algo totalmente inconcebível.
A polícia, que nessa intervenção está subordinada às Forças Armadas, tem poder de polícia, e os militares do Exército e o General-Interventor, não? Como conceber uma situação dessas em que o poder hierárquico superior tem menos poder que o poder hierárquico inferior?
Na verdade, os repetidos ataques armados comandados pelos traficantes do Rio de Janeiro e os consequentes danos causados à sociedade civil, significam não menos que uma DECLARAÇÃO DE GUERRA. Declaração de Guerra dos delinquentes contra a sociedade e contra o Estado de Direito. Por esse motivo a única lei aplicável para combater tal situação teria que ser justamente a LEI DA GUERRA, a “lei-da-bala”, ou seja, os dispositivos aprovados pelos organismos internacionais competentes (ONU, etc.) para esse tipo de situação, onde estão regulados os direitos e os deveres das partes envolvidas.
Por essa razão, na intervenção do Rio, a legislação brasileira deveria ser abandonada, tanto quanto possível, adotando-se prioritariamente as leis da “guerra”, reconhecidas internacionalmente. Jamais se teve notícia da retirada dos “poderes de polícia” de soldados em confrontos de guerra, como agora fazem com os soldados brasileiros na “guerra” do Rio.
Conforme as “coisas” estão andando, nessa intervenção para “inglês ver”, tudo leva a crer que os militares do Exército sempre terão que andar de mãos-dadas, ou” levados a tiracolo”, por algum policial civil ou militar, aguardando as suas ordens para atirar, ou não, no inimigo. Desse modo, o papel dos militares das Forças Armadas pouca mais representaria que uma arma qualquer em poder do policial, que apesar de hierarquicamente subordinado, ainda assim seria o “patrão” que daria as ordens.
É evidente que nessa “baderna” legislativa que afogou o Brasil em centenas de milhares de leis, onde os brasileiros “tropeçam” todo os dias, muitas delas absolutamente estúpidas, poderá surgir algum impedimento para que se reconheça ao Exército o tal “poder de polícia”. Seria então o caso de adotar-se o direito de declaração de guerra não só em relação à potências estrangeiras, mas também em relação à “potências” internas ameaçadoras, que muitas vezes têm poder de “fogo” e destrutivo maior que a maioria das potências estrangeiras. É o caso do Rio de Janeiro, hoje.
É por esse motivo que não consigo compreender as razões pelas quais as Forças Armadas se prontificam e servir de “capacho” ao Governo, submetendo-se à situações desmoralizantes e desgastantes como essa, inclusive de “capangas” da Polícia.
Mas tudo poderia ser diferente se elas deixassem de acreditar nas mentiras dos seus superiores hierárquicos e tomassem consciência que elas mesmas têm o poder de decretar uma intervenção TOTAL, para VALER, destituindo os Três Poderes, para que se instalasse uma nova ordem moral, política, social e econômica no Brasil, com base no disposto no art. 142 da Constituição, que dá suporte ao Poder Instituinte e Soberano do Povo, pelo qual elas estão autorizadas, em nome desse Povo, a tomar a iniciativa de proceder a INTERVENÇÃO CONSTITUCIONAL para “defesa da pátria” e “garantia dos poderes constitucionais” (hoje usurpados pela canalha que se adonou dos Poderes Constitucionais), independentemente da vontade, autorização ou iniciativa de qualquer dos Três Poderes.
Sérgio Alves de Oliveira - Advogado e Sociólogo

STF autoriza prisão domiciliar para grávidas. PT confirma gravidez de Lula

Eleitores de Bolsonaro pegam Ciro Gomes e Maria do Rosário na mesma pegadinha (veja os vídeos)

Os eleitores do pré-candidato Jair Bolsonaro estão demonstrando extrema criatividade nas redes sociais e conseguindo repassar uma imagem bastante positiva.
Estão desmoralizando os adversários utilizando a inteligência, sem gritarias e sem agressões.
Esta semana conseguiram acertar dois alvos: Ciro Gomes e Maria do Rosário.
As cenas são hilariantes. Veja nos vídeos abaixo.
  

Desmascarando Marina Silva, a "mulher melancia"

Joice Hasselmann não é mais âncora dos 'Pingos nos Is', da Rádio Jovem Pan

 
Em pessoal, em respeito a todos vocês segue uma explicação sobre minha saída de “Os Pingos Nos Is” e as propostas novas na Jovem Pan. Eu, Joice Hasselmann, não desisto do meu Brasil, nem sou biruta de aeroporto. Tenho palavra. Simbora!

A apresentadora e jornalista Joice Hasselmann, não é mais âncora do programa Pingos nos Is. Ela tinha assumido a atração da Rádio Jovem Pan em junho de 2017, após a saída de Reinaldo Azevedo.
Joice afirma em vídeo gravado no seu canal de YouTube que chegou a receber uma proposta da Pan para assumir outro programa, mas que se recusa a ser “biruta de aeroporto”, mudar de opiniões de acordo com a rádio.
Para os Pingos nos Is, a apresentadora disse que não volta. Hoje o programa é tocado por Felipe Moura Brasil, que também está no blog O Antagonista, e por Augusto Nunes, da Veja.

Caso você tenha perdido o programa da mídia esquerdista, "Encontro" da Rede Globo

Intervenção: texto escrito por uma esposa de militar

"A família começa quando um aceita o outro. Na cláusula do contrato, o texto bíblico "deixará teu pai e tua mãe ", toma a forma devida desde o primeiro momento. 
Depois da comemoração do casamento, iniciam-se as mudanças...
Dentro das caixas: fotos de quem fomos, lembranças dos antepassados, partes de onde morávamos... vão se transformando em passado. Pois agora, meu amigo e minha amiga... você se casou com um militar. 
Seus filhos, serão cada um de um estado... e às vezes, nascido em outro país. Eles vão mudar de sotaque como mudam de roupa. E ouvirão dos coleguinhas: - Você fala engraçado/diferente/bonito!
Os namorados vão sendo deixados nas cidades... os apaixonados adolescentes se revoltam com a profissão que os pais escolheram. Gostariam de ficar na cidade que tanto amam. Às vezes o namoro termina, e nunca mais se tem a oportunidade de voltar para aquele que foi saudoso e temporário lar.
Os cônjuges desde cedo descobrem o que estar longe dos pais e irmãos. Olham para as fotos compartilhadas, as reuniões, aniversários e casamentos e sentem que estão perdendo momentos preciosos ao lado dos seus. Pois a distância impede. Ou a falta de dinheiro. Ou o dito cujo estará de serviço/campo/exercício. A família sem perceber que dói, cobra e pergunta: - Vocês vêm? Por que não pedem transferência para cá? – Querem estar perto de nós. Mas não compreendem que atrás de uma transferência há toda uma questão de vaga, posto, curso e etc. Quem dera possamos conseguir morar onde bem entendermos.
Os filhos e cônjuges tremem ao ouvir “Missão de Paz”. De paz para quem? Para o país que está recebendo. Pergunte aos viúvos e viúvas do terremoto no Haiti onde está a sua paz. Enterrada junto com os que lá morreram.
Há vantagem de morar em outro país, estudar fora... mas ás vezes a família não têm direito. Ou se tem, é tachado como o “estrangeiro”. Nem sempre é bem visto ou recebido. 
Entretanto, comemoram-se missões como essa como final de copa do mundo! Meu pai/minha mãe vai para missão no exterior!!!! Do outro lado do mundo, ficam os avós e tios olhando as fotos e vendo seus queridos crescerem tão longe. Só restam os vídeos e fotos enviados para o celular para aplacar um pouco da saudade.
Os filhos desfilam com farda para exaltar a profissão dos pais! Sabem tudo sobre armas, AMAN, ESA, EEAR, pnr, hinos... uma educação patriótica aprendida desde o berço. Cada Estrela, traço ou medalha a mais na farda, infla o ego dos familiares: - Aquele(a) ali é meu pai/mãe/ filho!
-Ela está sendo promovida! 
-Ganhou a medalha do pacificador! 
- Se formou na AFA!
Ainda pensam que somos ricos... que não pagamos pela moradia, saúde e educação. Sai tudo do soldo. As empresas de mudança não cobram nada menor que 4 dígitos. E sempre que chegamos na nova morada, tem coisas para arrumar,comprar e reparar.
As esposas começam cursos e terminam 10 anos depois, assim como os filhos. As universidades nem sempre aceitam a grade da anterior. Os filhos pequenos estudaram ou estudarão em 6, 7 escolas, 3 ou 4 cursinhos, 3 estúdios de dança. Por vezes largam suas paixões por alguma arte por falta de escola especializada.
No meio da noite, enquanto os militares estão de serviço/viajando/missão e etc. as crianças adoecem com a falta do pai/mãe. E saem os pais correndo para o hospital, que às vezes só existe há 60 km dali. Contam com os vizinhos, mais do que contam com os irmãos. Pois todos estão na mesma situação.
As crianças esperam ansiosas o dia que seu soldado retorna daquele exercício ou curso. Saem para comemorar, ou jantam juntos para contar das anedotas ocorridas, e competem a atenção da “estrela” da noite.
Eles fazem curso, estudam idiomas, estudam instruções, sacrificam horas de sono e a própria vida.
Saem de casa e deixam sua família muitas vezes sem saber se voltarão.
Então, para você que pensa que a Intervenção é desnecessária: concordo! Não acho que essa missão pertence às Forças Armadas. Se o Brasil está do jeito que está, não é por culpa dos nossos soldados. E não deveria caber a eles essa responsabilidade. É obrigação de outrem. Mas eles estão lá... e por trás de cada farda, há uma mãe/pai orando, um marido preocupado, uma esposa aflita, filhos chorando a ausência, irmãos de olho nas notícias e etc. 
O bandido pode atirar e matar cada coração de cada familiar... mas ai de cada farda camuflada apontar uma arma para as “vítimas da sociedade”.
Quando a vida é cruel (leia-se criminoso) e leva aquele ente querido, há uma bandeira Brasileira sobre o caixão e tiro de salvas. Uma linda cerimônia para o herói que morreu em defesa da Pátria. Mas o que essa Pátria oferece em retorno?
Vítimas? Para mim, são aquelas que estão em casa, cobertas do manto da fé na esperança que seus soldados voltem sãs e salvos."
Larissa Gomes Schiavo

Rede Globo adulterou vídeo de Gusttavo Lima e escondeu o real motivo dele ser a favor das Armas

  

Concorrente da Smartmatic desiste de pregão das impressoras de voto

A TSC Pontual Comercial e Distribuidora desistiu da concorrência para o fornecimento de módulos de impressão de voto para o TSE.
Em mensagem protocolada, o representante legal Sérgio Carlos Troni diz:
“Sem maiores delongas para não atrasar ainda mais o fracasso do certame a nossa empresa explicitamente recusou-se a chegar no valor de referência do edital, devido aos altos tributos praticados no Brasil.”

Como a esquerda 'revolucionou' a sociedade

Porto Alegre terá primeira vereadora transexual em março

Rodízio do PT dará uma cadeira à suplente Luisa Stern, que assumirá no dia 7 por três dias

A transexual Luisa Stern (PT) tomará posse como vereadora de Porto Alegre no dia 7 de março, em cerimônia de posse na Câmara. Será a primeira vez que uma pessoa transgênero assumirá cadeira no parlamento da capital gaúcha, diz Luisa.
— Em Porto Alegre, com certeza é a primeira vez. Ainda estamos pesquisando se isso já aconteceu em outras capitais — explica a advogada de 51 anos.
Com a memória de quem exerceu dez mandatos na Câmara, entre março de 1971 e dezembro de 2012, o ex-vereador e ex-prefeito João Dib concorda:
— Não conheço, em todo esse tempo, nenhum outro caso. É a primeira vez.
Luisa explica que pretende fazer um discurso de caráter universal, pautado pela discussão acerca dos direitos humanos e LGBT, que estão inseridos em uma forte dicotomia na sociedade, ganhando espaços por um lado, mas sofrendo forte oposição de outro. 
— O mundo vive uma onda reacionária. A minha posse já é um feito por si só, uma quebra de barreira, de paradigma e amostra de resistência. Em relação a projetos, estamos conversando com o movimento social para verificar o que é possível apresentar dentro da pauta municipal. Não adianta ingressar com projeto para criminalizar o preconceito se isso é prerrogativa do Congresso — explica.
Natural de Porto Alegre, Luisa conta que iniciou sua transformação há 15 anos, se assumindo definitivamente como mulher uma década atrás. Ela passou pela cirurgia de mudança de sexo em 2013, no Hospital de Clínicas, em procedimento assegurado pelo SUS. 
— Na maioria da população, o preconceito tem diminuído, temos conquistado mais espaços. À medida que avançamos e nos tornamos mais visíveis, os grupos preconceituosos se tornam mais raivosos na tentativa de barrar. É uma contradição — avalia.
Data foi escolhida por conta do Dia Internacional da Mulher
A posse de Luisa irá ocorrer porque o PT de Porto Alegre adotou um sistema de rodízio entre os seus vereadores. Periodicamente, sobretudo em datas alusivas a alguma bandeira da sociedade, os quatro parlamentares titulares se licenciam do cargo por três dias para dar oportunidade de o suplente ir à tribuna e protocolar projetos de lei. Quando o suplente escolhido para assumir está mais para o final da fila, de acordo com a votação obtida, é preciso que os melhores colocados assinem as desistências. 
— É um negócio bacana. O suplente colaborou para eleger a bancada. É uma chance para ele. Não gera ônus para a Câmara, a licença que tiramos não é remunerada. Perdemos (os titulares) três dias de salário, mas faz parte — diz o vereador Adeli Sell (PT).
Luisa, que tem a deputada federal Maria do Rosário como uma das referência no PT, obteve 523 votos na eleição de 2016. O partido decidiu empossá-la na véspera do Dia Internacional da Mulher, celebrado em 8 de março, como uma simbologia dos direitos dos trans. Uma segunda petista, Natália Alves, também tomará assento na Câmara no sistema de rodízio. Elas irão desempenhar os cargos entre 7 e 9 de março. Nos três dias, quem se licenciará para ceder as vagas serão os vereadores Marcelo Sgarbossa e Aldacir Oliboni.
— A ideia é dar oportunidade ao máximo de suplentes — diz Oliboni, líder da bancada.

Eduardo e Flávio Bolsonaro mandam recado ao cantor Gusttavo Lima

 

Prisão de Lula deve ocorrer em semanas. Contorcionismos legais que o mantiveram livre se esgotaram.

 
Os sinais de que o balão de oxigênio jurídico que mantém o ex-presidente Lula respirando o ar livre está se esvaziando começam a ser emitidos por aliados e ex-aliados. A senadora Gleisi Hoffmann foi a responsável por uma das manifestações mais recentes sobre o destino trágico que espreita o petista.
A aposta é a de que a presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Cármen Lúcia não vá tratar o caso de Lula com excepcionalidade e revisar a decisão sobre prisão após segunda instância. Segundo a própria presidente do STF, isto seria o mesmo que "apequenar" o tribunal. Embora pressionada por colegas, Cármen Lúcia não sinalizou qualquer possibilidade de colocar o assunto na pauta do STF.
A única esperança de Lula depende da boa vontade da presidente do STF. Lula precisa desesperadamente que a Corte julgue seu habeas corpus preventivo o quanto antes. Por meio de sua defesa, o petista já entregou seu embargo no Tribunal Regional Federal da 4.ª Região. Há um mês, o Colegiado confirmou a condenação de Lula na segunda instância. Há uma semana, a defesa de Lula entregou seu embargo. Dentro de duas ou três semanas, o TRF-4 deve analisar o embargo, um recurso que não altera em nada a decisão do Colegiado.
Neste fim de semana, a senadora Gleisi Hoffmann fez um resumo bem claro da situação: "A gente não consegue que o Supremo Tribunal Federal se manifeste sobre o habeas corpus que está lá, que pelo menos paute isso e se manifeste contra ou a favor" e "Eu acho que a tendência é eles deixarem o TRF-4 julgarem os embargos e aí confirmar a sentença". Começa a sentença quer dizer, Lula começa a cumprir sua pena em regime fechado, conforme determinação do TRF-4.
Ainda nesta semana, o ex-ministro Ciro Gomes também emitiu um sinal de que já considera Lula preso e disse que lamenta que o petista vá parar na prisão por ter feito besteira por um triplex cafona". Outro ex-aliado de Lula, Guilherme Boulos, também permitiu que fosse ventilada a informação de que ele aceitará ser o candidato do PSOL. O principal líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), admitiu que estão bem avançadas as negociações para que ele aceite ser o candidato do PSOL à presidência da República Já há até uma vice de sua chapa: a líder indígena Sonia Guajajara.
Enquanto Lula agoniza diante do receio de viver seus últimos dias de liberdade, o próprio PT antecipa os debates em torno de um possível plano B emergencial num cenário em que Lula não poderá sequer passar o bastão ao seu sucessor. Isto só ocorreria se o petista conseguisse registrar sua candidatura e começar efetivamente a campanha. O consenso agora é o de que Lula não chega solto nem no final de março, que dirá agosto. O único que ainda tenta aparentar confiança nestes dias é o próprio Lula. Segundo um integrante do PT, "Ele está agindo como um doente terminal que ainda não sabe de sua enfermidade". Mas sabe.

Apresento a vocês um desarmamentista

Outdoor em apoio a Bolsonaro é colocado no centro de Delmiro Gouveia AL, e vandalizado horas depois

Um outdoor do deputado Jair Bolsonaro (PSL), foi fixado na cidade de Delmiro Gouveia, sertão alagoano, por apoiadores e simpatizantes do deputado em apoio a sua pré-candidatura à presidência da república. 
O outdoor foi fixado neste sábado, 24, pelo grupo "Direita Delmirense" no centro da cidade e traz uma foto de Bolsonaro sorrindo com a seguintes frases; "Delmiro com Bolsonaro" e " Brasil acima de tudo, Deus acima de Todos."
A publicidade foi fixada em frente a Praça Dr Ulysses Luna, no prédio do antigo Cine Real. A fixação do outdoor em apoio a Bolsonaro é o ponta pé inicial para o movimento em Delmiro Gouveia, pelos simpatizantes que apoiam a candidatura do Deputado à presidência do Brasil.
Em grupos de WhatsApp, que a nossa Redação participa, observou que o outdoor em apoio à candidatura do polêmico deputado federal, está dando o que falar. O assunto está gerando discussões acaloradas, algumas pessoas apoiam, outras são contra a candidaturas do deputado à presidência.
Poucas horas depois de fixado, outdoor de Bolsonaro é parciamente rasgado
Horas depois de ser fixado o outdoor do deputado federal e pré-candidato a presidente, Jair Bolsonaro, vândalos rasgaram parcialmente. O ato de vandalismo foi registrado durante a madrugada do domingo, 25.
Por meio de uma nota, integrantes da Direita Delmirense repudiaram a atitude e informaram que irão tomar as medidas necessárias, a partir desta terça-feira, 27. 
Confira a nota na íntegra:
Nota de repúdio
“A Coordenação da Direita Delmirense, vem a público repudiar as ações de vandalismo feita hoje (domingo), 25/02. Vândalos, muito provavelmente militantes da esquerda, vandalizaram o ‘Outdoor do Bolsonaro, feito por todos apoiadores locais do mesmo’, na imagem tirada por um simpatizante do pré-candidato, mostra o outdoor rasgado, e também com tinta branca em cima da arte. Reiteramos nosso repúdio contra quaisquer ações de vandalismos, não concordamos e nem incentivamos o ódio, é claro que fica evidente para a sociedade delmirense, os verdadeiros intolerantes. Procuramos paz, e não guerra, sempre buscando pela a ordeiridade como cidadãos que buscam sempre viver na conduta da ética e da moral a qual pregamos (valores as quais defendemos), não sabemos quem foram os envolvidos neste crime, mas buscaremos as medidas cabíveis diante das autoridades locais.” 
Att: coordenadoria.

Jaques Wagner é o Plano B do PT, mas daqui a pouco teremos os planos C, D e E ✰ Comentário de Marco Antonio Villa

A depressão de Leonardo Picciani

É claro que a prisão do pai, Jorge Picciani e do irmão, Felipe, abalaram o ministro do Esporte, Leonardo Picciani. Mas o motivo principal da depressão ninguém falou. Leonardo Picciani é sócio da Agrobilara, a empresa de agropecuária da família envolvida na lavagem de dinheiro, além de estar citado em delações premiadas. Ele sabe que, mais dia, menos dia, o seu destino será o mesmo do pai e do irmão. 
Aliás, Leonardo Picciani. pode-se dizer que não é mais ministro, apenas está ministro. Já deixou de tocar o ministério, se estivesse na iniciativa privada já teria sido demitido, mas como é do partido do presidente, MDB, faz parte da corriola, ninguém mexe com ele, mesmo com produtividade quase a zero.

Mônica com pipi!!!

Carro é multado enquanto estava estacionado na garagem de casa

Infração foi registrada em Taguatinga, no DF, mas vídeo mostra veículo parado. DER pede até 5 anos para dar resposta.

Um morador da Vila Planalto, no Distrito Federal, foi multado em R$ 195,23 por dirigir sem cinto de segurança. O problema é que, no dia e no horário do flagrante, o carro dele estava guardado dentro de casa.
O caso ocorreu com o gerente comercial Luiz Carlos Ferreira. Ele tem câmeras de segurança na garagem. O carro foi gravado, estacionado, no momento exato em que o Departamento de Estradas de Rodagem (DER-DF) aplicou a multa – mas nem isso o ajudou a comprovar que a infração seria irregular.
A multa foi emitida no km 74 da DF-001, em Taguatinga, às 16h52 de 9 de setembro de 2017. "Eu moro na Vila Planalto, trabalho na Asa Norte e não ando por Taguatinga. E só eu dirijo meu carro", afirmou Ferreira.
O gerente comercial acionou a Justiça para pedir o ressarcimento da multa, mas o caso ainda não teve solução.
O DER disse que a multa foi aplicada por um policial militar e que o departamento recebe 20 mil pedidos de cancelamento de multa por ano, mas não consegue processar todos por causa do quadro reduzido de funcionários.
O órgão alegou que prazo para dar uma resposta definitiva ao motorista é de até cinco anos. "Para o motorista, é um prazo apertado. Mas, para o DER, é um prazo normal, pela atual estrutura reduzida de atendimento", afirmou o assessor da superintendência de trânsito do DER Márcio Soares. Ao fim do processo, se a multa for considerada indevida, ele receberá o dinheiro de volta.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...