quarta-feira, 8 de agosto de 2018

Ciro "sardinha" Gomes desviou milhões da Praia do Futuro

Ciro Gomes, profissão, politico.
Vem de família de políticos. Pai e tio foram prefeitos, leia-se Coronés, de cidades do interior do Ceará.
Advogado, pouco atuou na Área. Autor de livros, que não escreveu uma única linha. Administrou empresas, sempre por indicação, mas bom mesmo era na condução de uma vida de play boy.
Em 1983, com 26 anos, assumiu a Prefeitura de Fortaleza, em mandato até 1988.
Na sequência, eleito Governador do Ceará, concluou mandato em alta, com credibilidade e apontado como Grande Administrador; esperança de renovação da Política Nacional.
Na Campanha de 2002 à Presidência da República, arrancou favorito.
Arrecadou milhões como Fundo de Campanha e se vendeu a Lula; dinheiro sumiu.
Visto como peça fundamental na vitória de Lula, conquistou votos votos decisivos no nordeste e recebeu como prêmio Ministério da Integração Social, onde permaneceu até o final do primeiro mandato do petista.
A Praia do Futuro em Fortaleza se transformou em seu trampolim.
Transformou 8 Km de nada, numa das praias mais conhecidas do País; Revolução Urbanística decantada em verso e prosa.
Hoje candidato a Presidente, vê a praia se transformar no seu Calcanhar de Aquiles.
Números escandalosos dão conta de um desvio de dinheiro "Caligoliano".
Num estado bipolar, onde litoral esbanja progresso e beleza, enquanto o Interior simboliza os horrores da Indústria da seca, Ciro fez crescer sua fortuna em sequência geométrica, as custas da miséria de inocentes.
Crimes prescrevem. Filigranas Jurídicas protegem, mas as Urnas do Brasil 2018 são alérgicas a Colarinho Branco.
Tudo indica que sua Campanha não passa da página 02.
Envolvido em denúncias e escândalos, aguardará com astúcia felina, até se decidir a quem se vender.

Um comentário:

Anônimo disse...

É o político LAGARTIXA, que fica em cima do muro e vai para o lado que o beneficia.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...