quinta-feira, 19 de julho de 2018

O procurador xingado por Ciro "sardinha" Gomes é uma promotora. Trata-se, portanto, de uma "filha da puta", segundo Ciro.

 
O Ministério Público de São Paulo tirou nota, defendendo um dos seus membros, atacado publicamente pelo candidato do PDT ao Planalto.
O MPE resolveu processar Ciro Gomes por injúria racial. Ele chamou um vereador do DEM, SP, Fernando Hollyday, de capitão do mato, tudo porque ele é negro.

No vídeo que o leitor poderá examinar acima, Ciro chama de "filho da puta".
O MPE de SP, no entanto, avisa que não se trata de um "filho da puta", mas de uma "filha da puta", porque se trata de uma promotora, no caso Mariana Bernardes Andrade, da 4ª Promotoria Criminal do Fórum da Barra Funda (zona oeste de SP).

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...